Artwork

Conteúdo fornecido por Grupo EP. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Grupo EP ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.
Player FM - Aplicativo de podcast
Fique off-line com o app Player FM !

Grilos emitem som com as asas

17:13
 
Compartilhar
 

Manage episode 358156533 series 3378939
Conteúdo fornecido por Grupo EP. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Grupo EP ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

Certamente você já ouviu o som de um grilo. Há até quem brinque com o famoso "cri-cri" quando não se obtém uma resposta para alguma questão desejada. Mas você já parou para pensar de fato nesse inseto? Como ele emite esse som e o motivo por qual é tão sonoro?

Os grilos pertencem à ordem Orthoptera, considerada a sexta mais diversa no mundo dos insetos. Estima-se que existam mais de 30 mil espécies diferentes nesse grupo ao qual fazem parte também as esperanças e gafanhotos.

Os sons que os grilos emitem são denominados de estridulação e apenas os machos têm o corpo desenvolvido para gerar o devido sonido. Um detalhe importante é que o som é gerado a partir do contato das asas anteriores. Basicamente o macho raspa a asa direita na asa esquerda. Como a estrutura apresenta uma espécie de "dentição", o atrito gera o som que escutamos. Funciona como uma espécie de "reco-reco" da natureza. Uma curiosidade é que o grilo levanta as asas e faz o movimento de abrir e fechar. O som é reproduzido no momento em que o inseto fecha as asas.

Mas afinal, por qual motivo os grilos estridulam? Não são todas espécies de grilos que emitem som, porém as que fazem isso tem uma razão importante: atrair uma parceira para reproduzir. A fêmea dos grilos é guiada pelo som para encontrar um par. E tem um detalhe, o tímpano dos grilos fica localizado nas pernas anteriores.

Os insetos da ordem Orthoptera são considerados os inventores da comunicação acústica, sendo então os primeiros organismos a se comunicarem por meio do som. Ouvir um grilo hoje em dia é uma forma de viajar no tempo, pois esses insetos compunham a trilha sonora do nosso planeta há quase 200 milhões de anos. Na era dos dinossauros, os grilos já estavam presentes.

Nesse episódio do “Sons da Terra” os repórteres do Terra da Gente conversam com Pedro Souza Dias, biólogo e professor do Departamento de Entomologia do Museu Nacional na Universidade Federal do Rio de Janeiro. No bate-papo eles abordam muitas curiosidades sobre esses insetos tão populares, mas ainda pouco conhecidos pela maioria das pessoas.

Foto: Laboratório de Orthoptera

See omnystudio.com/listener for privacy information.

  continue reading

178 episódios

Artwork
iconCompartilhar
 
Manage episode 358156533 series 3378939
Conteúdo fornecido por Grupo EP. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por Grupo EP ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

Certamente você já ouviu o som de um grilo. Há até quem brinque com o famoso "cri-cri" quando não se obtém uma resposta para alguma questão desejada. Mas você já parou para pensar de fato nesse inseto? Como ele emite esse som e o motivo por qual é tão sonoro?

Os grilos pertencem à ordem Orthoptera, considerada a sexta mais diversa no mundo dos insetos. Estima-se que existam mais de 30 mil espécies diferentes nesse grupo ao qual fazem parte também as esperanças e gafanhotos.

Os sons que os grilos emitem são denominados de estridulação e apenas os machos têm o corpo desenvolvido para gerar o devido sonido. Um detalhe importante é que o som é gerado a partir do contato das asas anteriores. Basicamente o macho raspa a asa direita na asa esquerda. Como a estrutura apresenta uma espécie de "dentição", o atrito gera o som que escutamos. Funciona como uma espécie de "reco-reco" da natureza. Uma curiosidade é que o grilo levanta as asas e faz o movimento de abrir e fechar. O som é reproduzido no momento em que o inseto fecha as asas.

Mas afinal, por qual motivo os grilos estridulam? Não são todas espécies de grilos que emitem som, porém as que fazem isso tem uma razão importante: atrair uma parceira para reproduzir. A fêmea dos grilos é guiada pelo som para encontrar um par. E tem um detalhe, o tímpano dos grilos fica localizado nas pernas anteriores.

Os insetos da ordem Orthoptera são considerados os inventores da comunicação acústica, sendo então os primeiros organismos a se comunicarem por meio do som. Ouvir um grilo hoje em dia é uma forma de viajar no tempo, pois esses insetos compunham a trilha sonora do nosso planeta há quase 200 milhões de anos. Na era dos dinossauros, os grilos já estavam presentes.

Nesse episódio do “Sons da Terra” os repórteres do Terra da Gente conversam com Pedro Souza Dias, biólogo e professor do Departamento de Entomologia do Museu Nacional na Universidade Federal do Rio de Janeiro. No bate-papo eles abordam muitas curiosidades sobre esses insetos tão populares, mas ainda pouco conhecidos pela maioria das pessoas.

Foto: Laboratório de Orthoptera

See omnystudio.com/listener for privacy information.

  continue reading

178 episódios

Todos os episódios

×
 
Loading …

Bem vindo ao Player FM!

O Player FM procura na web por podcasts de alta qualidade para você curtir agora mesmo. É o melhor app de podcast e funciona no Android, iPhone e web. Inscreva-se para sincronizar as assinaturas entre os dispositivos.

 

Guia rápido de referências