O Rugido Do Leao público
[search 0]
Mais

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
Wálter Maierovitch fala sobre o acordo realizado pelo presidente da CCJ do Senado com líderes evangélicos para destravar na Comissão de Constituição e Justiça a indicação de André Mendonça ao STF. Comentarista destaca que Alcolumbre não pedirá a seus pares que votem contra a indicação do ex-advogado-geral da União. 'Até se fala que Mendonça já pode…
 
Wálter Maierovitch fala sobre o julgamento na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal do foro de Flávio Bolsonaro. Comentarista afirma que o ministro Gilmar, pelo que se comenta, vai fazer 'contorcionismo jurídico' para sustentar que quando termina um mandato de deputado e se passa imediatamente a outro de senador, o foro especial permanece.…
 
Wálter Maierovitch analisa a decisão da ministra do STF, Rosa Weber, de suspender o 'orçamento secreto'. Em sua avaliação, a liminar 'está a impedir que Lira e Bolsonaro façam uma repaginação do mensalão'. Comentarista também analisou os votos contrários dos ministros Gilmar Mendes e Kassio Nunes Marques.…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a viagem do presidente Jair Bolsonaro à Itália e destaca a homenagem que ele recebeu na cidade de Angüilara. A cerimônia ocorreu na praça Giacomo Matteòtti. E Matteòtti era um deputado antifacista. Fazia discursos no Parlamento chamando a atenção para o perigo representado por Mussolini. 'Diz a crença popular que os fa…
 
Walter Maierovitch fala sobre os possíveis desdobramentos do relatório final da CPI da Covid e avalia que haverá uma desigualdade de tratamentos. Indiciados sem foro serão logo denunciados e processados. Os com foro privilegiado, 'seguirão a velocidade de uma lesma reumática'. Em sua avaliação, a grande esperança chama-se Ministério Público Interna…
 
Wálter Maierovitch analisa o texto apresentado pelo relator Renan Calheiros. Em sua avaliação, a primeira surpresa foi a retirada da imputação do crime de genocídio por Bolsonaro. A segunda foi a supressão de continuado crime de homicídio, com dolo eventual. Comentarista avalia que não existe prova colhida pela CPI a tipificar genocídio. Por outro …
 
Wálter Maierovitch faz uma análise sobre o comportamento do Presidente da República e suas ações antidemocráticas. Comentarista traça um paralelo com a organização italiana chamada Forza Nuova, de ultra-direita. 'A dar inveja aos bolsonaristas extremistas, virtuais ou não'.
 
Wálter Maierovitch destaca que um dos destinatários do relatório final da comissão será o procurador-geral da República, 'que tem se mostrado filobolsonarista e desenterrou, - com aperfeiçoamentos- o legado 'copa-cozinha' deixado pela dupla FHC-Geraldo Brindeiro'. Comentarista afirma que alguns crimes que estão relacionados no relatório já foram, e…
 
Walter Maierovitch comenta etapa final da CPI da Covid-19. Ele destaca que não faltarão crimes tipificados no relatório final, mas lembra que denúncia de pessoas com foro privilegiado depende do PGR, Augusto Aras. 'Não passa de salutar pressão a afirmação do presidente da CPI, Omar Aziz, de que não vai poder Aras matar no peito, ou seja, arquivar o…
 
Wálter Maierovitch avalia que presidente cometeu série de crimes na condução da pandemia, com projeto 'genocida' de atrasar vacinação contra Covid-19 e insistir em tratamentos sem eficácia. Para o jurista, Bolsonaro pode ser responsabilizado no Tribunal Penal Internacional, sediado em Haia. 'Espera-se que a CPI da Covid-19 proponha, ao MP do Tribun…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a nota de recuo do presidente após as manifestações de 7 de setembro e destaca que Bolsonaro se mostrou com duas caras, a lembrar Giano Bifronte, da mitologia romana. Comentarista também analisa as posturas de Augusto Aras e Nunes Marques e classifica como 'irrespondível e irretocável' o parecer técnico de juristas à C…
 
Wálter Maierovitch fala sobre os pronunciamentos de Fux e Lira ontem, após o discurso de Bolsonaro no 7 de setembro. Comentarista destaca o presidente do STF se manifestou de maneira equilibrada, mas dura. Ainda assim, faltou uma ação mais concreta. Para a caracterização do crime de responsabilidade não há necessidade de cumprimento da promessa, ba…
 
Wálter Maierovitch fala sobre as tensões provocadas pelo Presidente da República, que gera desarmonia e insegurança entre os Poderes. Comentarista avalia que Bolsonaro vai usar as manifestações do dia 7 como 'prefácio de abertura para um autogolpe de matriz fascista'. Maeirovitch ressalta ainda que, ao mudar o tom de golpe ao Estado de Direito para…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a recomendação do Conselho de Ética da CBF de afastar apenas por 15 meses o presidente Rogério Caboclo, acusado de assediar uma funcionária. 'Caboclo vai ficar até o fim do jogo. Ops... do mandato', diz. Comentarista fala ainda sobre o jogo de compadres na CCJ do Senado. Na sabatina, Aras fingiu que não protegia o pres…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a insistência do presidente em protocolar pedidos de impeachment contra os ministros Barroso e Moraes. Comentarista destaca que não há nenhum crime de responsabilidade para dar fundamento. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que vai brecar os pedidos. Mas afirmou também que não é o momento para impeachment n…
 
Wálter Maierovitch destaca que o desfile de blindados, que ocorreu na última terça-feira, foi mais uma prova de como Bolsonaro 'é um desvairado'. O comentarista avalia que o presidente está blindado em seu cargo tanto pelo Procurador-geral da República, quanto pelo Presidente da Câmara. Ainda assim, Bolsonaro tem um plano B. Maierovitch avalia que …
 
Wálter Maierovitch destaca que o presidente, diferentemente do que sustentava Maquiavel, coloca ele e seus filhos acima do estado nacional, além de achar que o Judiciário só atrapalha e deve ser fechado. Ao pedir voto impresso, ele aposta as fichas no enfrentamento para ver se consegue dar um golpe no estado democrático. Comentarista explica como o…
 
Wálter Maierovitch critica a iniciativa do ministro do Supremo de pedir que a Procuradoria-Geral da República apure a conduta do colunista Conrado Hübner Mendes, professor de direito constitucional. Comentarista destaca nota da ABI (Associação Brasileira de Imprensa), que diz que o objetivo da medida foi intimidar o colunista e, por extensão, todos…
 
Wálter Maierovitch diz que o presidente da Câmara, Arthur Lira, líder do centrão, quer desviar o foco das atenções porque está pressionado pela sociedade civil por engavetar mais de 100 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. A isca lançada por Lira para desviar a atenção foi a substituição do sistema presidencialista pelo semipresidencialismo, qu…
 
Wálter Maierovitch fala sobre pesquisa Datafolha, que mostra que 33% dos entrevistados reprovam a atuação dos ministros do STF. Comentarista elenca alguns motivos para isso: as frequentes relações promíscuas de ministros com políticos; os contorcionismos jurídicos dos votos; o fato de alguns ministros passarem a trabalhar nas férias para evitar que…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a prisão do ex-diretor do Ministério da Saúde, ontem, na CPI da Covid. Comentarista destaca que o depoente mentiu descaradamente e calou a verdade sobre fatos que participou e conhecia bem. E, por isso, foi preso em flagrante pelo falso testemunho. Maierovitch explica ainda que, além de pagar fiança e poder responder e…
 
Wálter Maierovitch destaca que Bolsonaro desprezou a relevância e importância da CPI da Covid. O presidente afirmou que no governo não havia corrupção. Ele julgou mal e acabou de mudar o discurso vanglorioso. Bolsonaro, com desculpas esfarrapadas, na verdade, despreza a inteligência do cidadão brasileiro.…
 
Walter Maierovich comenta que o ministro da Economia, com falas 'preconceituosas e cheias de vilanias', faz lembrar a história do romance 'O asno de ouro'. Na obra, o protagonista era um rico romano que, em um ritual mágico, se transforma em um asno e vai viver com os mais pobres. Nesta condição, ele percebe ser desumano deixar pessoas se alimentar…
 
Wálter Maeirovitch fala sobre a disputa pela vaga no STF. Comentarista destaca que 'já passou o tempo em que cadeira no Supremo não se pedia'. Jair Bolsonaro afirmou que irá indicar alguém 'terrivelmente evangélico', mas Maierovitch ressalta que o presidente 'costuma blefar'. De qualquer forma, a lista dos pretendentes é grande.…
 
Walter Maierovich comenta julgamento no STF que pode impedir realização da Copa América no Brasil. De acordo com o jurista, o Supremo não interfere, a princípio, em questões esportivas. No entanto, por ser garantidor dos direitos constitucionais, tribunal pode intervir neste caso para garantir o direito à saúde em meio à pandemia. Maierovich critic…
 
Wálter Maierovitch fala sobre a atuação do mafioso italiano e destaca que ele escolheu o nosso país por razões logísticas, por ser corredor do trânsito de drogas e ponto de exportação. Além disso, o Brasil é, desde sempre, esconderijo da predileção de mafiosos e traficantes de ponta. Itália vai pedir a extradição e espera-se que o Supremo não surpr…
 
Wálter Maeirovitch analisa o depoimento do ex-ministro da Saúde na CPI da Covid. Comentarista explica como funciona a legislação brasileira em relação a quem mente na Justiça. Em sua avaliação, Pazuello deu um tiro no próprio pé, ao tentar isentar Bolsonaro e imaginar que poderia transferir responsabilidades criminais e administrativas para outros …
 
Wálter Maierovitch avalia que Pazuello, que já estava nervoso de ter sido convocado para CPI da Covid-19, deve ter entrado em pânico depois do que assistiu ontem na comissão. Comentarista explica que falso testemunho é crime. Por isso, o ex-ministro tenta no STF o direito de ser ouvido apenas como informante, mas isso não significa que ele terá um …
 
Wálter Maierovitch destaca que a comissão vai reunir fatos que já são públicos e notórios. Depoimentos de Mandetta e Teich só confirmaram o que já se sabia: que existem provas de que Bolsonaro cometeu crimes comuns e também crimes de responsabilidade. Comentarista destaca que 'CPI só apura e não julga', e fala sobre os caminhos para um eventual pro…
 
Wálter Maierovitch fala sobre as decisões no Supremo que beneficiaram o ex-presidente. Comentarista destaca que, após voltar a ser elegível, Lula quer que a segunda turma faça 'um puxadinho'. Ou seja, quer que a falta de parcialidade de Moro anule, além do caso do tríplex do Guarujá, outros três processos envolvendo o ex-presidente.…
 
Wálter Maierovitch explica que é zero a chance do Supremo virar a votação e o ex-presidente se tornar inelegível. Essa questão já está enterrada. O que será debatido é se o destino dos anulados processos contra Lula será São Paulo ou Brasília. Outra questão que irá dividir o plenário é a suspeição de Moro.…
 
Wálter Maierovitch analisa a decisão do STF de que o plenário irá julgar a anulação das condenações de Lula. Ele criticou a fala do ministro Lewandowski, que disse que o único juiz natural para analisar a decisão de Fachin era a Segunda Turma e não o plenário. Comentarista destaca que a Constituição não dividiu o Supremo em turmas. Foi 'um show de …
 
Na licença maternidade de Andréia Sadi, Wálter Maierovitch comenta novo conflito que envolve o Supremo depois do ministro Luís Roberto Barroso conceder liminar para os senadores instalarem a CPI da Pandemia no Legislativo. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e do Senado, Rodrigo Pacheco, são contrários à instauração das investigações. 'Judic…
 
O ministro Kassio Nunes Marques ignorou uma resolução consolidada do STF e liberou a celebração de cultos religiosos na pandemia. O argumento é que governadores e prefeitos estão impedindo a manifestação religiosa. Wálter Maierovitch fez uma comparação histórica com os tempos da Idade Média quando Girolamo Savonarola, um padre renascentista, fazia …
 
Wálter Maierovitch fala sobre a investigação envolvendo a empresa de Lulinha, que foi paralisada até que seja definido onde deverá tramitar o inquérito. O pai de Lulinha, o ex-presidente Lula, foi beneficiado pela decisão democrática do ministro Edson Fachin, que entendeu pela nulidade dos processos contra ele, por considerar que a 13ª Vara Federal…
 
Wálter Maierovitch analisa a decisão do ministro do STF de negar o pedido de Bolsonaro para barrar medidas contra a Covid-19. Comentarista destaca que a ação do presidente tinha um objetivo certo: jogar a culpa no Supremo quando a economia ficar ruim. E o ministro Marco Aurélio brecou logo 'essa aventura jurídica tramada por Bolsonaro'.…
 
O jurista e comentarista da CBN Wálter Maierovitch comenta o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro no STF. 'Voto do ministro Kássio Nunes Marques surpreendeu', diz. Ele destaca também 'ofensas e postura discriminatória em relação ao Piauí' no voto de Gilmar Mendes: 'grosseria típica'. Ouça a análise.…
 
Wálter Maierovitch destaca que o objetivo da lei não era a segurança da nação brasileira. 'A meta era a manutenção de um regime de exceção pela intimidação'. Em sua avaliação, está claro que essa legislação atenta ao princípio constitucional da livre manifestação do pensamento. 'Esperasse que o STF declare essa lei inconstitucional no seu artigo qu…
 
Wálter Maierovitch fala sobre 'as confusões' em que os três filhos mais velhos de Bolsonaro estão metidos. E destaca que Jair Renan, o mais novo, parece estar seguindo os passos dos irmãos. Ele está sendo investigado criminalmente, suspeito de tráfico de influência. Comentarista analisa ainda decisão da quinta turma do STJ de negar recurso de Flávi…
 
Wálter Maierovitch faz uma análise sobre a sessão do STF que trata da parcialidade ou não de Sérgio Moro na época da Operação Lava-jato. A sessão foi interrompida após pedido de vista do ministro Kassio Nunes. Na retomada, a ministra Cármen Lúcia pode rever o voto.
 
O jurista e comentarista da CBN Wálter Maierovitch explica a decisão do ministro do STF baseada em habeas corpus da defesa do ex-presidente Lula. 'A liminar foi em cima do que foi manifestamente nulo', diz. Para ele, causa surpresa a determinação ter sido monocrática. Edson Fachin resolveu anular as condenações do petista na Operação Lava-jato.…
 
Wálter Maierovitch fala sobre o STF que rejeitou denúncia contra Arthur Lira no 'quadrilhão do PP'. Maierovitch relembra que Kássio Nunes foi apadrinhado para chegar ao Supremo pelo conterrâneo e amigo, senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP. Outro fato é que os parlamentares do PP integram o Centrão, que apoiaram Cássio Nunes para o STF.…
 
Inspirado em livro de Modesto Carvalhosa, analista não usa meias palavras: ‘as coisas vão de mal a pior’. Maierovitch explica: ‘Juiz tem convicção livre para despachar. Mas as razões do seu convencimento têm que ser reveladas. Nesta semana, essa questão permeou julgamento do senador Flavio Bolsonaro. Quinta Turma do STJ provocou um risco de desabam…
 
Jurista fala sobre a prisão do deputado federal bolsonarista Daniel da Silveira, do PSL. 'Não se deve gastar vela de libra com mau defunto. Foi o que fez o STF ontem. Esse deputado bolsonarista, neo fascista atacou a honra de ministros do Supremo, ameaçou, debochou, soltou palavrões (...)’. Para analista, ele fez da liberdade de expressão ocasião p…
 
Wálter Maierovitch fala sobre julgamento da segunda turma do Supremo sobre levantamento do sigilo de conversas atribuídas a Moro e procuradores. 'Os diálogos entre Moro e Dallagnol, ainda não periciados oficialmente, mostram ser verdadeiros uma gravíssima violação ao Estado Democrático de Direito'.
 
Wálter Maierovitch cita a decisão de Lewandowski que levantou monocraticamente sigilo de conversas entre Moro e Dallagnol. Maierovitch destaca que Luiz Fux certamente não tomaria decisão do tipo. As conversas entre Moro e Dallagnol revelam uma 'promiscuidade' entre as duas partes. A defesa de Lula já está em posse do material que será anexado ao pr…
 
Wálter Maierovitch destaca que o presidente da Câmara disse que o impeachment do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello não seria possível isoladamente. Ele explica que um processo de impeachment de um ministro de Estado pode ser autônomo. 'O certo é que Pazuello saiu do impeachment graças a Rodrigo Maia'.…
 
Wálter Maierovitch diz que o ex-presidente deixou a Casa Branca com 'cascas de bananas grudadas nas solas dos seus sapatos'. No último dia de governo, Trump indultou 143 'parças'. O perdão mais escandaloso foi concedido ao ex-assessor Steve Bannon. 'Trump saiu com odor de criminoso, odor de golpista e com um impeachment em curso no Congresso'. Maie…
 
Loading …

Guia rápido de referências

Google login Twitter login Classic login