Crypto Storm #105: quais os fatores que levaram à nova máxima histórica do bitcoin?

47:19
 
Compartilhar
 

Manage episode 305306255 series 2625638
Por Money Times descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Nesta edição do podcast Crypto Storm, André Franco, Lucca Benedetti e Valter Alencar recebem Danilo Perotti, diretor comercial e sócio-fundador da Mercurius Crypto, e Orlando Telles, diretor de pesquisa da mesma empresa.

Os apresentadores e os convidados comentam sobre alguns fatores que levaram à última queda do mercado cripto, e outros que foram responsáveis por comandar o mais recente ciclo de alta das moedas e de máxima histórica do bitcoin (BTC), que chegou a ultrapassar a marca dos US$ 66 mil nessa semana.

Quanto à última queda das criptomoedas, Orlando Telles aponta que, para compreender esse evento, é preciso voltar ao ciclo de alta observado em 2020. Esse ciclo do ano passado foi marcado por diversas condições favoráveis ao mercado, mas bastaram alguns tuítes do Elon Musk – CEO da Tesla (TSLA; TSLA34) e as proibições na China, neste ano, para que a maior e mais antiga criptomoeda do mundo tivesse uma queda de quase 50%.

No entanto, o diretor de pesquisa da Mercurius Crypto vê as proibições do país asiático como algo positivo no médio prazo, devido ao deslocamento da taxa de hashes, o que já está sendo observado, visto que os Estados Unidos agora representam 35% da taxa de hashes do BTC.

Como fatores que impulsionaram a mais recente alta do bitcoin e de outras criptomoedas, Orlando comenta que a crescente infraestrutura do mercado cripto e a maior participação e interesse institucional nas moedas, juntamente com a aprovação da atualização Taproot, criaram um cenário favorável para o mercado.

Porém, o convidado alerta para a próxima correção do bitcoin, que não deverá ser agradável, com chances de a criptomoeda ter uma alta porcentagem de correção.

Na sequência, os apresentadores comentam o grande evento dessa semana: a listagem do primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de futuros de bitcoin dos Estados Unidos. O ETF que inaugurou o mercado americano é da ProShares e foi listado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), na última terça-feira (19).

Veja quais foram as recomendações do Mineração da Semana no Crypto Times e mande as suas sugestões para o e-mail ideiaspodcast@empiricus.com.br.

116 episódios