Jose Marino público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Partindo do que é história ou do que se prepara para ficar na história, A Teoria da Evolução pretende enquadrar o passado, antecipar o futuro e confirmar o presente de uma das actuais forças motrizes da música nacional: o Hip Hop. As entrevistas são o mote e a conversa não tem limites. Com José Mariño Programas completos(músicas na íntegra) disponíveis em https://www.rtp.pt/play/p5941/a-teoria-da-evolucao
 
Loading …
show series
 
Eva Cruzeiro é Eva RapDiva, um nome de guerra que deve a Tamin, companheira de muitas aventuras. Dois álbuns no currículo , um terceiro que acabou por ficar na gaveta e um novo EP a chegar brevemente. Rainha no Freestyle, foi em Portugal que deu os primeiros passos na música mas foi em Angola que rebentou definitivamente a escala, batendo recordes …
 
Com o apoio do bairro, Chelas, e da familia, Tchapo vai trilhando o seu caminho. Já trouxe Turbuléncia, duplo àlbum, e promete Conteúdo Problemático, com Sebeiks, para um futuro próximo. O Crioulo é a sua língua de eleição mas o Português está à espreita. Poeta vadio, como gosta de se intitular, acredita no poder da palavra e na música, qualquer qu…
 
Tchapo é Luis Andrade, orgulhoso habitante de Chelas. Para além do sangue de Chelas, o Hip Hop também lhe corre nas veias, em parte, com a benção da irmã. O primeiro grande marco, e na realidade cartão de visita, no percurso de Tchapo chama-se Idade dos SonhosUm tema com beat de Sam The Kid que gravou (2004) ao lado do infelizmente já desaparecido …
 
Esta edição, para podcast, tem mais meia-hora de conversa do que a que foi originalmente emitida na Antena 1. E os assuntos são tantos quanto a vontade de comunicar do convidado. Tekilla está centrado no novo álbum Olhos de Vidro, promete CD, Vinil e concertos para Setembro, relembra como começou a rimar, a ligação com Valete, frequentavam a mesma …
 
Depois de Tekillogia(2004), Madvision(colectivo que formou com STK, Kacetado, Kronic e DJ Link- 2005), A Preview(2009) e Erro Perfeito(2014) o MC, nascido em Peniche mas com Angola nas veias, pôs mãos à obra com o produtor e instrumentista Fred Ferreira(Orelha Negra, entre muitos outros) para voltar em grande ao activo. Olhos de Vidro é o 4º e novo…
 
Porto, Lisboa, Londres, Brasil e Palestina são alguns dos destinos desta conversa com o cérebro da Paga-lhe o Quarto A viagem em trabalho ao médio oriente marcou e muito a vida de Keso. Na mira, o documentário “Bukra” onde se pretende dar voz às diferentes formas de resistência à ocupação israelita, no Campo de Refugiados de Jenin. شكرًا لك…
 
Depois do merecido destaque à compilação Sinceramente Porto, Keso volta à Teoria para falar de muitas das coisas que pôs em prática. Da Paga-lhe o Quarto até às vivências em Lisboa e Londres, não faltam assuntos nesta conversa. MC, produtor e verdadeiro dinamizador da cultura, Marco Ferreira, a.k.a. Keso, lançou o primeiro álbum, ainda sob o nome K…
 
Tocar saxofone é uma aptidão fora do normal para um MC. Foi na Escola de Jazz do Porto que aprendeu a fazê-lo. Já lhe rendeu alguns “trocos” e vai surgir em trabalhos futuros.Depois de um curso da área do Cinema, que frequentou na UBI na Covilhã, trata agora do Mestrado na ESMAD.Conhecimento que põe em prática nos seus vídeos, que o próprio $tag On…
 
$tag One é de Rio Tinto, cidade e freguesia do concelho de Gondomar. 4435 é o código, o Norte corre-lhe nas veias. A primeira ligação ao Hip Hop surgiu através do Graffiti, bem como o nome de guerra, a tag, dica do amigo São-Tomense, Reginaldo a.k.a. Chain.No Facebook, quem procurar pela sua biografia, vai encontrar a frase: a minha música fala por…
 
Nesta segunda e última viagem com Each, não faltam as reacções ao seu primeiro álbum a solo, Limites, lançado em Janeiro, referências a alguns dos artistas ou discos que marcaram o seu percurso e aos tempos de aprendizagem. A arte do desenrasque foi fundamental, quando a música ultrapassou o Graffiti e a dupla Enigmacru se formou(a outra metade é C…
 
Each, ou Each1, é uma das metades da dupla Portuense Enigmacru. Do outro lado está Chek(para não variar, Chek1)Ambos fazem parte de um colectivo ainda mais extenso, de nome 6º Sentido, onde também encontramos, entre outros ,Virtus e MinusSe as vertentes se alargarem e o grafitti entrar em cena a crew é ainda maior: AMR E fala-se muito de graffiti n…
 
É o 3º e último episódio deste ciclo com os Dealema. Comecemos pelo fim. Um inédito do pentágono que, para já, e ainda sem masterização e retoques finais, só pode ser ouvido aqui. Fará parte de uma compilação muito especial que junta mais de 50 artistas de todo o país, que foram passando nos últimos anos pelo 2º Piso. Para além desse denominador co…
 
Depois de Classe Crua e Papillon, os Dealema também vão marcar a quarta temporada da série do programa “No Ar”.A vez do quinteto do Expresso do Submundo chega em Junho, e pode ser igualmente acompanhado no site da 3, onde constam todos os programas que já estiveram No Ar.Nesta segunda e terceira partes, da conversa com os Dealema n’A Teoria, não va…
 
Factor X(Mundo e Guze) + Fulashit(Fuse e Expião) + Maze = Dealemma O segundo m perdeu-se entretanto mas o caminho trilhado a partir da segunda metade dos anos 90 abriu novos horizontes para o Hip Hop em Portugal. Brinde especial, exclusivo deste Podcast, a maqueta de Adivinha Quem É, a última gravada pela dupla Fuse e Expeão, ou seja Fulashit Ainda…
 
Tiago Rodrigues a.k.a. Charlie Beats, tem já um longo historial de trabalhos de produção, mistura, captação e masterização. Muitos terabytes de música que começou a gravar ainda na 1ª década dos anos 2000, e muito ouro e platina, acumulados a partir do final da década passada. A arte do Sampling, à qual deve ainda uma tese de mestrado, é uma paixão…
 
O nome que consta no CC é Tiago, Tiago Rodrigues. Um agente, nada secreto, a fazer Hits a toda a hora. Charlie Beats está ligado a mega êxitos de artistas tão diferentes como Wet Bed Gang, Nenny ou Diogo Piçarra. Vai a todas. Passou pelo rock mais pesado, pelo Punk e pelo Reggae, com a bateria sempre por perto. Para além de músico, Charlie Beats pr…
 
Um ano depois de juntar aqui, um a um, os 3 elementos dos Mind Da Gap, e poucos dias depois da Páscoa, a Teoria da Evolução regressa ao passado para ressuscitar, Sem Cerimónias, uma entrevista que merece voltar a ser ouvida. Foi gravada em Outubro de 1997, na Antena 3, para o programa Repto. Muito dificilmente voltaremos a vê-los juntos, mas tal co…
 
Com o Cristo Rei em fundo, cruzamos o Tejo ao som da Classe Crua e com Chullage entre os passageiros de honra. Vamos do primeiro concerto na Quinta do Conde, ainda sob o nome X Space, ao estado actual do Hip Hop em Portugal. É a terceira e última viagem com Silab & Jay Fella n'A Teoria da Evolução. Bem-vindos a bordo.…
 
O Hip Hop é bandeira da dupla Silab & Jay Fella, mas para além do Rap não exploraram outras vertentes. Voltando às raizes, e seguindo um conselho do “padrinho” Del Tó, foram à procura dos alicerces da cultura. Os temas do EP Ed Harris Tape, mesmo sem saberem que seria esse o destino, começaram a ser trabalhados há 2 anos Os tempos não estão para co…
 
Silab & Jay Fella representam a Margem Sul. A dupla, bem antes de se chamar Silab & Jay Fella, por altura do 6º, 7º ano, já pensava em fazer Rap.TBD e JR7, antigos nomes de guerra, deram então origem aos Speak Boys e R2. Grandes sonhos nos cadernos e participações de luxo bem sonhadas. Depois de uma pausa por altura do secundário o gosto pelo Rap r…
 
Em Nosso Nome, o 2º álbum de Sir Scratch marca o início desta terceira parte.Um disco recheado de convidados, das mais diversas áreas.O curso de engenheiro de som continua também a render, e a ser posto em prática.Produção, mistura, ajuda na composição acontece de tudo um pouco na Contentor Records.Em Queluz de Baixo, Sir Scratch e aliados, dão som…
 
Basta ouvir a introdução do álbum Cinema: Entre o Coração e o Realismo, o primeiro de Sir Scratch, para perceber que, no caso dele, foi mesmo de piriri que se torceu o MC. Se aos 10 anos já brilhava com grande estilo na Escola Miguel Torga do Casal de Sâo Brás o rap continuou a ser fixe noutras aventuras que se seguiram, e que se tornaram mais séri…
 
De volta a Londres para completar a viagem com Fumaxa n'A Teoria da Evolução. Ponto de partida, o trabalho de produção e produção executiva no álbum de Slow J, You Are Forgiven. Ponto alto no trajecto do produtor que assim pôde conhecer e trabalhar com Sara Tavares, num projecto do músico setubalense que considera turning point na passagem de beat …
 
Fumaxa, que é como quem diz Fumaça, viveu seis anos em Inglaterra antes de voltar em definitivo para Portugal. Entre experiências várias, bons e maus momentos, foi por lá que se começou a desenhar o seu trajecto à volta dos beats. Entre outros, o grande Odeith deu, neste capitulo e não só, um bom empurrão para a concretização dessa meta. Aluno, pro…
 
London Calling! Em nova fase de Lockdown voltam as entrevistas à distância. Neste caso vamos até Londres para pôr a conversa em dia com @fumaxabeatz . E a viagem tem várias idas e voltas, até porque o produtor já viveu por lá durante seis anos. No final de 2020, e com a colaboração de Richie Campbell e Julinho KSD em The City Is A Jungle, F…
 
É o último terço desta Maratona. A conversa começa n'O Rei do Bairro, a colaboração a convite do Sam The Kid, para o álbum Mechelas, passa pelos Free Beats que Ferry opta por utilizar, pelo que gosta e não gosta de fazer em estúdio e pelo material que tem guardado no cofre. Para terminar, uma história marcante à boleia do tema Tanto Mano e a certez…
 
Para começar 2021, uma viagem diferente n'A Teoria da Evolução. António Duarte está ligado ao Hip Hop desde 1993 mas nos últimos anos deitou mãos às guitarras. Ele é luthier, ou seja, e no seu caso específico, construtor/restaurador de guitarras e violas. A sua ligação ao Rap manifestou-se no seio dos Zona Dread, um dos sete nomes da compilação Rap…
 
Há quem lhe chame o ponta de lança do Rap Alentejano. Valas gosta de futebol, também fala sobre isso neste programa, mas é nas rimas e batidas que o jogo se desenrola. De Sementes de Pedra a Animália, com Nébula pelo meio, o percurso de João Valido, a.k.a. Johnny Valas no game. As raízes alentejanas, as dificuldades de quem cresceu mais longe dos e…
 
Animália é o novíssimo álbum de Valas. Lançado no dia 11 de Dezembro, ou seja coincidindo com a primeira emissão on-air deste programa d'A Teoria da Evolução, este conjunto de 10 temas, todos inéditos à excepção de Kilimanjaro, leva a uma hora de sentido único. Uma a uma, todas as músicas são alvo de comentário e explicação do rapper Alentejano. Ab…
 
A Benção e a Maldição é o resultado do encontro em estúdio de Paulo Flores e Prodígio. A dupla, resolveu baptizar com o nome Esperança este encontro feliz. O mestre do Semba e o MC da Força Suprema já tinham gravado juntos temas isolados mas desta vez, decidiram fazer um disco em conjunto e deixar a intuição tomar conta do processo. As oito canções…
 
Neste último round o convidado revela novidades em exclusivo. Ficamos a saber mais pormenores sobre os 3 temas que completam o EP, a lançar até ao final do ano. Vida Louca, é um deles, há um outro com a participação de Djodje e outro ainda, também, com convidado de peso.Vado Más Ki Ás, assinou em 2020 contrato com a Sony Music, a editora multinacio…
 
Estão preparados para a Longa Caminhada? É por aí que começa esta segunda viagem com Vado Más Ki Ás. Simpatia contagiante, energia a transbordar e, quase a completar 25 anos, com muito para contar. Das primeiras experiências em estúdio às primeiras viagens pelo mundo, e principalmente, à terra natal dos pais: Cabo Verde. Upa! Ninguém pára o pequeno…
 
Música é vida, diz Vado Más Ki Ás. Que seja longa, dizemos nós. Movido a simpatia contagiante, e prestes a fazer 25 anos, o MC prepara-se para celebrar o aniversário com um EP de seis temas a lançar até ao final de 2020. Três já são conhecidos, outros tantos vêm a caminho. E trazem mais convidados de peso. Alguns dos tópicos desta primeira parte da…
 
Houve tempos em que muitos julgavam que o Bomberjack era da Margem Sul. Mas não foi por isso que, de entre as actuações como DJ ele se lembra bem da antiga discoteca, da Costa da Caparica, Visage. Capítulo ainda mais importante no seu percurso foi a editora Footmovin’ nascida da vontade crescente de realizar o sonho de vários artistas: lançar disco…
 
Desde 1994 até meados de 2000 Bomberjack lançou verdadeiras bombas em mixtape. Primeiro, em K7, e só com música que chegava dos Estados Unidos depois com a participação de MCs Nacionais. Neste momento, e para além de continuar fã, a ligação ao Hip Hop faz-se na prática através da distribuidora Só Hip Hop e de vários trabalhos de licenciamento digit…
 
Bomberjack foi seguramente o primeiro DJ nacional a lançar mixtapes. No início reunindo música que chegava dos Estados Unidos, devidamente mixada e com muito Scratch à mistura. Mais tarde começou a adicionar material gravado com MCs nacionais que a seguir tomaram conta de todo o formato. Também o fez com MCs portugueses e espanhóis, e até franceses…
 
Dezoito anos depois, Miraflor, o primeiro e único álbum dos T.W.A. continua a fazer história e com pormenores para recordar ou descobrir. Enquanto o vídeo do tema que lhe dá título não vê a luz do dia(vai mesmo acontecer com a estreia que merece), a conversa com Primero G e DJ Kronic não podia ser mais oportuna. Com o Rap Crioulo há muito emancipad…
 
Tá-se bem, era uma expressão muito usada no meio rap do inicio dos anos 90 em Portugal. Talvez por isso, e por quererem mostrar que havia um outro lado bem mais negativo, os T.W.A. resolveram batizar a primeira maqueta que gravaram com o título Tá-se Mal… Foi num estúdio na Arrentela, Seixal, que a música passou à fita. Um grito de revolta, que se …
 
Regresso às origens para mostrar o devido reconhecimento a um dos grupos pioneiros do Rap Crioulo, actualmente em ponto de ebulição. Embora tenham começado em português, os T.W.A. depressa ergueram a língua materna nas suas rimas. Jorginho, a.k.a. Primero G, foi um dos fundadores do grupo. Com Lord G, também conhecido por Italiano, e DJ Kronic, der…
 
Conhecem a primeira canção da Nenny? Ela canta um bocadinho nesta 3ª e última parte da sua passagem pel'A Teoria da Evolução. Nenny podia ter participado no The Voice em França, conhece o Wet Bed Gang desde pequenina e sonha um dia tornar-se numa lenda. 2020 não foi o que esperava graças à pandemia mas o que este ano tirou há-de o próximo dar em do…
 
Sushi ou Katchupa? Será que os dotes culinários são outro dos pontos fortes de Nenny? A conversa começa na cozinha, mas os cozinhados mais importantes são os musicais e aqui a rapper/cantora não dispensa a equipa i.M que a acompanha para todo o lado. O músico e produtor Charlie Beats é um dos elementos da equipa, os restantes ficam nos segredos da …
 
A conversa começa com a bússola em cima da mesa e aponta em todas as direções. De Vialonga ao Luxemburgo, com França pelo meio. Passado presente e futuro de uma adolescente que aos 17 anos já sabe o que é ter milhares de olhos postos nela e milhões de visualizações e audições no universo digital. Assim nasce uma estrela que faz brilhar ainda mais a…
 
Preparem-se que começa logo com uma Lavagem Cerebral, porque como ele já disse racismo é burrice. Gabriel O Pensador é um contador de histórias, quer seja em disco, em livro ou na rádio. Matéria prima, arte e engenho não lhe faltam. E o que não lhe pode faltar também é uma prancha de Surf. Com a Brazilian Storm no auge é tópico obrigatório de conve…
 
Quem conheceu Gabriel O Pensador, em 1994, aquando da da sua primeira passagem por Portugal, de certeza que não se esquece daquele refrão da favela. Rui Santos, camarada da Antena 1/3, comprou o 1º álbum do Gabriel no Brasil e em boa hora o levou para a rádio. Um dos temas do disco, O Resto do Mundo, foi o cartão de visita em Portugal, via Antena 3…
 
Já não falava com o Gabriel, O Pensador, há anos, mas uma troca de mensagens no Instagram levou ao convite para que puséssemos a conversa em dia. Nesta primeira parte, é impossível fugir à pandemia e a um dos seus singles mais recentes A Cura Tá no Coração. Lançado em Abril, e marcado também pela morte do pai, é uma reflexão sobre os tempos que cor…
 
A conversa começa lá atrás, quando Phoenix RDC formou o seu primeiro grupo, a sério, com Kalash(actual back vocal), Justo e um dos seus irmãos. Junior Máfia era o seu nome, mas para evitar confusões passaram a assinar como Balistik Force. A vontade de seguir a solo falou, entretanto, mais forte. Ao contrário de muitos MCs que escrevem as rimas que …
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login