Artwork

Conteúdo fornecido por AFluência. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por AFluência ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.
Player FM - Aplicativo de podcast
Fique off-line com o app Player FM !

Déclaration des droits de la femme et de la citoyenne, Olympe de Gouges (FR)

26:25
 
Compartilhar
 

Manage episode 334963661 series 2915176
Conteúdo fornecido por AFluência. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por AFluência ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

1789 en France, au lendemain de la révolution française, l’assemblée à rédigé Les droits de l’homme et du citoyen. Mais la moitié de la population a été oubliée : Les femmes. Deux ans plus tard, Olympe de Gouges, héroïne révolutionnaire rédige alors La Déclaration des droits de la Femme et de la citoyenne, et appelle les femmes à se rassembler afin de reconnaître leurs droits et accéder, elles aussi, à l’émancipation sociale et politique. Pour cela, il faut constituer une assemblée qui fondera la société française sur des lois justes et immuables, entre les hommes et les femmes. Elle adresse cet écrit à la reine, Marie Antoinette, pour la convaincre de soutenir les femmes dans sa lutte et rédige dix-sept articles de droits décrétant l’égalité des sexes, ainsi qu’une proposition d’un contrat de mariage juste.

Considérée comme l’une des premières féministe française, Olympe de Gouges était aussi une adversaire résolue du système esclavagiste et de la peine de mort. Elle fut pourtant condamnée à mort par le Tribunal révolutionnaire et guillotinée sur la place de la concorde à Paris le 3 novembre 1793, deux semaines après la reine.

Em 1789, na França, após a revolução francesa, a assembléia redigiu Les droits de l'homme et du citoyen. Mas metade da população foi esquecida: Mulheres. Dois anos mais tarde, Olympe de Gouge, uma heroína revolucionária, escreveu a Declaração dos Direitos da Mulher e do Cidadão, e pediu às mulheres que se reunissem para reconhecer seus direitos e alcançar a emancipação social e política. Para isso, deve ser criada uma assembléia para fundar a sociedade francesa com base em leis justas e imutáveis entre homens e mulheres. Ela dirigiu esta carta à Rainha, Marie Antoinette, para convencê-la a apoiar as mulheres em sua luta e redigiu dezessete artigos de direitos decretando a igualdade dos sexos, bem como uma proposta para um contrato de casamento justo.

Considerada uma das primeiras feministas francesas, Olympe de Gouges também foi uma forte adversária do sistema escravo e da pena de morte. No entanto, ela foi condenada à morte pela Corte Revolucionária e guilhotinada na Place de la Concorde em Paris em 3 de novembro de 1793, duas semanas após a Rainha.

  continue reading

23 episódios

Artwork
iconCompartilhar
 
Manage episode 334963661 series 2915176
Conteúdo fornecido por AFluência. Todo o conteúdo do podcast, incluindo episódios, gráficos e descrições de podcast, é carregado e fornecido diretamente por AFluência ou por seu parceiro de plataforma de podcast. Se você acredita que alguém está usando seu trabalho protegido por direitos autorais sem sua permissão, siga o processo descrito aqui https://pt.player.fm/legal.

1789 en France, au lendemain de la révolution française, l’assemblée à rédigé Les droits de l’homme et du citoyen. Mais la moitié de la population a été oubliée : Les femmes. Deux ans plus tard, Olympe de Gouges, héroïne révolutionnaire rédige alors La Déclaration des droits de la Femme et de la citoyenne, et appelle les femmes à se rassembler afin de reconnaître leurs droits et accéder, elles aussi, à l’émancipation sociale et politique. Pour cela, il faut constituer une assemblée qui fondera la société française sur des lois justes et immuables, entre les hommes et les femmes. Elle adresse cet écrit à la reine, Marie Antoinette, pour la convaincre de soutenir les femmes dans sa lutte et rédige dix-sept articles de droits décrétant l’égalité des sexes, ainsi qu’une proposition d’un contrat de mariage juste.

Considérée comme l’une des premières féministe française, Olympe de Gouges était aussi une adversaire résolue du système esclavagiste et de la peine de mort. Elle fut pourtant condamnée à mort par le Tribunal révolutionnaire et guillotinée sur la place de la concorde à Paris le 3 novembre 1793, deux semaines après la reine.

Em 1789, na França, após a revolução francesa, a assembléia redigiu Les droits de l'homme et du citoyen. Mas metade da população foi esquecida: Mulheres. Dois anos mais tarde, Olympe de Gouge, uma heroína revolucionária, escreveu a Declaração dos Direitos da Mulher e do Cidadão, e pediu às mulheres que se reunissem para reconhecer seus direitos e alcançar a emancipação social e política. Para isso, deve ser criada uma assembléia para fundar a sociedade francesa com base em leis justas e imutáveis entre homens e mulheres. Ela dirigiu esta carta à Rainha, Marie Antoinette, para convencê-la a apoiar as mulheres em sua luta e redigiu dezessete artigos de direitos decretando a igualdade dos sexos, bem como uma proposta para um contrato de casamento justo.

Considerada uma das primeiras feministas francesas, Olympe de Gouges também foi uma forte adversária do sistema escravo e da pena de morte. No entanto, ela foi condenada à morte pela Corte Revolucionária e guilhotinada na Place de la Concorde em Paris em 3 de novembro de 1793, duas semanas após a Rainha.

  continue reading

23 episódios

Todos os episódios

×
 
Loading …

Bem vindo ao Player FM!

O Player FM procura na web por podcasts de alta qualidade para você curtir agora mesmo. É o melhor app de podcast e funciona no Android, iPhone e web. Inscreva-se para sincronizar as assinaturas entre os dispositivos.

 

Guia rápido de referências