Ana Castela, DJ Chris no Beat e o agronejo

19:52
 
Compartilhar
 

Manage episode 339010485 series 2504067
Por Editoria de Podcasts and Folha de S.Paulo descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Vinte anos depois de "Clima de Rodeio", da Dallas Company, explodir no Brasil, a canção voltou a tocar por aí, mas numa pegada bem diferente da que tinha no começo dos anos 2000. Nas mãos de DJ Chris no Beat e de Ana Castela, a faixa surge agora no som do chamado agronejo.

O estilo, também conhecido como sertanejo agro, vem crescendo no streaming e nas redes sociais nos últimos meses e já está entre as músicas mais ouvidas do Brasil. Com batidas eletrônicas, traços do funk e pop, o subgênero desponta com hits como “Juliet e Chapelão” e “Os Menino da Pecuária”.

Há artistas do agronejo ainda que usam auto-tune e elementos vindos do trap e do rap. Essa nova estética musical está também atrelada à defesa do agronegócio —e por isso, muitos a relacionam à chamada bancada do boi, que apoia o presidente Jair Bolsonaro (PL).

No Expresso Ilustrada desta semana, o agronejo é destrinchado. O programa explica qual a origem do estilo e o que o caracteriza. Além disso, discute polêmicas recentes envolvendo cantores da velha guarda do sertanejo e da nova geração do gênero, assim como a relação entre o agronegócio e o agronejo.

Para isso, o programa ouve a cantora Ana Castela, que está há quase um mês no topo da lista de mais ouvidas no Spotify no Brasil, com "Pipoco", e o DJ Chris no Beat, apontado como um dos criadores dessa nova sonoridade.

See omnystudio.com/listener for privacy information.

186 episódios