Antonio Araujo público
[search 0]
×
O melhor podcasts de Antonio Araujo que pudemos encontrar (atualizado Agosto 2020)
O melhor podcasts de Antonio Araujo que pudemos encontrar
Atualizado Agosto 2020
Junte-se a milhões de usuários do Player FM hoje mesmo para obter novidades e ideias quando quiser, mesmo estando offline. Podcast mais interessante com app gratuito que se recusa a ter compromissos. Vamos começar!
Junte-se ao melhor app de podcast do mundo para genrenciar seus shows favoritos online e reproduzi-los offline no nosso app Android e iOS. É grátis e fácil!
More
show episodes
 
O podcast Segundo Take é um projecto de análise cinéfila do António Araújo. Desde a ficção, passando pela fantasia e pelo terror, há espaço para todos os géneros neste exercício de pendor nostálgico que também não ignora as novidades estreadas nas salas de cinema.
 
O “Quem Somos Nós?” é um programa da Eldorado FM em parceria com a Casa do Saber, que discute umas das grandes questões da humanidade sob diferentes pontos de vista. O comando fica por conta de Celso Loducca, sócio da Casa do Saber e sócio-presidente da agência de publicidade Loducca.
 
Loading …
show series
 
No sexto programa da série Crises e Transformações da Humanidade, que vem investigando como se deram os outros períodos críticos da nossa história, convidamos o doutor em história da arte Felipe Martinez para analisar como a produção artística reage a períodos conturbados, deixando-se (ou não) influenciar por eles.…
 
Na última década, vários dos chamados “gestores de topo” portugueses têm sido, um a um, afastados das suas funções por alegada má gestão e corrupção, entre outras razões – umas mais legais que outras. De Zeinal Bava e Ricardo Salgado a António Mexia. Como se explica que tantos líderes das maiores empresas portuguesas caiam do pedestal? Esta entrevi…
 
No quinto programa da série Crises e Transformações da Humanidade – que vem investigando como se deram os outros períodos críticos da nossa história, e de que forma o homem reagiu a eles e seguiu em frente –, convidamos a historiadora e professora da Universidade Federal do ABC, Marcia Alvim, para conversar sobre o tema “as ciências e as crises”. C…
 
Neste episódio, partilho uma conversa com Samuel Andrade sobre a sua iniciativa para encontrar os dez melhores filmes portugueses. Conversamos ainda sobre o título mais votado, "Os Verdes Anos", realizado em 1963 por Paulo Rocha, e uma escolha muito pessoal do Samuel, "Uma Abelha na Chuva", obra formalmente radical de Fernando Lopes em 1972. Descub…
 
Como qualquer cidadão, uma pessoa presa tem direito a trabalhar e não pode ser obrigada a fazê-lo, se assim não o desejar. No entanto, na maioria dos casos, não recebe o mesmo pelo mesmo trabalho feito por uma pessoa livre. Longe disso. “Há pessoas presas que trabalham sete a oito horas por dia, em linhas de produção, têm hierarquia e recebem 60 eu…
 
Partimos para o segundo programa da série Crises e Transformações da Humanidade, que pretende investigar como se deram os outros períodos críticos da nossa história, e de que forma o homem reagiu a eles e seguiu em frente. O convidado desta vez é o historiador, pesquisador e professor da USP João Paulo Garrido Pimenta, que veio analisar o tema “As …
 
Neste episódio, dou continuidade ao ciclo dedicado ao cinema sul-coreano contemporâneo. Nesta quinta parte, vamos conhecer o eclético Kim Jee-woon com História de Duas Irmãs, o assombrado filme de 2003, e O Bom, O Mau e O Estranho, uma frenética homenagem ao western assinada em 2008. Visitem a página segundotake.com, sigam-me no Facebook e no Insta…
 
Republicamos a segunda reportagem sobre o Bairro 6 de Maio, originalmente publicada em outubro de 2018. Segundo dados dos Censos, existiam 20.460 barracas no país, em 1991. A larga maioria situava-se na região da Grande Lisboa (12.212), do Grande Porto (1.311) e na Península de Setúbal (1.101), e as restantes estavam espalhadas pelo país. O alojame…
 
Republicamos a primeira reportagem sobre o “Bairro 6 de Maio”, originalmente lançada em abril de 2018. Segundo dados dos Censos, existiam 20.460 barracas no país, em 1991. A larga maioria situava-se na região da Grande Lisboa (12.212), do Grande Porto (1.311) e na Península de Setúbal (1.101), e as restantes estavam espalhadas pelo país. O alojamen…
 
Para o terceiro programa da série Crises e Transformações da Humanidade, o QSN convidou o pesquisador e doutor em filosofia Renato Noguera para tratar do tema “As visões da África”. Durante o papo, Noguera comentou algumas características das sociedades de países africanos – como o forte peso das tradições mesmo na contemporaneidade –, entre outros…
 
Neste episódio, continuo a série de escolhas dedicadas ao cinema documental com com duas perspectivas diferentes que espelham as actuais tensões raciais vividas nos EUA: "The Central Park Five", por Ken Burns, Sarah Burns e David McMahon, e "I Am Not Your Negro - Não Sou o Teu Negro", por Raoul Peck. Visitem a página segundotake.com, sigam-me no Fa…
 
É uma militante anti-fascista de 92 anos que esteve, durante a ditadura, cerca de duas décadas na clandestinidade. Em conjunto com o seu companheiro, o artista José Dias Coelho, criou uma oficina de falsificação de documentos para os camaradas do partido, incluindo Álvaro Cunhal, eleito líder do Partido Comunista Português em 1961, já depois de ter…
 
No segundo programa da série Crises e Transformações da Humanidade, convidamos a professora de História Medieval da Unicamp, Néri Barros de Almeida, para uma conversa sobre o período que ficou conhecido como a “era das trevas”: a Idade Média. Durante o papo, a especialista fala do forte papel da religião católica na época, contextualiza os desdobra…
 
Neste episódio, reencontramos-nos com Spike Lee através dos seus mais recentes filmes: "BlacKkKlansman: O Infiltrado", de 2018, e "Da 5 Bloods - Irmãos de Armas", estreado em 2020 na Netflix. Visitem a página segundotake.com, sigam-me no Facebook e no Instagram e enviem-me as vossas opiniões e sugestões para segundotake@gmail.com.…
 
Corria abril de 2019, quando lançamos a reportagem “Bolsonaro, um mito em crise permanente”. Procurávamos explicar as origens do “mito” como passaram a chamar a Jair Bolsonaro, presidente do Brasil. O caos parecia ser a estratégia do Bolsonarismo: a cada semana um novo escândalo, uma nova nova demissão ou troca de pastas. A Covid-19 só veio confirm…
 
Corria abril de 2019, quando lançamos a reportagem “Bolsonaro, um mito em crise permanente”. Procurávamos explicar as origens do “mito” como passaram a chamar a Jair Bolsonaro, presidente do Brasil. O caos parecia ser a estratégia do Bolsonarismo: a cada semana um novo escândalo, uma nova nova demissão ou troca de pastas. A Covid-19 só veio confirm…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login