show episodes
 
Visto que tudo tem limites e tudo é discutível, Joana Gama e Rita Camarneiro debruçam-se sobre os limites de tudo numa perspectiva maioritariamente humorística. Neste (vídeo)podcast, cada episódio aborda um tema, discutindo-se os pontos extremos desse mesmo assunto, com exemplos dados pelas apresentadoras de um ponto de vista mais pessoal ou não. Visto que erroneamente nos tomamos a nós próprios como exemplo de todas as coisas, também elas se apresentam assim, como estando dentro da média, m ...
 
É um espaço de terapia pessoal pela pessoa chamada Joana Gama em que vocês também serão convidados a entrar. Psycho porque receio não bater bem da cabeça e terapia porque é uma palavra que geralmente custa dinheiro e aqui não. Só tempo. As ilustrações são da @lara_luis
 
Loading …
show series
 
Nos Limites dos Jogos, não podíamos ter ficado indiferentes a alguns grandes clássicos jogos com o lencinho. Além disso, mostrámos a nossa indignação relativamente a vários jogos que não têm piada alguma. Tentámos ligar a Marco Horácio, mas talvez o número não estivesse certo, visto que tentámos um à sorte no momento. The post banana-papaia #32 🍌 O…
 
Neste episódio, falámos com um convidado de peso: Mário Grilo, o pai da nossa anfitriã Marta. Desde a infância em Moçambique, onde fez a sua primeira viagem (foi sozinho e à boleia passar um mês com uma tribo africana), até ao seu gap year aos 62 anos, prepara-te para um episódio com décadas de histórias. Depois do 25 de Abril, no precipício da mai…
 
Com viagens de bicicleta, à boleia e até a correr, o Duarte Delgado é um europeu convicto com muitas histórias para contar. Na Rússia fez um intercâmbio, durante o qual tentou bater um recorde do Guinness. Em 2019, durante o seu gap year, fez voluntariado de seis meses na Roménia, através do European Solidarity Corps, onde promoveu as tradições rur…
 
Estamos de volta ao canal do Maluco Beleza! E, como primeiro banana-papaia do ano, tínhamos de falar sobre os limites das resoluções 🎉 . Ligámos a Frederico Pombares mas, pelo meio, discutimos o habitual limite mínimo, máximo e homenageámos o que nos parece indiscutível. Relembramos que dia 2 de Março há banana-papaia no Villaret com Rui Maria Pêgo…
 
Decidi falar sobre algo que surgiu em conversa no Podcast do Tomé Ramos - Mais do que uma Vez já que há muitos anos que tenho vindo a pensar nisto (não necessariamente bem, já sabem que a bicha é aparentemente humilde no que toca aos seus pensares). E os nossos pais? O quanto nos condicionamos para os impressionar ou para não os desapontar? Por que…
 
Os TravelB4Settle, com os seus imponentes 24 mil seguidores no Instagram, são a Matilde e o Miguel. Ela de Torres Vedras, ele de Almada e juntos são, há dez anos, um casal terra-a-terra que faz da viagem e do nomadismo digital o seu quotidiano. Um gap year entre 2017 e 2018 pelo Sudeste Asiático abriu-lhes os olhos para uma maneira mais lenta de vi…
 
​​Joana Dâmaso é a mais recente CEO da Associação Gap Year Portugal. Assumiu o cargo num ano atípico - se o conceito de um gap year já era algo desconhecido pela maioria dos portugueses, agora a desconfiança é a grande dificuldade. No entanto, a paixão da Joana mantém-se: a presidente acredita que, na altura de fazer escolhas, a possibilidade de fa…
 
O Dia Internacional do Voluntariado celebra-se este sábado, dia 5 de Dezembro. Quisemos sinalizar o dia com uma conversa em jeito de debate com dois convidados de peso: a Joana Pereira, presidente da associação Para Onde, e o Afonso Borga, mestre em Estudos de Desenvolvimento. São dois especialistas que fazem do voluntariado um modo de vida e neste…
 
O Tiago tem apenas 23 anos e já conta com um currículo impressionante de experiências dentro e fora de fronteiras: andou mais de 200km na Eslováquia com o seu grupo de Escuteiros, tirou Gestão na NOVA SBE, fez um intercâmbio de 5 meses na China, trabalhou dois meses em Madrid, fez um curso de empreendedorismo social nos EUA durante um mês e meio e,…
 
A trabalhar há três temporadas na Islândia, o estilo de vida da Adriana Correia é um permanente gap year. Em 2016 deu-se o primeiro ano sabático, numa viagem pela Índia e pelo Sudeste Asiático com o namorado. Falamos em primeiro porque houve um segundo, em 2019, novamente pelo Sudeste Asiático com paragens pelo Japão e Filipinas, mas, desta vez, a …
 
O recrutamento da Gap Year Portugal está de volta! Procuramos jovens ambiciosos, dinâmicos, desenrascada e que veem a Gap Year Portugal como um motor de mudança. No episódio de hoje, falamos sobre os departamentos que têm vagas, a vida dentro e fora da associação e sobre aquilo que nos une! Acompanha a Gap Year Portugal nas redes sociais Instagram …
 
O bichinho das viagens já existia; o passo seguinte foi comprar o voo para a Índia. Com praticamente nada planeado para o seu gap year, o Pedro decidiu pôr-se à prova: viajou sozinho durante 6 meses pelo Sudeste Asiático, onde fez um retiro de silêncio, navegou sozinho durante uma semana pelo rio Mekong e andou à procura de leopardos das neves, no …
 
A oportunidade de percorrer uma das estradas mais altas do mundo surgiu e o Bernardo não podia deixar escapar. Com mais dois amigos, planeou uma viagem de mota pelos Himalaias e, para dar um toque diferente a esta aventura, o seu amigo tibetano, Ugyen, sugeriu levar umas cartas em inglês para entregar numa escola de refugiados tibetanos. Levou 10 c…
 
Em 2018, a Joana e o Tiago largaram tudo para ir viajar durante 11 meses, sempre por terra. Começaram em Budapeste, na Hungria, e esse foi o único voo que apanharam até chegar a Timor, em abril deste ano. Por entre boleias, comboios e autocarros, o casal de Sever de Vouga foi partilhando a sua odisseia nas redes sociais, com testemunhos sem filtros…
 
A Joana tinha como objetivo a estudar medicina até ao dia em que chegaram os resultados dos exames nacionais. Nessa altura, decidiu que queria fazer um gap year. Juntou as suas poupanças que tinha e partiu à boleia pela Europa. Só tinha um limite: não gastar mais do que 500€. O dinheiro foi esticando e passaram-se 5 meses, repartidos por 16 países …
 
Até aos 26, o Manuel nunca tinha parado para pensar. Estava há 5 anos no mercado de trabalho quando decidiu despedir-se e ir para o Tarrafal, em Cabo Verde, onde fez voluntariado durante 3 meses. Essa decisão foi o ponto de viragem de que precisava e uma das razões pelas quais, hoje, é escritor e autor do livro "Se Sentes, Não Hesites" que já chego…
 
E depois da licenciatura, qual é o plano? A resposta pareceu-lhes óbvia: viajar. Amigos desde sempre, o Alex, o João e o Fernando decidiram dar a volta ao mundo durante 8 meses com o objetivo de chegar ao Alaska, Por entre boleias, trekkings intermináveis, sapos e ursos, histórias não lhes faltam! Acompanha a Gap Year Portugal nas redes sociais Ins…
 
Depois de trabalhar 6 anos na mesma empresa, o Ricardo decidiu estava na altura de se desafiar. Agarrou na sua bicicleta e em 250€, e durante 6 meses encarou o papel de “agricultor” em quintas ecológicas e de permacultura por Portugal Continental e Açores. Hoje é líder dos Caminhos de Santiago e considera-se bailarino da vida. Acompanha a Gap Year …
 
Desde o ensino básico que sonhava em fazer um gap year e ter experiências de voluntariado, mas foi só no final da licenciatura e com a célebre pergunta "E agora, que Mestrado vais escolher?" que decidiu partir para a ação. A Rita Soares foi a vencedora do Concurso Gap Year Portugal 2017 e neste episódio abre o jogo sobre o processo de candidatura, …
 
Viajar faz parte da sua essência. Com apenas 8 anos já tinha conhecido metade da Europa! A sede pela aventura nunca terminou, nem mesmo quando decidiu enveredar pelo curso de Medicina. Já fez voluntariado, mochilão pela América do Sul e desafiou-se, recentemente, ao largar o seu emprego para trabalhar abordo de um cruzeiro. Hoje é Médica de Medicin…
 
O primeiro episódio foi gravado ao vivo no Gap Year Summit, o evento anual da Gap Year Portugal, com a Joana e o André, mais conhecidos como Honeymooners. Desde 2016 que viajam pelo mundo fora vestidos de noivos. Contam com mais de 250 mil seguidores nas redes sociais e com um dos blogues de viagens portugueses mais lidos! Acompanha a Gap Year Port…
 
Já chega dessa conversa? De que só os malucos é que vão ao psicólogo? Ou quem não tem amigos? Neste episódio tento explicar por a + b (adoro esta expressão) as várias razões que fazem com que a ida ao psicólogo não seja só importante como, muitas vezes, crucial. Falo sobre a vergonha de expormos as nossas fragilidades e os perigos das comparações c…
 
Não pensem que é por isso. Já ando a pensar neste tema há meses. Aliás, sendo sincera, desde a minha quarta classe que foi a primeira vez que me aconteceu. Falo-vos do coração, ainda que o discurso possa não ser o mesmo que mais se ouve de quem mais dói. Falo com respeito, com empatia, mas também com vontade que tudo caminhe para algo mais do que a…
 
Pronto. Tinha que ser. Estou a usar o meu próprio pod em que falo sobre mim mesma para divulgar um livro que escrevi sobre a minha vida e os meus pensamentos. Há algo mais semelhante a onanismo que isto? Quem não souber o que quer dizer "onanismo" vale a pena ir ao dicionário, vai enriquecer a vossa vida. Já não tenho essa certeza sobre o meu livro…
 
Ui e esses ciúmes de merd*? O quanto já sofreram com isso? Quantos ataques de ansiedade? Quantas chamadas sem serem atendidas? E cuscarem telefones e e-mails? Ou serem cuscados? E mudaram como se vestem? Deixaram de falar com pessoas, perderem amigos... Deixarem de ser parte do que são para que a outra pessoa lide melhor com o espaço que ocupam... …
 
Não façam já esse revirar de olhos. Já estou para falar deste tema desde o primeiro e não estou a andar à boleia de acontecimentos recentes para fazer o Psychoterapia. Porém, tornou-se mais urgente fazê-lo e sobre isto. Houve uma altura em que tive de escolher não morrer logo e foi isso que me manteve por cá, ainda que sabendo que sobrevi…
 
Ela já o tinha fisgado. Literalmente. E foi com segunda intenções que o sugeriu para um papel de uma peça de teatro, onde ele teria de fazer de par romântico, com ela. A confissão é da Matilde Breyner, casada com Tiago Felizardo. Mas até darem o primeiro beijo... tiveram de controlar a ansiedade em cima do palco. Depois disso passaram a ter de geri…
 
Não é fácil, corações, não é fácil. Isto de ter graça, de ter nascido com graça, dela me correr nas veias tem o seu preço. Já se imaginaram a ser hilariantes o dia todo? E a rebentar com um Saxo? Olhem que é difícil. Onde ficam as outras emoções? E as outras pessoas que ficam tão abaixo de vocês na sua qualidade de hilaridade? É um mundo difícil pa…
 
Farta disto e até diria mais: SOU CONTRA ser CONTRA ou a FAVOR das coisas. Não se for em minúsculas e não se conseguirmos estar disponíveis para conversarmos uns com os outros, mas sou CONTRA irmos todos em manada sermos CONTRA ou A FAVOR sem serem coisas que mexam connosco ou que passem a mexer por mero mimetismo ou necessidade de pertença. Vivemo…
 
Cantar os outros em jeito de crónica.«Como tive de me apagar um bocadinho no início de Deolinda para a personagem poder viver, senti muitas vezes que as pessoas me confundiam com a personagem. Isso não é justo nem para a personagem nem para mim. As pessoas deviam estar à espera que eu usasse as mesmas roupas que usava em palco e eu comecei a não qu…
 
Bebés, lamento, mas já foi. Aqui a que "queria amor, pá!" encontrou um bocadão dele. Dê no que der, já está a ser fixe. Estou cheia de medo, mas também cheia de... fé. Quis partilhar convosco que somos todos merecedores de encontrar alguém que nos veja e que goste. Sem limar, sem manipulações, sem amputações. Dure o que durar, vale o que vale... ma…
 
Não falo das vozes que dizem "escarafuncha o focinho desse indivíduo com uma faca de serrilha", falo de outras. Daquelas que às vezes sussuram tão baixinho que nos manipulam e nos reduzem. Ou que nos lixam um date porque só nos fazem pensar se a outra pessoa repara que não regulamos bem e durante quanto tempo temos de esconder quem somos e tal. Duv…
 
Tenho várias e fica aqui um agradecimento público e também um pedido de desculpas a todas. Não por nada em particular, mas por tudo em concreto. A Susana e eu conversámos via Zoom (porque covid e porque ela está no Egipto) sobre os nossos 15 anos de amizade. Spoiler Alert: mete Badajoz, cavalos, queijos, Damaia de Baixo e Ménage. Vamos fingir que t…
 
Não me fazia, malta. Quer dizer, até fazia, mas só despida. Quando me visto parece que não sei estar, é uma chatice. Tenho plena noção que este episódio está bastante mais cru que os anteriores, mas é por ser um assunto que não tenho grande coisa pensada. Estou mesmo a fazer o exercício em directo convosco. Por falar em exercício, pois... Este epis…
 
Depois do episódio anterior sobre o amor e a respectiva incorrespondência de expectativas e disponibilidades recebi imenso feedback da vossa parte tanto por instagram como por e-mails para psychoterapiapodcast@gmail.com. Achei que poderia ser giro partilhar convosco alguns dos conselhos que me deram, alguns insights que me fizeram repensar para que…
 
Conheciam-se há muitos anos, porque tinham o mesmo grupo de amigos. Mas estavam longe de imaginar que se tornariam marido e mulher. Foi numa atuação no programa da TVI "Dança com as Estrelas" que Bernardo Costa, mais conhecido por Agir, percebeu que podia haver ali mais qualquer coisa. Daí ao namoro não demorou muito. Até porque ele esforçou-se por…
 
Não sei como tem sido 2020 para vocês no que toca a romance, mas tenho tido um azar do caraças. Até me têm "calhado" pessoas fixes, mas estão "emocionalmente indisponíveis". Será muito triste assumir que quero é namorar? Não é nada popular dizer que não me apetece fazer sexo à parva, pois não? São uns 40 minutos em que me lamento por não ser amada …
 
É suposto que este 0 sirva para uma breve apresentação do que pretendo que seja este podcast. Porém, não tenho nada delineado, quero ver onde é que isto me/nos leva. É como se fosse uma espécie de... terapia (daí o nome, olé) em que vocês irão ser convidados também a participar. Estou cheia de medo por ser a primeira coisa que faço em nome individu…
 
Seria Michael Jackson um altruísta nato? E isto do voluntariado é meramente altruísta? A Joana Gama poderá ou não ter sido recusada como voluntária numa instituição. Algo inédito também aconteceu: falou-se de escuteiros e não foi a Rita Camarneiro a puxar o assunto. Ligámos para uma pessoa super impecável que poderá ou não ter atendido o telefone. …
 
Na adolescência cruzavam-se em casa dos avós dela. "O Miguel já era o rapaz da viola. Tinha um fraquinho por ele...". Só voltaram a cruzar-se anos depois, numa fase em que ambos recuperavam de desgostos amorosos. E depois de um início conturbado, com grandes coincidências... (coincidências?) ele pediu-a em namoro num bar de karaoke. A história de a…
 
Deverá haver limites na orientação sexual? Ou, talvez, na quantidade de imaginação que a malta homofóbica e afins gastam em visualizar outro tipo de casais a fazerem amor? Será que a Joana é mesmo bissexual ou ter-se-á enganado? A Rita estará a vacilar com a Joana ou, mais uma vez, deixará bem claro que o grande amor da sua vida é o Pedro e que tra…
 
Ora cá está uma coisa que raramente nos lembramos depois de a termos, a não ser quando nos pingam contitas para pagar e que não sabemos onde vamos buscar o dinheiro, não é? Giro isto da vida, não é? Se formos um passarinho sim, se conseguirmos correr também. Numa ode a mais respeito pela independência, a Rita Camarneiro e a Joana Gama falam sobre o…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login