show episodes
 
Loading …
show series
 
Schwartsman analisa os índices econômicos brasileiros. O IPCA 15, divulgado ontem, fechou o ano em 4,3%, um pouco acima da meta do governo. 'Um número ruim de maneira geral, mas muito carregado na parte de energia, combustíveis etc. Então sugere que não seja algo que continue nos próximos meses', tranquiliza o comentarista, que aposta em um cenário…
 
Alexandre Schwartsman ressalta que ainda acredita que o fenômeno da alta da inflação é temporário, mas confessa que já esteve mais seguro dessa interpretação. Ele comenta o IPCA-15 de novembro e afirma que não esperava um índice tão alto para esse mês. 'Acendi o sinal amarelo. [...] Estou bastante cauteloso a esse respeito'.…
 
Alexandre Schwartsman conversa com Carlos Alberto Sardenberg sobre as previsões para o Índice de Atividade Econômica do Banco Central. Comentarista destaca que o setor de serviços ainda está indo mal, e o mercado de trabalho depende muito desse setor. Por isso, IBC-Br só deve ter recuperação nos níveis de fevereiro no ano que vem.…
 
Quando um Banco Central é independente, ele estabelece os próprios objetivos, mas Alexandre Schwartsman explica que não é isso que está previsto no projeto que passou no Senado. Segundo ele, pela proposta, o presidente da República vai continuar com esse papel, definindo, por exemplo, as metas de inflação. O comentarista avalia que o projeto é bom …
 
Alexandre Schwartsman falou sobre a expectativa de recuperação econômica com a manutenção da taxa de jurus pelo Banco Central. O comentarista disse que é preciso acompanhar a organização das contas públicas. 'Insegurança tem a ver com a incapacidade do governo de articular as reformas que ajudariam a equilibrar as contas', afirmou Schwartsman. Segu…
 
Alexandre Schwartsman desmistifica a ideia de que, com a Selic a 2%, é possível tomar empréstimo a custo reduzido. Segundo ele, a dívida do governo tem prazos distintos e, quando avaliamos a chamada curva de juros, 'a gente começa a ver que a conta é bem mais salgada'. O comentarista explica que o juro pode chegar a 8% num período de dez anos.…
 
Alexandre Schwartman comentou a situação da recuperação econômica do país depois da crise do novo coronavírus. O setor de serviços está crescendo, mas está abaixo do que era antes da pandemia. Schwartman disse que o Brasil deve voltar aos níveis de fevereiro de 2020 em meados de 2021.
 
Alexandre Schwartsman conversa com Sardenberg e Cássia Godoy sobre a recuperação econômica do país. Ele destaca que o setor de serviços, que depende muito da interação entre pessoas, ainda segue muito abaixo do que era pré-pandemia. Na avaliação do comentarista, o auxílio emergencial foi generoso e trouxe algum fôlego, mas não é sustentável. "O que…
 
Alexandre Schwartsman critica a proposta do governo de usar precatórios e o Fundeb para financiar o Renda Cidadã. Ele destaca que "é uma mistura entre calote do calote e burlar regra do teto de gastos. Não à toa o mercado financeiro surtou - e ainda está surtando - em cima disso".
 
Alexandre Schwartsman fala sobre o relatório de inflação, divulgado hoje pelo Banco Central. Ele destaca que os planos do BC são para não subir a taxa de juros, provavelmente, até o final de 2021. Mas, para o mercado, essa percepção não é trivial, há uma discrepância grande.
 
Alexandre Schwartsman destaca que na reunião de ontem, o BC manteve a taxa de juros, o que já era esperado, e trouxe pouca alteração na comunicação. Foram duas pequenas coisas em destaque: reconheceu a fraqueza no setor de serviços e mostrou certa frieza com relação ao movimento de inflação de curto prazo.…
 
Alexandre Schwartsman faz uma análise sobre o conflito envolvendo Bolsonaro e Paulo Guedes e destaca que "quando chega ao ponto do presidente desmentir publicamente o ministro da economia, a gente está em uma situação complicada". Comentarista critica o fato de Bolsonaro não levar a questão fiscal tão a sério, ignorando os problemas que tivemos com…
 
Críticos ao teto de gastos públicos alegam que ele limita a proteção aos mais pobres e vulneráveis. Alguns especialistas destacam, ainda, que a regra que limita despesas pode ser considerada racista, já que prejudicaria principalmente a população negra. No entanto, Alexandre Schwartsman comenta que o teto de gastos não impediu a expansão dos invest…
 
Alexandre Schwartsmann critica a postura da equipe econômica de Bolsonaro e afirma que o ministro Paulo Guedes é "raso" em suas ideias liberais. "O credo está certo, o que está difícil é o contato com a realidade", diz. Comentarista avalia que a agenda de Bolsonaro hoje é puramente política, não tem nada de liberal.…
 
Alexandre Schwartsmann conversa com Carlos Alberto Sardenberg sobre a decisão do Copom de reduzir os juros a 2% ao ano. O comitê, apesar de não descartar completamente novas reduções, afirmou que o espaço para cortes, se houver, "deve ser pequeno". Comentarista explica porque discorda dessa posição.
 
Alexandre Schwartsman faz uma análise sobre os dados do trabalho divulgados nesta semana e avalia que eles levantam alguma esperança de que haja uma pequena recuperação nos postos de trabalho nos próximos meses. Comentarista fala também sobre números do balanço de pagamentos e sobre um encolhimento do passivo externo do país como resultado da desva…
 
Alexandre Schwartsman comenta sobre a proposta do governo para reforma tributária. Ele avalia que a mudança está sendo feita por projeto de lei por ser mais fácil de ser aprovada no Congresso. Mas, por isso, acaba sendo relativamente pequena. "É supostamente um primeiro passo, mas parece muito modesto", avalia.…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login