Miguel Pinheiro público
[search 0]
Mais
Download the App!
show episodes
 
Dinheiro, poder e festas da alta sociedade. Nos anos 80, um homem tinha nas mãos as fortunas de boa parte dos ricos e poderosos do país. Ninguém como ele aproveitou a febre da bolsa para fazer dinheiro. Até ao dia em que se viu num beco sem saída e teve de fugir do país. Esta é a história de Pedro Caldeira e de como o maior corretor da Bolsa portuguesa seduziu empresários, aristocratas e até um futebolista e um apresentador de televisão. E perdeu os milhões que lhe confiaram. Narração: São J ...
  continue reading
 
Esta é uma história de intrigas, segredos e traições. De agentes secretos, e de um agente secreto em particular. É a história escondida de como Vladimir Putin montou uma teia de poder e guerra que começou no KGB e acabou na Ucrânia. Narração: Marco Delgado Banda sonora: Martim Sousa Tavares e Manuel Palha Guião e entrevistas: Cátia Bruno Sonoplastia e pós-produção áudio: Bernardo Almeida Design gráfico: Miguel Feraso Cabral Edição: João Santos Duarte Coordenação: Miguel Pinheiro, Filomena Ma ...
  continue reading
 
Um avião da TAP com destino a Faro é desviado para Madrid. O sequestrador está armado e exige um resgate de 10 milhões de dólares para libertar os reféns: 82 passageiros e 7 tripulantes. O governo do primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro reúne de emergência. As forças especiais espanholas cercam o avião e estão prontas para entrar. Naquela noite de 6 de maio de 1980, no momento em que o avião desvia a rota apenas os pilotos sabem o que têm pela frente: de arma na mão está um miúdo de 16 an ...
  continue reading
 
"Normalmente, as pessoas de quem a gente fala têm empregos a sério, ao contrário de nós. São ministros, empresários, banqueiros... Basicamente, o que a gente faz é gozar com quem trabalha" R.A.P. Veja a versão vídeo deste programa em Opto.sic.pt
  continue reading
 
Loading …
show series
 
Depois de uma semana de cobertura mediática à campanha eleitoral para as Europeias e outra de entrevistas e debates para a rádio e televisão, chegamos ao rescaldo das eleições com André Ventura a acusar os jornalistas de serem "inimigos do povo" e, os mesmos, a serem apupados em Conferência da AD. Quando é que estes profissionais vão começar a pedi…
  continue reading
 
Este domingo, o voto fez-se em mobilidade. Fosse onde fosse que o cidadão se encontrasse, podia votar. E, por isso, a abstenção desceu drasticamente para… 62,5%. Ou seja, temos de fazer melhor. Se queremos seduzir o eleitor português temos de facilitar ainda mais. Europeidas e mesas de voto de jantar, sugere Ricardo Araújo Pereira. Quanto aos resul…
  continue reading
 
O Papa está vivo e o padre Krohn está preso. Na óptica do padre espanhol significa que correu tudo mal: se o plano tivesse resultado, por esta altura estariam ambos mortos — e Krohn seria um mártir. Em vez disso, vai passar os próximos meses a ser interrogado pelas autoridades portuguesas, a quem decide contar tudo, desde o primeiro instante. Em ou…
  continue reading
 
O Papa está vivo e o padre Krohn está preso. Na óptica do padre espanhol significa que correu tudo mal: se o plano tivesse resultado, por esta altura estariam ambos mortos — e Krohn seria um mártir. Em vez disso, vai passar os próximos meses a ser interrogado pelas autoridades portuguesas, a quem decide contar tudo, desde o primeiro instante. Em ou…
  continue reading
 
O Papa está vivo e o padre Krohn está preso. Na óptica do padre espanhol significa que correu tudo mal: se o plano tivesse resultado, por esta altura estariam ambos mortos — e Krohn seria um mártir. Em vez disso, vai passar os próximos meses a ser interrogado pelas autoridades portuguesas, a quem decide contar tudo, desde o primeiro instante. Em ou…
  continue reading
 
12 de maio de 1982, a noite do ataque. Há um milhão de pessoas em Fátima. João Paulo II reza o terço na Capelinha das Aparições. Quando está a começar a subir a escadaria rumo à basílica, onde vai assistir à procissão das velas, a situação fica fora de controlo. Um padre salta as barreiras e tenta passar para lá dos seguranças. Grita-lhes que só qu…
  continue reading
 
12 de maio de 1982, a noite do ataque. Há um milhão de pessoas em Fátima. João Paulo II reza o terço na Capelinha das Aparições. Quando está a começar a subir a escadaria rumo à basílica, onde vai assistir à procissão das velas, a situação fica fora de controlo. Um padre salta as barreiras e tenta passar para lá dos seguranças. Grita-lhes que só qu…
  continue reading
 
12 de maio de 1982, a noite do ataque. Há um milhão de pessoas em Fátima. João Paulo II reza o terço na Capelinha das Aparições. Quando está a começar a subir a escadaria rumo à basílica, onde vai assistir à procissão das velas, a situação fica fora de controlo. Um padre salta as barreiras e tenta passar para lá dos seguranças. Grita-lhes que só qu…
  continue reading
 
Francisco Paupério padece de um problema diferente de Tânger Correia: enquanto que o líder do Chega está em todas as ações de campanha, o do Livre ninguém o vê. Pedro Fidalgo Marques é questionado para que empresas está a enviar curriculum, em Bruxelas, já que as sondagens indicam que como deputado europeu está difícil. Pela sua vez, Catarina Marti…
  continue reading
 
É a última semana antes das eleições europeias e os partidos sem assento parlamentar foram também chamados para o debate público. Há quem olhe com desdém, há até quem faça pouco deles. Eis o olhar “sem preconceitos” para os contributos prestados à democracia pelos seus representantes. See omnystudio.com/listener for privacy information.…
  continue reading
 
Segundo episódio da segunda temporada de Bom Partido, uma minissérie de sete conversas, com a Catarina, o Francisco, o João, o João, a Marta, o Pedro e o Sebastião. Todos os depoimentos que aparecem ao longo dos episódios são fictícios. Em parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos. Nota: Todos os partidos com assento parlamentar foram con…
  continue reading
 
Primeiro episódio da segunda temporada de Bom Partido, uma minissérie de sete conversas, com a Catarina, o Francisco, o João, o João, a Marta, o Pedro e o Sebastião. Todos os depoimentos que aparecem ao longo dos episódios são fictícios. Em parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos. Nota: Todos os partidos com assento parlamentar foram co…
  continue reading
 
Roma, maio de 1981. Ainda na cama do hospital onde foi internado depois de o turco Ali Agca o ter tentado matar a tiro, João Paulo pede que lhe levem um misterioso documento guardado há décadas num cofre no Vaticano: a terceira parte do segredo de Fátima. Quando lê o texto percebe imediatamente que a sua vida está ligada a Fátima. Mais: atribui à V…
  continue reading
 
Roma, maio de 1981. Ainda na cama do hospital onde foi internado depois de o turco Ali Agca o ter tentado matar a tiro, João Paulo pede que lhe levem um misterioso documento guardado há décadas num cofre no Vaticano: a terceira parte do segredo de Fátima. Quando lê o texto percebe imediatamente que a sua vida está ligada a Fátima. Mais: atribui à V…
  continue reading
 
Roma, maio de 1981. Ainda na cama do hospital onde foi internado depois de o turco Ali Agca o ter tentado matar a tiro, João Paulo pede que lhe levem um misterioso documento guardado há décadas num cofre no Vaticano: a terceira parte do segredo de Fátima. Quando lê o texto percebe imediatamente que a sua vida está ligada a Fátima. Mais: atribui à V…
  continue reading
 
O candidato às eleições europeias pela AD diz que "já tem barba suficiente para fazer antes de ir à televisão". É acusado de ser simultaneamente demasiado novo e demasiado velho: "Às vezes parece que querem que eu tenha borbulhas e gota ao mesmo tempo". Em relação à pergunta sobre o aborto que o deixou atrapalhado no podcast Perguntar Não Ofende, d…
  continue reading
 
Houve eleições na Madeira e ganhou o PSD. "Ninguém esperava", diz Ricardo Araújo Pereira, no Isto é Gozar com Quem Trabalha desta semana. "O PSD a ganhar na Madeira? Surpreendente", continua o humorista. "Houve todo o tipo de propostas. Desafio-vos a requisitar a coisa mais estapafúrdia de que se lembrarem, porque foi de certeza abordada num tempo …
  continue reading
 
Loading …

Guia rápido de referências