2 de agosto | Devocional Diário CHARLES SPURGEON

2:56
 
Compartilhar
 

Manage episode 158317128 series 1063951
Por Ministério Fiel descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
2 de Agosto. Aquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade. (Efésios 1.11)
Nossa crença na soberania de Deus pressupõe que Ele tem um plano e propósito determinado de salvação. O que seria a criação sem o planejamento de Deus? Há um peixe no mar ou uma ave no céu que tenha sido formado por acaso? Não. Em todo osso, músculo, junta, tendão, glândula e vaso sanguíneo, podemos ver a mão de um Deus que realiza todas as coisas de conformidade com o propósito de sua sabedoria infinita. E o Deus que se mostra presente na criação, regendo todas as coisas, não se mostrará presente na graça? Se o conselho divino governa a velha criação, a nova criação não terá a presidi-la o gênio habilidoso da vontade soberana? Contemple a providência! Quem não sabe que nem mesmo um pardal cai em terra sem o consentimento do Pai? Até os cabelos de sua cabeça estão todos contados. Deus avalia em escalas as montanhas de nossa aflição e pesa em balanças os montes de nossas tribulações. Haverá um Deus na providência e não na graça? Seria a casca determinada por sabedoria e o caroço abandonado a uma perspectiva cega? De modo nenhum!
Deus conhece o fim desde o começo. Ele vê, no seu devido lugar, não somente a pedra angular que estabeleceu em cores lindas, no sangue de seu Filho amado, mas também contempla, em sua devida posição, cada uma das pedras eleitas removidas da pedreira da natureza e polidas pela graça dele. Ele vê o todo, da cantoneira à cornija, do alicerce ao teto, do início ao auge. Em sua mente, Deus tem um conhecimento límpido de cada pedra que será colocada no lugar preparado, de quão ampla será a represa e de quando será trazida a última pedra, com gritos de: "Graças, graças a Ti!" Por fim, todos verão com clareza que, em todos os vasos eleitos de misericórdia, Jeová fez com o seu povo o que Ele mesmo quis. Em todos os aspectos da obra da graça, Ele realizou o seu propósito e glorificou o seu próprio nome.

369 episódios