O impacto do acordo que livra Onyx da investigação de caixa 2

19:54
 
Compartilhar
 

Manage episode 269356150 series 2527084
Por O Globo descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Em 2017, após a delação dos executivos da J&F, o então deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), atual ministro da Cidadania, admitiu, pela primeira vez, que recebeu dinheiro de caixa dois para a campanha eleitoral. Agora, respaldado pela Lei Anticrime, em vigor desde o início do ano, firmou um acordo de não persecução penal com a Procuradoria Geral da República (PGR). Ao todo, ele afirma ter recebido R$ 300 mil, entre as eleições de 2012 e 2014. Como punição, Onyx pagará R$ 189 mil como prestação pecuniária em troca do encerramento da investigação. No Ao Ponto desta terça-feira, a sub-procuradora Geral da República Luiza Frischeisen e o procurador Aldo de Campos Costa, que estabeleceu o critérios para o caso Onyx, explicam como esse mesmo tipo de acordo pode ser negociado por outros investigados por crime eleitoral e quais são os critérios que embasaram a decisão do procurador-geral Augusto Aras.

307 episódios