THE NATURAL WAY TO DRAW – exercício 16 – estudo o ângulo correto

8:38
 
Compartilhar
 

Manage episode 294562797 series 2472375
Por Diletante Profissional descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Compre livros e seus materiais de desenho e arte aqui https://amzn.to/31M0tvC Ajude o site enviando um pix para contato@diletanteprofissional.com.br Esse é o décimo sexto exercício da série de exercícios do livro do Kimon Nicolaides. No primeiro post eu falei sobre quem é Nicolaides e qual a linha de pensamento do livro. Se você não viu esse post ele o ponto de partida. Veja aqui. Veja os cronogramas de exercícios aqui. Você pode ver todas as postagens sobre o livro aqui nessa tag. Materiais: lápis 4B ou 6B, com a ponta grossa e papel barato (sempre 1 desenho por folha e vai ser feito centenas de desenho, então use o papel mais barato que achar, frente e verso). Não usar borracha até o exercício 28 Observações: esse é um exercício meio complexo, porque depende de um modelo para fazê-lo por completo, mas você pode pedir para alguém na sua casa posar para você uma vez só para fazer a experiência, ele sugere também tentar com objetos. Exercício: novamente esse é um exercício de desenho gestual, contudo, o objetivo aqui não é desenhar exatamente o que você vê e sim um ângulo diferente do objeto que está sendo desenhado. O Nicolaides sugere uma pose bem específica para o primeiro treino o modelo senta ereto em uma cadeira com as pernas viradas para o lado, o joelho direto para a frente com o pé abaixo dele e esquerdo dobrado para trás com o pé sob a coxa. A mão direita fica repousada sobre o joelho e a esquerda na cintura. O rosto do modelo olha para a frente da cadeira. Com o modelo posicionado, você fará um desenho gestual do de como você imagina que é o modelo visto de lado. Ou seja, você está vendo o rosto dele de frente e corpo de lado, mas desenhará o rosto de perfil e corpo de frente. Depois de fazer o exercício a ideia é se levantar e observar o modelo a partir do ângulo que você imaginou e tentar entender o que você acertou o que errou. Não é para fazer correções, o exercício se encerra nessa observação. Em outras tentativas é interessante fazer o mesmo com detalhes do corpo, trabalhar só a perna e o pé, só a mão, etc Objetivo: Imaginação estrutural. Segundo Nicolaides o objetivo desse exercício é treinar o que ele chama de imaginação estrutural. Ele diz que desenhar só o que está a sua frente, copiando com os olhos o traço não basta, você tem que usar toda a sua inteligência e conhecimento para desenhar. Segundo ele o esforço de tentar visualizar em partes o desenho com o seu arquivo mental que você adquiriu com a experiência torna você um observador melhor, porque faz com que você passe a ter um olhar mais atento para o mundo para aumentar esse acervo mental. https://youtu.be/Vh4l4R__5uw

244 episódios