Artwork

Conteúdo fornecido por Traders Club. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Traders Club ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.
Player FM - Aplicativo de podcast
Fique off-line com o app Player FM !

TC « »
Value Tips #116 - A política de Covid zero na China e os impactos nas empresas brasileiras

11:40
 
Compartilhar
 

Manage episode 348056163 series 2764749
Conteúdo fornecido por Traders Club. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Traders Club ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

Hoje, quase três anos depois do início da pandemia, as economias mundo afora já estão integralmente reabertas, com exceção de um país: a China. Mesmo tendo produzido as próprias vacinas e, em teoria, ter tido mais tempo do que outros países para superar os surtos da doença, o governo Chinês insiste em uma política extremamente restritiva, que ficou conhecida como Covid zero.

Durante o último congresso do partido comunista, em novembro, houve uma sinalização acerca da manutenção dessas políticas. Posteriormente, no entanto, a Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que relaxaria alguns dos protocolos relacionados à doença.

Afinal, em qual estágio a política de covid zero se encontra na China? De que forma essas medidas impactam a economia e as empresas brasileiras listadas em bolsa? Para responder a essas e outras perguntas, o Value Tips conversou com Marcos Cordeiro, professor de Relações Internacionais da Unesp e especialista em China; Apolo Duarte, sócio e head de mesa variável da AVG Capital; Arlindo Souza, analista do TC Matrix; Antonio Heluany, sócio fundador e analista de equities da Taruá Capital; e Caio Canez de Castro, sócio da GT Capital.

  continue reading

450 episódios

Artwork
iconCompartilhar
 
Manage episode 348056163 series 2764749
Conteúdo fornecido por Traders Club. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Traders Club ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

Hoje, quase três anos depois do início da pandemia, as economias mundo afora já estão integralmente reabertas, com exceção de um país: a China. Mesmo tendo produzido as próprias vacinas e, em teoria, ter tido mais tempo do que outros países para superar os surtos da doença, o governo Chinês insiste em uma política extremamente restritiva, que ficou conhecida como Covid zero.

Durante o último congresso do partido comunista, em novembro, houve uma sinalização acerca da manutenção dessas políticas. Posteriormente, no entanto, a Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que relaxaria alguns dos protocolos relacionados à doença.

Afinal, em qual estágio a política de covid zero se encontra na China? De que forma essas medidas impactam a economia e as empresas brasileiras listadas em bolsa? Para responder a essas e outras perguntas, o Value Tips conversou com Marcos Cordeiro, professor de Relações Internacionais da Unesp e especialista em China; Apolo Duarte, sócio e head de mesa variável da AVG Capital; Arlindo Souza, analista do TC Matrix; Antonio Heluany, sócio fundador e analista de equities da Taruá Capital; e Caio Canez de Castro, sócio da GT Capital.

  continue reading

450 episódios

Todos os episódios

×
 
Loading …

Bem vindo ao Player FM!

O Player FM procura na web por podcasts de alta qualidade para você curtir agora mesmo. É o melhor app de podcast e funciona no Android, iPhone e web. Inscreva-se para sincronizar as assinaturas entre os dispositivos.

 

Guia rápido de referências