IBC público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
Alexandre Schwartsman fala sobre a expectativa para a reunião do Copom. Comentarista acredita que a Selic terá o aumento de um ponto percentual. 'Não só nessa reunião, mas na de setembro também'. Ele expplica que, em um mundo ideal, a gente teria um governo que estaria fazendo mais força no sentido de mudar essa situação.…
 
Alexandre Schwartsman faz uma análise sobre a alta da inflação nos Estados Unidos e o comentário do presidente do Fed, Jerome Powell. Schwartsman explica que o Banco Central dos EUA acredita em um fenômeno transitório e temporário. Comentarista diz que, caso o panorama se mantenha, a primeira coisa a fazer é reduzir a compra de títulos. Alexandre S…
 
De acordo com o IBGE, há 14,8 milhões de brasileiros desempregados até abril. Os números se mantiveram no patamar registrado no primeiro trimestre do ano. Por outro lado, Paulo Guedes segue no discurso que o país foi o único a criar emprego durante a crise da pandemia. 'Uma sugestão para o ministro da Economia é conversar com o pessoal do IBGE, que…
 
Alexandre Schwartsman conta que, no Brasil, Banco Central já considera elevar a Selic para além dos 6,25% nos próximos meses. A reunião do Copom de agosto, por exemplo, já pode aumentar a taxa em 1 ponto percentual. Nos EUA, a discussão é sobre o momento em que os juros vão subir. De acordo com Schwartsman, alta na taxa básica americana tornam o Br…
 
O FED, nos EUA, e o Banco Central, no Brasil, realizarão reuniões para previsões de política monetária. Aqui, Alexandre Schwartsman avalia que o BC deve divulgar resultados parecidos para a inflação e taxa de juros, mas com uma comunicação mais forte. Isso, porque, até a última reunião se era usada a expressão 'normalização parcial da taxa de juros…
 
Alexandre Schwartsman analisa o alto índice de inflação, que para ele surpreendeu. O comentarista aponta que mesmo tirando condições pontuais o número foi pesado e que provavelmente o teto da meta vai ser perdido. 'O que preocupa mais é que isso está começando a contaminar as expectativas para o ano que vem, isso trás uma complicação adicional para…
 
Alexandre Schwartsman avalia que crescimento de 1,2% do PIB no primeiro trimestre surpreende positivamente. No entanto, ele avalia que dados como a queda na produção industrial, a redução no consumo e o desemprego elevado ainda preocupam. Para Schwartsman, resultados positivos de 2021 ainda não são muito expressivos, já que representam melhora em r…
 
Alexandre Schwartsman avalia que inflação alta já preocupa, pois o Brasil corre o risco de ultrapassar o teto da meta. Para ele, a inflação, especialmente no preço dos alimentos, pode ter grande impacto político, já que provoca descontentamento da população. Schwartsman comenta, ainda, que lentidão nas discussões de uma reforma tributária contunua …
 
Alexandre Schwartsman fala sobre a reunião do Banco Central, a previsão de aumento da taxa básica de juros para 3,5% e as consequências disso. 'Não tem muita surpresa. Uma pedra cantada'. Uma coisa a ser observada é se o BC vai sinalizar o que espera fazer na próxima reunião.
 
Alexandre Schwartsman avalia que ministro da Economia, Paulo Guedes, está perdendo poder e 'encolhendo a olhos vistos'. Para ele, projeto social-liberal foi abandonado pelo governo Bolsonaro. 'Desenho de política econômica anunciado na campanha e no início do governo morreu faz tempo', afirma. Schwartsman comenta, ainda, que causas liberais dificil…
 
Alexandre Schwartsman critica a maneira como o governo lidou com o Orçamento de 2021. Ele destaca que 'todo o aparato institucional que a gente criou para controlar contas públicas não resistiu a essa crise'. O comentarista avalia que a preocupação não é com o controle do endividamento do país. 'Obviamente todo mundo tem medo da pedalada. Mas eles …
 
Alexandre Schwartsman fala sobre os dados apresentados pelo Caged de fevereiro, que mostraram que o Brasil abriu 400 mil postos de trabalho. 'É uma coisa muito esquisita porque o país não está bombando para você ter o melhor fevereiro da história'. Comentarista analisa os impactos da mudança na metodologia do Caged e fala também sobre a Pnad.…
 
Alexandre Schwartsman compara os dados divulgados hoje da Pnad Contínua, que mostra que o desemprego ficou em 14,2% no trimestre encerrado em janeiro, com o Caged, que mostrou que foram criados mais de 400 mil empregos formais em fevereiro. Comentarista destaca que o Caged mudou desde o começo do ano passado. Por isso, enquanto não entendermos dire…
 
Alexandre Schwartsman fala sobre o resultado do varejo em dezembro, que registou uma queda forte. 'Supreendente'. Ele diz que esperava que o fim do auxílio emergencial tivesse um impacto nas vendas do começo do ano e não nas vendas de dezembro.
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login