Nossos dados estão sendo vazados. E agora?

28:18
 
Compartilhar
 

Manage episode 285008067 series 2835326
Por Folha de S.Paulo and Spotify Studios descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Um megavazamento de dados, revelado em janeiro, pode ter exposto os dados como CPF, data de nascimento, nome completo e endereço de 223 milhões de brasileiros. O número é maior que a população do país, o que indica que dados de pessoas mortas também foram roubados. Na semana passada, houve um outro vazamento, dessa vez de dados de mais de 100 milhões de contas de celular ligadas a duas operadoras de telefonia. Em ambos os casos, os dados estão à venda na deep web, onde é impossível rastrear os computadores. O Brasil tem um órgão que fiscaliza esse tipo de vazamento, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), criada com a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados, que entrou em vigor no ano passado. A ANPD ainda não tem orçamento nem mesmo normas estabelecidas para lidar com casos como esse. O Café da Manhã desta segunda (15) trata do valor dessas informações e por que elas são tão visadas por cibercriminosos. No episódio, Bruno Bioni, diretor e fundador do Data Privacy Brasil, organização que estuda privacidade e proteção de dados, explica como governo e empresas utilizam nossas informações —e como elas podem ser resguardadas.

139 episódios