Abolição no Ceará: histórias de protagonismos de pessoas negras

1:34:46
 
Compartilhar
 

Manage episode 288337047 series 1142522
Por Andreh Jonathas descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Você vai ouvir sobre a Abolição da escravidão no Ceará, que data de 25 de março de 1884, completando 137 anos em 2021. Nossos guias principais para este episódio do SerifaCast são o cientista social e mestre em História Social, professor Hilário Ferreira e o livro Histórias dos Negros no Ceará (https://www.editorafi.org/037negros) - baixe grátis. Hilário nos conta perspectivas, lutas e protagonismos de negros cativos e libertos no Estado. Você também conhecerá projetos transformadores atuais na mídia, na política e no podcast, que dão sequência à luta antirracista por equidade, oportunidades e visibilidades.

/// Contemple as vozes e entendimentos da professora de graduação e mestrado em Serviço Social da Universidade Estadual do Ceará (UECE), além de Assessora Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais no Ceará, Zelma Madeira; da artista, educadora social e covereadora da mandata coletiva Nossa Cara, Lila M. Salu; do jornalista e escritor Bruno de Castro (portal Ceará Criolo); da jornalista Larissa Carvalho (portal Negrê); das jornalistas e podcasters Alice Sousa e Letícia Feitosa (Podcast Kilombas) e da estudante, ilustradora e podcaster Leíssa Feitosa (Podcast Kilombas). Ajuste os fones de ouvido e dê o play no áudio-doc Abolição no Ceará: histórias de protagonismos de pessoas negras.

/// Em cinco meses de produção deste episódio, no tempo em que a Pandemia de Covid-10 e outras atividades me permitiram, fiz leituras, assisti a vídeos, consultei documentos, fiz entrevistas e escutas pra chegarmos a este conteúdo, que tem pouco mais de uma hora e meia. Mesmo assim, ficou muita coisa de fora e cortar falas maravilhosas foi doloroso. Foi um tempo de aprendizados pessoais sobre o tema, contribuindo para transformar a visão um pouco equivocada, romantizada e distorcida sobre a Abolição no Ceará. Espero que traga reflexões para você também, serifeiro e serifeira.

/// As duas cenas mais lembradas na declaração de Abolição no Ceará são as seguintes: a elite cearense de Fortaleza celebrando no Passeio Público (Praça dos Mártires) - local onde negros não frequentavam. Aliás, revoltosos eram enforcados por lá. A Assembleia Provincial também comemorou. É dia 25 de março de 1884 e o presidente da província do Ceará, Sátyro de Oliveira Dias, declara:

"Cabe-me a satisfação de consignar neste documento, para honra da Província que acabo de administrar, o facto grandioso da extincção do elemento servil em todo o seu território, tanto mais me desvaneço de o fazer, quanto posso affirmar que n'esta importante conquista não tive de testemunhar em desmerecimento do seu transcendente valor, a pratica q auqluer attentado contra a ordem publica ou direitos individuaes".

/// A Abolição da escravização de pessoas negras no Ceará foi uma condição pioneira no Brasil, que só viria a declarar a Abolição em todo o território nacional em 13 de maio de 1888. Com isso, hoje, o Ceará é conhecido hoje como "Terra da Luz"; nomeou a sede do Governo do Estado como Palácio da Abolição; tem uma de suas principais avenidas chamadas de Abolição; batizou o seu principal centro cultura de Dragão do Mar e conquistou uma universidade federal para negros na cidade de Redenção, onde declarou-se primeiro o fim da escravidão no Ceará.

/// Dito isso, trazemos as reflexões: Que Abolição foi essa? Qual teria sido a Abolição ideal? Por que o Ceará foi pioneiro? Por que, ainda hoje, há pessoas que defendem não haver negros no Ceará? Quem foram os "dragões do mar"? Como pessoas não negras, principalmente brancos, podem se engajar na luta antirracista?

/// Se liga na timeline do episódio:

[0:00] Abertura e apresentação do áudio-doc;

[2:59] Contextualização histórica do professor Hilário Ferreira;

[6:55] Antes da Abolição em Fortaleza, houve em Acarape/Redenção;

[7:46] "Abolição", entre aspas;

[9:45] A origem da perseguição a negros pelas forças de segurança;

[12:04] O califado do Nordeste;

[16:17] Tráfico interno atrasou a Abolição;

[18:09] Quantidade de negros escravizados no Ceará distorcida;

[20:22] Um dos fortes motivos da Abolição no Ceará;

[23:02] Os "dragões do mar"/ "Dragão da várias cabeças";

[23:37] Podcast Kilombas https://open.spotify.com/show/0pN0feRNbeszJo6L1fcitc;

[39:35] Jangadeiros eram todos negros;

[41:21] Negro Cosme;

[42:52] Dragão do Mar;

[44:20] José Napoleão;

[47:11] Dragão do Mar no Rio de Janeiro com Imperador Dom Pedro II;

[53:29] Preta Tia Simoa;

[54:30] Mandata coletiva de vereadoras negras Nossa Cara https://www.instagram.com/nossacaramandata/;

[57:40] Ceará Criolo https://cearacriolo.com.br;

[1:05:35] Negrê https://negre.com.br;

[1:10:25] Como teria sido a Abolição ideal;

[1:15:48] Por que ainda há quem defenda não haver negros no Ceará?

[1:18:10] Reflexos da Abolição inacabada ainda hoje;

[1:21:05] A polêmica da classificação racial do IBGE;

[1:24:44] Mais reflexos da Abolição inacabada ainda hoje;

[1:28:40] Como brancos podem contribuir para a luta antirracista?'

[1:33:33] Encerramento.

/// Livros citados no episódio

A História dos Negros no Ceará (Eurípides . A Funes, Eylo Fagner Silva Rodrigues e Franck Ribard)

Rebelião Escrava no Brasil (João José Reis): https://amzn.to/3cgPz7O

Memória da Plantação: episódios de racismo cotidiano (Grada Kilomba): http://bit.ly/kilomba

Malcom X: uma vida de reinvenções (Manning Marable): https://amzn.to/3lHOl8C

/// Mais sobre o tema:

47 podcasts negros pra você companhar: https://mail.google.com/mail/u/1/#inbox/FMfcgxwLsmdtqDvrLhJrZWdJpjxCgmhP?projector=1

Percentual de negros no Ceará: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/05/22/populacao-declarada-negra-cresce-no-ceara-mas-indice-e-o-menor-do-nordeste-aponta-ibge.ghtml

Resenha Memórias das Plantação: http://www.ensaiosfilosoficos.com.br/Artigos/Artigo19/12_RESENHA_Ensaios_Filosoficos_Volume_XIX.pdf

Seis brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44091469

Negros são 86% dos mortos após intervenção policial em Maceió: https://midiacaete.com.br/em-maceio-negros-sao-86-dos-mortos-apos-intervencoes-policiais/

Preta Tia Simoa e a luta pela liberdade: https://www.opovo.com.br/jornal/opiniao/2019/06/13/tia-simoa-e-a-luta-por-liberdade.html

/// Acompanha e assina o canal do Serifacast no Youtube, com os principais trechos do podcast em vídeo: https://www.youtube.com/channel/UC008Eo3hRa2R8ow56VK4ceg?view_as=subscriber

// Onde mais ouvir

Spotify: https://open.spotify.com/show/4boBd4AWLmd9YT2joLIjoy

Apple Podcast: https://podcasts.apple.com/us/podcast/serifacast/id1075700365

// Quer ajudar o SerifaCast?

Use os links desta descrição para adquirir produtos ou serviços citado nos nossos episódios;

Prefira escutar o SerifaCast no app da Orelo, que é ótimo e ainda tem a chance de remunerar os produtores;

Avalie o SerifaCast no aplicativo que você nos escuta;

Deixe um comentário sobre o SerifaCast nas redes sociais;

Compartilhe os episódios do SerifaCast e nos marque nas redes sociais;

// Mão na massa

Autor, roteirista, apresentador, editor e identidade visual e sonora: Andreh Jonathas https://twitter.com/andrehjc

Identidade visual: Anderson Chaves https://www.instagram.com/anderson_luis_chaves/

Design de capa e vinheta do Youtube: Leandro Lima https://www.instagram.com/dicas_dole/

// Cada canal, um conteúdo especial

Instagram: https://www.instagram.com/serifacast/

Twitter: https://twitter.com/serifacast

Facebook: https://www.facebook.com/serifacast/

Nosso site: http://serifacast.libsyn.com/#

Medium: https://medium.com/@andrehjc

81 episódios