Nicolas Queiros E Pedro Duarte público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
A criança é uma benção! Duas de uma vez é benção dobrada. O adulto que anda com um copo controverso, pendurado no pescoço, com pomada no cabelo, sapatênis nos pés, já é adulto ou continua uma bença? Seja como for, fique atento: o cliente nem sempre tem razão. Esse episódio é um oferecimento do Promobit. Baixe o app agora! http://abacate.promobit.co…
 
O pessoal está começando a sair de casa, relembrar como socializar e a impressão é que está todo mundo se querendo! Efeito de quase dois anos intermináveis, vivendo com restrições. Claro que tem gente que passa do limite e merece “ouvir umas verdades”. Esse episódio tem o patrocínio do Promobit. Baixe o app agora! http://abacate.promobit.com.br…
 
Hoje é um dia especial porque suspendemos a missão de salvar o Brasil de si mesmo em busca do deboche simplório, antiquado, ultrapassado, mas que é o único que afeta o sujeito que não é afetado por nada sério. Também ensinamos a “economizar” e discutimos o futuro do churrasco. Esse episódio tem o patrocínio de Addera Flash. Confira mais aqui: https…
 
Estamos vivendo a banalização do ouro no Brasil? Falamos também sobre o ABC do sertão: fê, guê, lê, mê, nê, quê, rê, si... Tem o pão peca, homens sucateados e uma história imperdível no quadro Brasil de Verdade! Além disso tudo: o início da Revolução dos Pais. Esse episódio tem o patrocínio de Addera Flash. Confira mais aqui: https://bit.ly/3xwKiQT…
 
Começam as Olimpíadas de Tóquio, mas no Brasil pouco muda: apenas uma modelo triste sem poder acompanhar o seu namorado, um dos “parça”. E, falando em modalidades novas, teria a bolinha de gude lugar entre os esportes olímpicos? Antes de encerrar com uma das mentiras mais bem contadas da história, fica a lição: quem sabe mais xinga melhor.…
 
Onde é que o pombo dorme? Como se reproduz? Alguém aí já viu um ninho de pombo? Porém, e mais importante do que isso, falamos sobre as estátuas de animais de João Pessoa, escutamos sobre um acidente envolvendo unhas postiças e enfrentamos os perrengues do dia a dia. Esse episódio teve o patrocínio do Cambly. Garanta 60% de desconto nesse link: http…
 
É hora de deixar a esperança invadir com tudo! Mesmo os mais céticos sabem que o ano novo é mais do que “só mais um dia.” E essa virada foi diferente: mais silenciosa, com menos pessoas e o desejo de um ano normal. Ponto. Nada muito além disso. Um ano normal, sem grandes reviravoltas, nada extraordinário, com uma pizza vez ou outra, uns amigos por …
 
Um programa de destino incerto, dependendo do caminho escolhido pelos ouvintes e seus áudios fortuitos. Um episódio marcado pela quebra de ordem e pela imprevisibilidade, cuja única missão é fazer rir, mas que não desconsidera os efeitos de prováveis reflexões e piadas, portanto, as causas para consequências boas -- assim, torcemos.…
 
Pela primeira vez, temos registros das reações descontroladas de alguns candidatos derrotados. E é um festival de xingamentos: “esse povo ingrato”, que “merece comer mato”, entre outras coisas. Só porque não votou no candidato que tinha dado R$ 10,00 de gasolina, ajudado a comprar o gás e distribuído espetinho? O brasileiro é único: sabe tirar vant…
 
Se a festa for boa ou mais do mesmo, não importa: a ressaca sempre vem. O que muda é que às vezes fica a sensação de que não valeu a pena. Pelo menos, sobrevivemos a mais uma etapa de 2020, com pastel ou sem, e até na base da porrada. Por isso que a gente já sonha com as férias e entende que mais vale ser um patinho vivo do que uma águia no fundo d…
 
NHONHO? Tá de sacanagem… Se a realidade está mais assustadora do que a ficção, é bom não vacilar e cobrir os espelhos: vem chuva com trovoada por aí! Não é possível que em um país que tenha alguém que pinte uma manga de amarelo para fingir que está madura não dê certo. E vamos comemorar porque não é sempre que a segunda-feira vai chegar!…
 
Quanto dinheiro cabe em suas roupas íntimas? Já tivemos dólares, mas chegou a hora de alguns milhares de reais serem muito bem escondidos onde a luz não chega. As eleições estão chegando, os ânimos estão exaltados; a cUrrupção presente como sempre e a desconfiança chega até à venda de uma geladeira usada. Tá fogo, seu Armando!…
 
“São 20 anos de ônibus clandestino, graças a Deus!” O áudio que encerra o programa de hoje é Brasil demais. Mas também falamos sobre um assalto de cocô de cachorro, da preocupação com o preço da cerveja e do Bahia, que não ganha mais por culpa do jazz. Tudo isso, para tentar amenizar a temperatura desse país que, infelizmente, queima.…
 
O clássico arroz com feijão se distancia dos brasileiros, assim como já aconteceu com a carne, o tomate e a saúde mental geral. Começamos com um ultimato “ou vai ou racha”, seguimos com uma mãe meio confusa com a tecnologia e terminamos com mais uma revelação musical do Brasil. Uma gororoba e tanto: feia, porém saborosa. A receita? É o que tem.…
 
Infelizmente (ou não), a necessidade fisiológica, popularmente conhecida como “número dois”, foi bastante abordada no programa de hoje. Contudo, abrimos com a esperança da heroína Maria Bethânia, enfrentamos um terremoto e até ordenamos os problemas a serem resolvidos no país. Ou seja, não vai ser um inhame deixado em uma privada alheia que vai nos…
 
“Tente outra vez”. A canção de Raul Seixas, de 1975, fala de muitas coisas, mas, sem dúvidas, é o título que define bem o nosso povo. Transporte lotado, greve, governo com distúrbios mentais graves e valores antiquados. E continua a pandemia, o auxílio ameaçado, a distância da família… Caramba, mermão! Mas ninguém desiste. Damos um jeito e tentamos…
 
Por que sair da zona de conforto se é um jeitinho confortável que a gente procura? Ou você pode ter uma cobra em casa, ser um diferentão, e até ganhar um minuto de silêncio em homenagem futura, com direito a camisa e boné personalizados. Só tenha cuidado para não ser iludido pelos publicitários: mais vale um Jacozinho tranquilão do que um Pirulito …
 
Os roteiristas do Brasil não param de surpreender a audiência. Nesta semana, inventaram um ciclone bomba, uma porta secreta que levava ao imprescindível álcool e carros circulando em um local “inusitado”. Contudo, não abriram mão de elementos já conhecidos da trama, como a velha fumante e o churrasco. Ninguém é de ferro.…
 
Uma semana diferente para os brasileiros em 2020: algumas coisas deram certo (ou pelo menos aparentam que estão indo bem). E essa é a informação. Já a COVID-19 ganhou uma espécie de evolução, chegando até a COVID-35, que é quando evolui para coronavírus? E essa é a desinformação. Além disso, tem o pior-melhor áudio da história do programa — mas não…
 
O novo normal é um termo ardiloso: conseguiu que seu significado fosse travestido de resiliência, se tornar sinônimo de ressignificação e é usado até como se fosse uma oportunidade para sei lá o quê. Só quem aproveita desse atual normal é quem já aproveitava do normal de antes. Na verdade, certo mesmo seria acabar com o velho normal também.…
 
Chegamos ao momento de flexibilização da quarentena que nunca ocorreu; em breve, teremos uma nova eleição com candidatos que antes eram considerados bizarros e agora se tornaram modelos. Os profissionais do boteco reclamam o espaço e só nos resta o grito com eco falso, pedindo socorro, mas sem admitir.…
 
Não abrimos mão de um palavrão na hora certa ou a qualquer hora, para comemorar ou para expressar raiva. Uma mesma palavra, diversos significados. O xingamento sempre fez parte da rotina do brasileiro. Mas ninguém suspeitava que como parte da “boiada” que passaria com o afrouxamento de leis e sei lá mais o que, estava o projeto de oficialização do …
 
Sem o futebol, como a gente faz para descarregar? Onde, além de em um estádio, quase todos os palavrões são permitidos — e até encorajados? Sem as emoções do futebol, as amizades sofrem, o coração bate mais devagar e a cerveja fica sem gosto. O gol faz falta! E a gente precisa de um gol de placa logo.…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login