Ativainvestimentos público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
Fechamos o mês de agosto com o índice Ibovespa recuando mais de 3% na casa dos 76.700 pontos, já o dólar subiu mais de 7% fechando na região de R$ 4,06 e segue muito forte. Já nesta segunda-feira, o dia começa com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de agosto e do relatório do boletim Focus. Além disso, o mercado deve rea…
 
BRASIL – O destaque desta sexta-feira é o cenário eleitoral e a campanha gratuita de TV e rádio que começará oficialmente para os candidatos à presidência este sábado. À tarde, o Tribunal Superior Eleitoral irá analisar em sessão extraordinária se Lula (PT) poderá ou não participar da propaganda eleitoral. O mercado seguirá atento também a divulgaç…
 
O cenário eleitoral segue no radar e amanhã o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidirá se Lula poderá participar da campanha eleitoral na TV e rádio. O ex-presidente é alvo de 16 impugnações a sua campanha por conta da condenação no caso do tríplex do Guarujá. Ontem, Geraldo Alckmin foi entrevistado no Jornal Nacional e o foco foi a tolerância do…
 
Por aqui, em dia de agenda esvaziada, o mercado deve abrir repercutindo a entrevista de Jair Bolsonaro no Jornal Nacional ontem à noite e reagir às possíveis especulações sobre as eleições. Lá fora, com os mercados operando sem sinal definido, o destaque fica por conta da divulgação da 2ª estimativa do PIB norte-americano dos Estados Unidos do segu…
 
O Ibovespa deve ser tracionado pelo exterior positivo e o cenário eleitoral permanece no foco dos investidores. Hoje teremos a entrevista de Jair Bolsonaro no Jornal Nacional e o Supremo Tribunal Federal anunciará a decisão de tornar ou não o deputado federal réu pelas acusações de ofensas contra quilombolas, indígenas, mulheres e LGBTs. Outro fato…
 
Brasil: No último dia da semana anterior, o índice Ibovespa apresentou grande volatilidade, mas conseguiu recuperar a região dos 76 mil pontos. Já o dólar, seguiu forte, alcançando o patamar de os R$ 4,10. Nesta semana, teremos uma agenda agitada, com o PIB/2TRI, na sexta-feira, e os dados fiscais de julho. Os investidores seguem atentos a corrida …
 
O cenário eleitoral permanece no foco do mercado em semana que foram divulgadas três pesquisas eleitorais mostrando Luiz Inácio Lula da Silva em primeiro lugar com folga para Jair Bolsonaro. Para a próxima semana, o horário eleitoral gratuito tem início e a maior parte dos investidores esperam que Geraldo Alckmin saia da inércia e comece a desenvol…
 
Após a divulgação de diversas pesquisas eleitorais, os investidores terão como foco no pregão de hoje a agenda econômica que vinha esvaziada desde a última semana. Logo pela manhã, será divulgado o IPCA -15 de agosto e a expectativa é de que o segmento de alimentação volte a ter deflação após três altas consecutivas ainda por conta da greve dos cam…
 
A quarta feira é marcada pelas reações dos investidores à pesquisa Datafolha que saiu logo pela manhã. Apesar do resultado não representar uma grande surpresa, o mau humor deve prevalecer no mercado após a pesquisa apontar forte crescimento de Lula de junho até agora, alcançando 39% das intenções de voto.O destaque do dia, entretanto, fica por cont…
 
BRASIL - Por aqui, o que deve tracionar o mercado é a pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada ontem à noite. Ela mostrou que em um cenário com Luiz Inácio Lula da Silva o mesmo atinge a liderança no primeiro turno com 37% do eleitorado apesar de estar preso desde abril na sede da Polícia Federal após ser condenado pela Lava Jato. Na vice-lideranç…
 
Brasil: Na sexta-feira, o fechou índice Ibovespa fechou a semana recuando 0,63% beirando a região dos 76 mil pontos. Já a moeda americana segue forte e acumulou mais 1,3% de alta no patamar de R$3,91. Hoje é dia de vencimento de opções podendo trazer certa volatilidade e o destaque ainda fica no cenário eleitoral com duas pesquisas nacionais import…
 
Brasil – Ontem tivemos um dia de grande volatilidade no índice Ibovespa, fechando abaixo dos 77.000 pontos, com o dólar seguindo forte, próximo dos R$3,91. Hoje teremos uma nova pesquisa eleitoral e a noite o segundo debate dos presidenciáveis na Rede TV (22h). Além disso, hoje é iniciado o período para a impugnação sobre o pedido de registro da ca…
 
No exterior, o tom é positivo por conta do convite feito ao vice-ministro do Comércio da China a visitar Washington para a retomada das negociações que tentam arrefecer a disputa comercial travada pelos dois países. Os mercados europeus e os futuros em Wall Street abriram com sinais positivos e a lira turca começa a se recuperar das excessivas qued…
 
Lá fora, as principais bolsas europeias e índices norte-americanos operam em leve queda com o temor de mais notícias negativas provenientes da Turquia.Por aqui, o foco ainda está voltado para o cenário eleitoral. Hoje marca o último dia para o registro das candidaturas e tudo indica que o PT deverá oficializar Lula como cabeça da chapa.…
 
No exterior, as principais bolsas e os futuros em Wall Street apresentam sinais positivos em dia de recuperação da lira turca frente ao dólar após duras quedas. Porém, para o curto e médio prazo a moeda deve continuar com viés baixista até que o Banco Central turco seja visto de forma autônoma perante o governo. No ano, a moeda americana já valoriz…
 
Semana passada, o índice Ibovespa recuou mais de 6% voltando a operar na região de 76 mil pontos e entregando toda a alta construída nas três semanas anteriores. Já a moeda americana acumulou uma alta de mais de 4% e segue muito forte operando na região de R$3,86 e querendo buscar o patamar dos R$3,90. Esta semana, teremos uma agenda local mais fra…
 
No mercado local, o índice Ibovespa registrou o quarto pregão seguido de queda perdendo a região dos 79 mil pontos e a moeda americana rompeu a região dos R$3,80, seguindo bem forte. No cenário político, ontem tivemos o primeiro debate dos presidenciáveis deste ano na Band, no qual se mostrou um debate morno, com os candidatos evitando confrontos.N…
 
No Brasil, seguimos com foco no cenário político e devemos ter um dia de aversão ao risco por parte dos investidores já que às 22 horas teremos o primeiro debate entre os candidatos à presidência que será emitido pela Band. A bolsa mostrou certo imbróglio com a incerteza do cenário eleitoral e caiu cerca de 1,5% ontem somada a alta dos juros longos…
 
Por aqui, mesmo com a divulgação do IPCA de julho na parte da manhã, os investidores devem continuar com as atenções voltadas para o cenário eleitoral. Após os rumores de que Geraldo Alckmin poderia ser citado em uma delação de Laurence Casagrande, ex-presidente da Dersa, e até mesmo de que o tucano teria tido desempenho aquém do esperado na pesqui…
 
No Brasil, os investidores seguem de olho na temporada de balanços corporativos e na ata da última reunião do Copom a qual a Selic foi mantida em 6,50% a.a. O documento veio de acordo com o comunicado do BC que se mostra “o mais neutro possível" e frisa que a política monetária dependerá dos próximos passos da atividade econômica. A moeda americana…
 
No mercado local, a semana começa com maior definição do pleito eleitoral. Ontem, o Partido dos Trabalhadores anunciou uma coligação com o PCdoB, declarando que o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, será o vice-presidente na chapa caso a questão com o ex-presidente Lula seja resolvida. Caso contrário, a tendência é que Haddad seja o candidat…
 
Lá fora, as principais bolsas e índices americanos operam estáveis, na expectativa do relatório Payroll de emprego nos Estados Unidos, que deve guiar os mercados nesta sexta-feira.Por aqui, a divulgação do balanço trimestral da Petrobras, que já foi um dos destaques do Ibovespa no pregão de ontem, deve guiar os investidores hoje. Outro fator que ta…
 
As principais bolsas globais e os índices americanos abrem com forte viés baixista nesta manhã influenciados por novos ataques de Trump a China. O presidente americano ameaçou impor tarifas de 25% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, ao invés de 10% como anunciado anteriormente. Ao longo do dia, os investidores devem direcionar suas atenções…
 
No exterior, as principais bolsas exibem leves altas após o Banco Central japonês optar por manter os juros e não realizar alterações na sua política monetária. O reflexo disso é um recuo nos juros dos Treasuries americanos e no dólar frente as outras moedas. Após Trump anunciar que pretende se encontrar com o presidente do Irã, o petróleo também e…
 
Por aqui, em meio a uma temporada de balanços corporativos, os temas que devem agitar a semana estão relacionados à agenda econômica e às eleições de outubro. No cenário político, a expectativa é grande para as entrevistas ao vivo hoje à noite de Bolsonaro, líder nas intenções de voto, e Álvaro Dias, que é cogitado para compor a chapa de Geraldo Al…
 
Ontem, o mercado local viu o índice Ibovespa recuar mais 1%, quebrando a sequência de duas sessões positivas, e o dólar avançar mais de 1,5% fechando acima de R$3,70. Hoje teremos na agenda o resultado primário do Governo Central com expectativa de um novo déficit. Sendo assim, as atenções seguem voltadas para os balanços corporativos, com destaque…
 
No exterior, o tom positivo das conversas entre EUA e Europa sobre as relações comerciais e a temporada de balanços seguem alimentando o otimismo dos investidores. Ontem, Trump anunciou que ele e a União Europeia chegaram a um "entendimento muito forte" para zerar tarifas, barreiras e subsídios a certos produtos. Pela manhã, o mercado fica à espera…
 
Ontem, seguimos o otimismo do exterior com o Índice Ibovespa em uma nova sessão de forte alta, fechando, depois de muito tempo, acima dos 79 mil pontos. Em relação ao câmbio, o dólar à vista recuou, voltando para baixo dos R$3,75. Além disso, os investidores seguem de olho na corrida eleitoral com expectativas diante da formalização dos vice-presid…
 
No Brasil, o foco dos investidores permanece no noticiário eleitoral. O “Centrão” (DEM, PP, PR, SD e PRB) deve oficializar a aliança com Geraldo Alckmin nesta quinta-feira. Agora, os dirigentes do bloco buscam participar efetivamente da elaboração do programa de governo do tucano já que com o apoio ele terá 22 vezes mais tempo de TV do que Bolsonar…
 
O mercado se atenta às alianças dos pré-candidatos, em especial de Geraldo Alckmin, que parece ter conseguido o apoio do bloco chamado de Centrão. Apesar disso, ao se posicionar contra a volta da contribuição sindical compulsória, o ex-governador de São Paulo já causou atrito com o bloco em questão, demonstrando que ainda há muito a ser negociado a…
 
Ontem, o mercado local seguia em um pregão de correção até que os partidos do chamado “Centrão” anunciaram que iriam apoiar o candidato Geraldo Alckmin para a corrida presidencial. Com isso, a euforia tomou conta do mercado e tivemos um rali de fechamento com o índice Ibovespa zerando as perdas e fechando com uma leve alta. Ainda deve ser visto rea…
 
No Brasil, a agenda do dia é fraca e o radar dos investidores segue atento à definição do candidato a presidência que fará aliança com o Centrão (Solidariedade, PRB, DEM e PP). Esses partidos resolveram ontem indicar o empresário Josué Alencar como candidato a vice-presidente da República e firmaram que não haverá cisão entre apoiar Alckmin ou Ciro…
 
Ontem, o Ibovespa subiu quase 2,0%, voltando a fechar acima dos 78 mil pontos seguindo o otimismo. Porém, as eleições se aproximam, com expectativas diante da manutenção do ritmo frente as incertezas do quadro eleitoral. Hoje, com agenda local mais fraca, os investidores seguem monitorando as movimentações eleitorais. O bloco conhecido como “Centrã…
 
No exterior, os principais mercados operam nesta manhã com sinais mistos em dia de divulgação dos dados da produção industrial americana. Outro evento relevante é o depoimento do presidente do Fed no Senado em que devem ser procurados sinais da forma com a qual o Fed irá mover os juros. Além disso, as bolsas estão de olho no encontro entre Trump e …
 
Por aqui, com a aproximação do início das convenções partidárias e registro de candidaturas, os principais candidatos têm buscado alianças, principalmente do bloco conhecido como “Centrão”, para fortalecer suas campanhas. Nesse sentido, o mercado deve reagir ao encontro de Ciro Gomes e representantes do bloco em questão, no qual não houve uma defin…
 
O índice Ibovespa teve uma alta de quase 2% na última sessão, voltando a trazer otimismo para o mercado local e acompanhando o mercado externo.Após o fechamento do mercado, o leilão das seis as distribuidoras da Eletrobrás, que estava marcado para o próximo dia 26 foi suspenso pela justiça federal do Rio de Janeiro. Com isso, as ações devem reagir …
 
No Brasil, o radar dos investidores segue atento a perspectiva fiscal do País. No final da noite de ontem o Congresso encerrou a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019. Alguns itens foram deixados de lado dentre eles o veto a aprovação de reajustes a servidores que obrigava o próximo governo a cortar 5% das despesas com custeio admini…
 
A guerra comercial volta a tomar conta do cenário internacional com a Casa Branca anunciando tarifas adicionais de 10% sobre mais de US$ 200 bilhões de produtos chineses, levando as principais bolsas internacionais a operarem no negativo. O ministério do Comércio chinês respondeu afirmando que será forçado a impor contramedidas necessárias para pro…
 
No Brasil, o principal evento do final de semana prolongado foi a disputa entre o poder judiciário acerca da aceitação do pedido de habeas corpus e possível soltura do ex-presidente Lula. Liberação essa que mais tarde foi negada pelo presidente do tribunal Carlos Eduardo Thompson Flores. Mesmo nesse cenário de incertezas que poderia alterar bastant…
 
No Brasil, o principal dado do dia é o IPCA de junho, que devido à greve dos caminhoneiros pode ser o mais alto dos últimos 20 anos. Além disso, a moeda americana fechou o pregão de ontem cotada a R$ 3,93, que somada ao IPCA, sugere um possível impacto na inflação e na política monetária. O Banco Central afirmou que o irá avaliar o impacto sobre os…
 
Após feriado do Dia da Independência nos EUA, os futuros de Wall Street e as principais bolsas europeias abrem em alta esta manhã e o destaque é a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve. Além disso, amanhã teremos o payroll que é o relatório que contém os dados do mercado de trabalho americano. Ainda no radar, as bolsas asiáticas fe…
 
No mercado interno a divulgação da produção industrial de maio deve trazer impactos da greve dos caminhoneiros, a expectativa é de queda brusca no índice de manufatura. Destaque também para a aprovação da Câmara ontem à noite do projeto de lei que possibilita a privatização das distribuidoras da Eletrobras e notícia de que as debêntures de infraest…
 
Os principais mercados europeus e os futuros de Nova Iorque abrem o dia em clima positivo após Donald Trump declarar que não pretende deixar a Organização Mundial do Comércio (OMC) e que novos acordos comerciais ainda estão por vir. Além disso, Angela Merkel e o ministro do interior chegaram a um acordo acerca da questão imigratória e o impasse pol…
 
Por aqui, a primeira sessão do mês de julho deve ser de liquidez reduzida devido ao jogo do Brasil contra o México às 11 horas. O mercado, entretanto, deve reagir às decisões do STF, que no último dia antes do recesso, negou mais um pedido de liberdade do ex-presidente Lula.No exterior, o clima de cautela em relação às disputas comerciais entre as …
 
Por aqui o cenário político interno se movimentou com notícia de que o PSB deverá apoiar Ciro Gomes nas eleições de outubro; e divulgação de pesquisa eleitoral que mostra Jair Bolsonaro e Marina num eventual segundo turno.Ontem o ministro do STF Ricardo Lewandowski expediu liminar que proíbe as vendas de empresas públicas e sociedades de economia m…
 
No Brasil, o Relatório Trimestral de Inflação e o IGP-M podem agitar o Ibovespa na abertura, junto com o PIB americano do 1T que será divulgado no final da manhã. O RTI afirmou que as projeções de inflação seguem em níveis considerados baixos e o Banco Central ratificou que os próximos passos da política monetária dependerão da atividade econômica.…
 
O BC realiza hoje novo leilão de swap cambial para aliviar a pressão sobre o dólar que ontem chegou ao patamar de R$3,80 diante de uma valorização do dólar com a pressão vindo do exterior. Não menos importante foi o anúncio do Conselho Monetário Nacional (CMN) de que a meta da inflação será de 3,75% a partir de 2021.A divulgação da ata do Copom tro…
 
No Brasil, o mercado segue atento a ata do Copom e a decisão do ministro Fachin, de enviar ao STF o recurso para que o pedido de liberdade do ex-presidente Lula seja analisado. Ainda não se sabe se o julgamento ocorrerá antes ou depois do prazo final para confirmação das candidaturas. Ainda sobre a ata do Copom, o mercado de juros precificava uma m…
 
Por aqui, o cenário político deve dar o tom do mercado para hoje. Primeiramente, o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin retirou o pedido de liberdade de Lula da pauta de amanhã, alegando que o TRF-4 já havia negado a admissão do recurso extraordinário. Por outro lado, ainda na última sexta-feira foi homologada a delação de Antonio Palo…
 
Na manhã de hoje a liquidez do mercado deve ser reduzida por conta do jogo entre Brasil e Costa Rica pela Copa do Mundo da Rússia às 9h. A principal notícia de hoje fica por conta da derrota da Petrobras em ação trabalhista no TST, que pode impactar o resultado da empresa em mais de R$ 15 bilhões. No entanto, a estatal informou que irá recorrer da …
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login