Musicians público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
MagaSessions were born in 2012 quite naturally, out of the need for a venue where musicians might offer the most varied sonic proposals. More than concerts, given the casual and informal setting, we’ve experienced intimate and creative encounters that have helped bring musicians and listeners even closer together. __________ MagaSessions quickly turned into an experimentation lab, open not only to widely recognised Portuguese musicians but new projects too, and has become a must for all thos ...
 
Curiosidades e análises sobre som feitas por um não músico. Eu sou Pedro Schwarcz, um completo louco. Produção: Baioque Conteúdo | Roteiro e apresentação: Pedro Schwarcz | Direção: Newman Costa | Edição: Felipe Caldo | Redação: Luiz Fujita e Paulo Borgia | Arte: Juliana Barbosa
 
Loading …
show series
 
Brian Eno sempre foi um artista que colocou na sua música muito da sua formação em artes visuais na Belas Artes. Desde o Roxy Music onde todos os integrantes eram formados em artes, até o desenvolvimento da Ambient. Partindo do Glam Rock, desenvolvendo depois a melhor estirpe da música de elevador, a gente vai falar justamente desse momento de tran…
 
Erasmo Carlos foi outro compositor e artista que - recém falecido - deixa um legado inquestionável na música brasileira. Tremendão criou muito e viveu muito, criou muito justamente porque viveu muito. Nos anos 50 ao lado de Tim Maia e o parceiro Roberto Carlos viveu o boom do início do rock´n roll, depois a Jovem Guarda com Roberto e Wanderléa e to…
 
Gal Costa nos deixou na manhã do dia 9 de novembro de 2022. E o que ela deixou para o Brasil, o que ela produziu de Brasil em sua arte e o que ela cantou de Brasil é inestimável. Esse Brasil da alegoria e da indefinição, do encanto e desencanto e rencantamento do mundo, da dialética entre o profano e o sagrado, de contrastes, contradições e do Trop…
 
Raros artistas do pop que fizeram vastas produções que marcaram a década de 70, conseguiram a proeza de acompanhar a mudança dos tempos e suas relações com a música, com o tempo, com a política e com a indústria nos anos 80. Gabriel é um exemplo dessa raridade. Um músico, compositor e cantor sofisticado que liderou a banda de Rock Progressivo Genes…
 
Há alguns artista que se inserem em alguma medida em um universo pop, influenciam artistas dentro do mundo pop, criam linguagens referentes dentro de um universo que podemos enquadrar como parte de uma música brasileira pop, porém seu som muito refinado e elegante não deixam de o colocar à margem desse mesmo mundo e dessa indústria. Cassiano foi um…
 
Poucos artistas do pop balançaram mais as estruturas das possibilidades estéticas, musicais, comportamentais e etc como David Bowie. Um artista embebido das leituras de Nietzsche, literatura Beat, Brecht, Orwell, da arte pop de Warhol e do cinema de Stanley Kubrick. Um artista nutrido pela risada ácida de Andy Warhol, pelo lirismo de Lou Reed, Dyla…
 
Quando um álbum fala tanto ao coração, quando embala tantas melancolias, tantas solidões a um, a dois, a três, quando um álbum de 1971 de uma canadense que poetizou tão bem seu país, seus desamores, seu canada de origem, a contracultura no país que residia (EUA), os desencontros e reencontros armazenados nessa memória tão anárquica que fazem da poe…
 
Existem duas músicas brasileiras, uma antes e outra depois de João. O violão que incorporava em si mesmo uma batida própria, uma voz sem vibrato nenhum, uma sofisticação musical enorme corporificada em um som que fazia uma síntese tão perfeita que - embebida do cool jazz - transformava toda a tradição do samba-canção em um compêndio perfeito cujo o…
 
Olá, pessoal, hoje a gente vai voltar no tempo, voltar lá para inglaterra de 1970. Vamos conversar aqui sobre o disco clássico do Traffic “John Barleycorn must die”. Um disco fora da caixa de uma banda fora da caixa e fora da curva. O cantor, tecladista, guitarrista e meio multinstrumentista Steve Winwood se destacou no Spencer Davis Group por ser …
 
Sade Adu é essa grande ícone do sophisti-pop dos anos 80. Seu som uniu o romantismo e a sensualidade da época à crítica social. Sua origem não está na new wave ou no cenário amplo do pós-punk como outros contemporâneos da New Bossa inglesa: A pegada é black. Mas a Sade está antenada com todos os cenários, com seu tempo, e emana uma potência na voz …
 
Paul Weller deixou seus fãs de cabelo em pé quando largou a voz agressiva punk/mod do The Jam. Largou a rebeldia e o humor ácido, o burlesco, o vaudeville para formar o The Style Council e passar a fazer um som totalmente diverso, calcado em soul, funk, jazz, bossa nova, hip hop, synth pop, new wave, música eletrônica, Chanson, easy listening e tud…
 
Jards Macalé tocou com figuras da Tropicália e esteve em alguns álbuns e cenários representativos do Tropicalismo e do pós-tropicalismo, com Gil, Gal, Caetano etc., mas nunca gostou de rótulos e nunca se sentiu parte de nenhum movimento. Jards em si evoca um movimento muito próprio que reverbera até hoje em tantos artistas malditos da música brasil…
 
Olá, people! Segue mais um episódio do podcast “Um papo sobre Som”. Hoje a gente vai falar sobre o disco “The Clown”, de Charles Mingus, lançado em 1957. Esse disco mostra um Mingus ao mesmo tempo inovador, desconstruidor de linguagem, um iconoclasta do som próximo de toda a tradição mais primordial do jazz e do que é o jazz. Músicas The Clown Hait…
 
Olá, galera, este é o episódio de estreia de “Um papo sobre som”. Vamos começar com uma conversa sobre este clássico do The Clash, Sandinista!, disco em que a banda é ao mesmo tempo menos punk e mais punk do que sempre foi. "Menos" no sentido de caminhar para um som que explora muitos estilos, une o universo do pós-punk ao reggae, dub, hip hop, fun…
 
Loading …

Guia rápido de referências