show episodes
 
Essenciais é um podcast original da Deezer onde alguns dos maiores nomes da música brasileira são entrevistados em um bate papo informal e descontraído. Usando a discografia do artista como fio condutor, 15 faixas são selecionadas e usadas como linha do tempo para percorrer sua história. Apresentado por Roberta Martinelli. Gostou do Essenciais? Na Deezer você encontra trechos exclusivos das conversas com nossos essenciais. Confere lá! https://www.deezer.com/en/show/57055
 
Loading …
show series
 
Ela nasceu pra ser cantora, nada além de cantora, nunca desejou ser outra coisa. Maria da Graça Costa Penna Burgos se encantou com a Bossa Nova, se revelou com a Tropicália e explodiu como uma cantora eclética, refinada e popular. Aos 75 anos, Gal Costa segue atualíssima sendo uma das maiores cantores do Brasil. É sobre ela o Travessia desta semana…
 
As três coisas que importam no mundo para o violeiro são a viola, a alforria e o amor. A liberdade da escravatura ao som dos tambores. A libertação do negro a se orgulhar de ser do jeito que realmente é. A liberdade de assumir a sua sexualidade. A libertação sexual da mulher. Liberdades e libertações é o tema do Travessia desta semana, aqui na Cent…
 
Salve as crianças! Com a chegada do 27 de setembro, festa de São Cosme e Damião marcada pela distribuição de doces nos subúrbios cariocas, nós celebramos os erês. As crianças nos lembram da importância de rir, brincar e não nos levarmos tão a sério, mas nos convidam olhar a vida a partir de outras perspectivas. A sinceridade dos erês nos convida a …
 
Se existe algo que está no DNA brasileiro tanto quanto nossa música, este algo é o futebol. E o futebol é a paixão do torcedor maluco que vai ao estádio do Palmeiras sofrer pra vencer o XV de Jaú, ou o torcedor que há 20 anos não vê o Corinthians ser campeão. O corneteiro que reclama da convocação de Zagallo no ano antes da Copa. A devoção ao ídolo…
 
Atotô!!! Salubá!! Neste episódio especial saudamos os velhos e os mais velhos: falamos de Omulu e Nanã. Tocamos em temas sensíveis como a doença, a velhice, normatividade e divergência, ainda, falamos sobre a morte. Falamos sobre como estes orixás antigos, seu conceito, seu axé, descolocam estas palavras que tanto nos atormentam e nos convidam imag…
 
Kawó Kabiesilé!!! Oraieieô!!! Neste episódio tivemos a honra de entrevistar o Sílvio Almeida. Falamos sobre justiça(s), o Estado, sobre a necessidade de se refundar o nosso imaginário a partir de outras referências, Luís Gama e, naturalmente, de macumba. Se você gosta do podcast e pode nos ajudar, contribua com a produção de conteúdo independente. …
 
Dizia Carlos Drummond de Andrade que Vinicius de Moraes era o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão, da poesia em estado natural. O único que teve mesmo uma vida de poeta. E poeta foi, dos mais incensados pelos pares em sua época. E foi também diplomata. E cantor. E compositor. E dramaturgo. E, claro, boêmio. O Travessia de h…
 
Para celebrar as muitas faces de Elza Soares, a voz capaz transitar entre vários ritmos e misturar o samba, o jazz, o rap e a macumba escolhemos três discos: A Mulher do fim do mundo (2015), Elza Soares e Baterista: Wilson das Neves (1968) e Senhora da Terra (1979). Diferentes pontos da trajetória dessa artista imensa nos convidam pensar as escolha…
 
Kaô Kabecilê, Xangô! Salve o senhor da pedreira! O grande rei, Alafin de Oyó! Conhecido como o Orixá da justiça, Xangô representa a liderança, a criação de estabilidade e prosperidade. Neste episódio observamos como os conceitos de liderança e de justiça de Xangô são diferentes das ideias de comando, tirania e punição. Refletimos sobre como seu pod…
 
Elas aprenderam música sem qualquer formalidade, colando os ouvidos no rádio, soltando a voz e dando vazão ao próprio dom. Elizeth Cardoso, a Divina, ícone da transição do rádio para a televisão. Juntou a cultura popular com a sofisticação, e esteve ligada aos grandes momentos da cultura brasileira de seu tempo. Completaria 100 anos em 16 de julho …
 
O terror é um gênero muito fértil para pensar a nossa sociedade. No entanto, analisando algumas narrativas de outra perspectiva nos perguntamos: o que os filmes de terror nos ensinam a temer? Quem são os monstros, as criaturas, os mortos-vivos que representam um risco ao modo de vida ocidental, cristão, patriarcal? Nem toda diferença é uma ameaça, …
 
Nada como um sorriso burro e paranoico para não perceber a velocidade terrível da queda. A arte arde, a tarde cai no abismo das esquinas. Chegamos ao limite da água mais funda. Levanto o olhar pro céu. E mesmo o Padre Eterno que nunca foi lá, olhando aquele inferno, vai abençoar. A decadência é o tema desta semana do Travessia, a música brasileira …
 
Filha do medo, a raiva é mãe da covardia. Da dor de cotovelo ‘a ditadura, ela faz parte da nossa vida. É sobre a raiva, o ódio, a cólera, a ira, o Travessia desta semana, que traz: — Geraldo Vandré convoca os marinheiros e o povo a descer o cipó de aroeira no lombo de quem mandou dar — Lupicínio Rodrigues e a orgia de carnaval que virou uma caixa d…
 
A vulnerabilidade extra das populações indígenas diante do avanço da pandemia não é um acidente, mas uma consequência direta de uma hierarquia estabelecida por um projeto genocida. Acompanhe a plataforma de monitoramento da situação indígena na pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil: https://covid19.socioambiental.org/…
 
O samba é um dos fundamentos do Benzina. Para honrar a sabedoria do populacho e nos conectarmos com a alegria em tempos difíceis, nossos guerreirinhos analisaram algumas canções do repertório de Zeca Pagodinho, essa entidade do subúrbio carioca, um grande artista capaz de nos lembra de deixar a vida nos levar. A fé, os amores, a noite, a festa, a m…
 
O Rio de Janeiro. O Estácio e a Vila Isabel. A medicina e a poesia. O médico da mente a da alma. A terapia do subúrbio e do botequim. O amigo que entra desesperado no bar. O navegante negro. Ela que sente a solidão do oitavo andar. O boia-fria que sonha com bife ‘a cavalo e batata frita. João Bosco. Kid Cavaquinho. As marias e clarices. O catavento…
 
Neste episódio, Orlando e Carapanã falam sobre como a direita, sua máquina de propaganda, monopolizou o debate político nas redes sociais e sobre como isto transformou a própria definição de política. Episódio do Viracasacas sobre redes sociais com Letícia Cesarino: https://viracasacas.com/2020/04/27/165-conversas-da-quarentena-a-caixa-preta-do-zap…
 
A morte nos arrancou dois belos pedaços da música brasileira nas últimas semanas: Moraes Moreira e Riachão. Se o que define a brasilidade, antes de tudo, é a mestiçagem, Moraes foi e sempre será brasileiríssimo: levou o rock ao samba, ao frevo, ao baião. E mudou nossa música e o carnaval. Riachão foi o expoente soteropolitano do samba-cronista dos …
 
Um dos livros mais mencionadas no Benzina enfim é destrinchado em diálogo com pensadores como Deleuze, Agamben e Kara Keeling, sem deixar de fora a sabedoria do populacho. ‘Bartleby, o escrevente’ nos apresenta essa figura inexplicável: um copista que preferiria não realizar suas tarefas. As relações de poder entre patrão e empregado, narrador e pe…
 
Um macaco solta pipa na Índia. Funks estimulam a prevenção nas favelas. O ministro da saúde argentino recomenda a masturbação durante a quarentena. Se um macaco se diverte, por que rapidamente se fala em evolução? O funk é arte engajada e uma forma de comunicação eficiente. Quem não vê? Punheta, siririca, troca de mensagens, fantasias e videochamad…
 
Mais do que nunca é preciso cantar, é preciso cantar e alegrar a cidade. São tempos difíceis, mas é hora de dizer que a felicidade ainda vai desabar sobre os homens. Estamos entrando no auge da crise do coronavírus, mas o Travessia de hoje fala sobre esperança, perseverança e expectativa de dias melhores. Fique em casa, respire fundo e venha conosc…
 
Patakori Ogum! Neste programa saudamos Ogum, o senhor das técnicas e das artes. Mas isso não é tudo, falamos sobre a criatividade macumbeira, guerrilha cosmológica (que transforma São Jorge em Ogum) e sobre arte e uma outra forma de (re)existência. Ainda, contamos com a participação de Luiz Antonio Simas. Se você gosta do podcast e pode nos ajudar,…
 
Tempos difíceis, tempos de confinamento. A falta de contato com pessoas queridas é uma das grandes dificuldades da quarentena que vivemos. Fala do problema ajuda a lidar com ele. O Travessia hoje vai te fazer companhia para lembrar como a música brasileira tratou dela, a solidão. Nesta edição: — Alceu Valença e a solidão dos astros, da lua, da noit…
 
A emissão de gases poluentes diminuiu. Os pandas voltaram a transar. A solidariedade inspira soluções criativas nas favelas. A adoção de bichos pode diminuir a solidão e ensina outras formas de estar junto. A responsabilidade é fundamental em tempos de pandemia e pode mudar as formas como agimos no mundo. Se você gosta do podcast e pode nos ajudar,…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login