Felipe Simão público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
Caro amigo, não me leves a mal,aprecio nossa camaradagem,mando-te a foto do meu pau,mas é só pela sacanagemPor favor, não te ofendas,aposto que já viste coisas mais horrendasminha pica não é longa, nem grossa,não machuco ninguém com essa joçaPor favor, não fiques preocupadoeu não sou gay,apenas contigo sonhei,estavas peladoNão sou gay, reafirmo,sou…
 
Ó coisa soturnaé a polução noturna,jorrada inoportuna,no alto da madrugadavem indesejada,deixa a pica ensebada,a cueca manchadaA cada um é diferentea similaridade é o inconveniente,é esporro espirrado,uns tantos sentem o caralho desgovernado,alguns, o saco esvaziado,outros até, o cu molhado;chora-se por onde se sente saudadeclama-se por onde há von…
 
Caro leitor,é com demasiada dorque anuncio-te o fim do despudor,é chegado o poema sessenta e nove,paro a contagem por motivo nobre,sessenta e nove é o número da reciprocidade,não há espera,não há alguém que impera,não exige determinada sexualidade,é prova de amor sinceraque o mútuo prazer veneraA vida seria mais docese tivesse essa mistura agridoce…
 
A minha maior vitória,será tornar-me o rei da escória;de palavras bonitas os cantos dos infernos estão cheios,decidi não me dar a esses rodeios,obstino o desvéu,a pureza do céu,por completo, carente de malícia,gozar não, rir é uma delícia,condenável é do pecado provar,porém ao disso falar,os mandamentos remanescem intactos,com o tinhoso não tenho p…
 
Eu reclamo,conclamoo seu amor,mas só recebo vazia dor,não sei por que me calo,quando massageia o meu falo;devo travar minha espoleta,não posso virar escravo da boceta,o grelo já virou minha chupetaSó de sexo ninguém se contenta,sem amor nenhum casal se sustenta,mas ao fim a pica me arrebenta,ela sabe usar a ferramenta,até com o cu me atenta,o fogo …
 
Dopo te sono espolio,maledetto imbroglio,sei il fogliodella mia storia dimenticatosoltanto registratonella mia memoria;paura mentre voglia,senso dei miei pensieri,centro dei miei desideri,l’unico camino, fra tanti sentieri,ti voglio oggi, come volevo ieriSei vivido passato,brivido sofregato,misterio inato,desiderio mai soddisfatto,sesso matto,desti…
 
Gostei daquela coisa imundaque fizeste na minha bunda,luxúria profunda,o tesão fecunda,de paixão me inundafico atônito, paspalhoQual é o nome, cintaralho?Ah como queriafazê-lo todo dia,pegaste-o emprestado de alguém?Ah, era da tua tia;verei se no mercado livre tem;chega mais rápido pela Magalu,o quanto antes para comeres o meu cu…
 
Num relacionamento,ao pecaminoso momento,é preciso novo elemento,ser perspicaz,não deixar cair a peteca,metida atráse banana quente na xerecaNo começo é assim mesmo,fica-se a esmo,demora a ficar ajeitado,a estar acostumadoao cheiro de mamilo queimado,a ter o cu beijado,a esse sexo arrojado;depois, quando adquire-se destreza,aí vai que é uma beleza…
 
No escuroquando o amor purose dissipapara dar lugar ao desejo que em nós palpita,a cousa que mais me excita,ver-te nua,à sombra da lua;o silêncio da rua,nosso gemidos calados,desufocadosno ápice,na libido a sinapseImpossivelmente unidos,completamente sumidos,nada mais importa,pois a vida lá fora é morta;não há depois,só nós doise o mundo nosso;faze…
 
Povero Gigino,qualcuno per fargli un pompinonon riesce a trovare,così non può più stareIl mondo sembra perdutoquando si tiene il cazzo asciutto.Non ho potutodargli parola di consoloe succhiare un fallo non è il mio ruoloPovero Gigino,non avrà mai un pompino,accetterebbe anche se lo facesse un ragazzonon ci sarebbe imbarazzopurché sia carinocom’ è i…
 
Sei que é melhor não contaro que fizemos no altar,mas não resisto em relatarnossa irônica forma de pecar;brilhante preliminardeixou-nos sem fôlego para continuaré das cousasque não se ensina nas lousas,como em pé pregare ajoelhado rezar,a penitência de vez já pagar,três ave marias, dois pai nossosficamos puídos, restaram só ossos;deliravas quando l…
 
Sei que é melhor não contaro que fizemos no altar,mas não resisto em relatarnossa irônica forma de pecar;brilhante preliminardeixou-nos sem fôlego para continuaré das cousasque não se ensina nas lousas,como em pé pregare ajoelhado rezar,a penitência de vez já pagar,três ave marias, dois pai nossosficamos puídos, restaram só ossos;deliravas quando l…
 
Nosso leito de amor fecundo,nós, um só corpo moribundo,mísero fio de vida que nos permite o prazer profundo,no devaneio nosso de paixão,não há céu, nem chão,fantástico mundo,onde o que vale é o imundoTu me excitas,és a felicidadee em mim habitas,a facilidadenão é um problema,nossa vida, ditoso poemanão sei por que te consternasem ter tanto prazer a…
 
Do pecadoainda não provado,já conheço demasiadoNão me desconsiderespela minha virgindade de mulherestenho orgias de poemas,falando do assunto sem problemas,ante a experiênciamais valem as palavrasmesmo na inocênciaelas me tiram as travasquero que entendaspara dizer tais coisas horrendasnão precisa ter estado em cima,só é preciso saber a rima…
 
Por favor, não vá!Nosso amor assim não pode acabar!Só agora vejoa força do nosso desejo;neguei-me a ver tantas cousas boasque não encontro noutras pessoas,e ora faço esse poema para listaras inúmeras razões de lhe amarNão entendo,agora tudo revendo,como não valorizei a sua afeiçãopor qualquer posição;e então,prometo dar ao seu gozo requinte,quero q…
 
Já não desfruto mais da boceta,pois fez ela de minha cacetaprópria chupetaE nesse marasmo o oral,o coito virou cousa banal,imploro pela conjunção carnalÁcida saliva, ardor descomunalNão lubrifico mais meu paude líquido vaginalNão há perspectiva positivaQuem diria, mordida inofensivaparece queimadura de água vivaAté mesmo o fétido foder analseria al…
 
Não entendo o sujeito que agedizendo gostar de menage;mesmo que duas me querendo haja,eu não sou uma naja...e sem perder o tom,dois é bom,três é demais;se com uma já sou incapaz,com duas o trabalho é tenaz,um sutiã a mais para ser tirado,um grelo a mais para ser lustradoe um falo a menos na hora de provar o veneno,um prazer que não é pleno…
 
Não quero saber de machismo,não cultuo o falocentrismo,podes tomar notaeu gosto é de xota,ser grande ou pequena não é importante,vale a que me deixar arfanteSe tem coisa que sujeito como eu mais detestaé o termo “mulher honesta”;não quero moça para rezar novenao altar não é onde entro em cena;desejo aquela que me olha e não condenaA minha favoritan…
 
Simão,meu caro irmão,essa manhã não pode ser esquecida,tive a melhor foda da minha vida- É palavra que não pode ser removida -Trepei com mulher mui convencida,quando cheguei já estava equipada- Levaste de borracha pirocada? -Não, digo que ela estava preparada,camisinha, lubrificante…ah ela me deixou arfante,senti-me como um infanteà primeira vez,fo…
 
What bad luckbrings the mother I woud fuck,she is a full unleashed desire,she will set my soul on fire,her touch a flame of hell,the beauty of Jezebel,I can hear the dark bell ring,I can hear the a devil sing“Well, well, well, come here you dirty pal,your home is now hell”Confused, divided, who am I,a good boy or a nasty guy?I wonder if there is an…
 
La più bella cosina,quello che mi domina,la figa divina,l’ha SabrinaMi becca come una carabinaquando la notte si avvicinanel letto mi rovina,col piacere non è sovina,mio veleno, mia medicina,oppure, SabrinaLa sua magia oscuraè la mia malattia, la mia cura,più crudele d’un’assassina,più gentile d’una ragazzina,la sua corpolenza fina,mio paradiso,il …
 
Na nossa separação,a minha maior frustraçãoé ter de mandar ao degredoda memória, o segredonossos nomes sujos,usados em nossos quentes prelúdiosÉ-me como beber cicutanão mais chamar-te de puta;ouvir pela massa de modelar da verdade,o meu baluardo covardevirar cousa rombosa,nomear-te gostosa,batendo na tua nádega porosaA lembrança das nossas heresias…
 
Já é em toda região certeza,encontrar entre seus dedos a proeza,no circunstancial despudor,nunca se viu tanta habilidade do anelar ao indicador;desconhece-se trabalho tão caroquanto o seu labor,Homem-Aranha do Parque Santo AmaroAté a mulher mais feia,quando cai na sua teia,não é ignorada,tem a libido colapsadade tanto tesãoa eclodir de sua mão,siri…
 
Ela é perigosaquando faz-se fogosa,sabe ser venenosa;é obra do mal,succubus com cobra coral,a dita vadiaba,piriguete do conto de fada,criatura demasiado safada,jamais se fartae quase me infarta,mais forte que mulher de Esparta,ela não sabe ser apenascomo as mulheres d’Atenas;a cama cheia de penas,destroçado o travesseiroquebrado meu corpo inteiroDi…
 
Acha-se impressionantesó porque tem rola gigante,ideia de infante,coisa de homem ignorante;pois de nada vale a grandezase não tem a pica destreza,e até pela fraquezada sua línguao nosso affair mínguaChama-me de galinha,pode ser, estou choca,gozo mais sozinhaque com essa miséria de pirocae você não se tocaÉ o fim do nosso amorsexo sem calor;gosto de…
 
A gente fica alarmadase eu e ela andamos de mão dada,a sociedade e as hipocrisias suasse além disso nada mais fazemos às ruas;é entre teto e chãoque arde a nossa paixão,dirá-se que é coisa errada,duas meninas brincando de dedada;fossemos amigas não interviria ninguém,é só uma experiência, tudo bem,mas há um porém,somos namoradas, então não convémDi…
 
Por que odiar o homossexualismo?Ora, não é nenhum modismo,é cousa já antigae não encaremos como sexualidade inimiga,desprendida a sodomia não é algo brutal,pode parecer um tanto anormal,como perfume no pau,listerine e sexo oral,mas consigo não carrega nada de malAliás, o que tens a ver com isso?A vida alheia não é teu compromisso;que cada um seja f…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login