O Supremo Propósito de Deus - Parte 01 (Ef 1:1-2) - Leandro Vieira (Série: Efésios)

49:47
 
Compartilhar
 

Manage episode 290563443 series 2443489
Por FAMÍLIA DOS QUE CRÊEM and FAMÍLIA DOS QUE CREEM descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
“A epístola aos efésios é uma síntese maravilhosamente concisa, mas abrangente, das boas novas e suas implicações. Ela conta como Jesus Cristo derramou seu sangue em uma morte sacrificial pelo pecado, foi ressuscitado da morte pelo poder de Deus e exaltado, acima de tudo que competia com ele, ao lugar supremo, tanto no universo como na igreja. E mais do que isso, nós, que estamos “em Cristo’, unidos a ele pela fé, compartilhamos esses grandes eventos”. Stott, John Como desfrutar de tais realidades? Pela fé, naturalmente, contudo, também por desenvolver nossa espiritualidade, firmando as raízes de nosso homem interior “em Cristo”, pelos meios comuns de graça: oração, Palavra, prática da justiça e do amor, comunhão e etc. As disciplinas espirituais não mudam a Deus, no entanto, elas apenas posicionam o nosso coração no lugar onde podemos acessar “todas as bençãos espirituais” disponíveis em Cristo.” O capítulo 1 da carta é estruturado em doxologia e intercessão. O aspecto doutrinário, está nas entrelinhas dos louvores e da oração! Neste último encontro, destacamos a importância de compreendermos alguns termos que aparecem logo nos dois primeiros versículos da epístola: “santos” e a expressão, “graça e paz”; Paulo ao chamar os crentes de Éfeso de “santos”, não está dirigindo-se a uma elite espiritual, antes, está afirmando a natureza de todos os crentes, todos aqueles que foram redimidos pelo sangue do Cristo. No Antigo Testamento, o Tabernáculo, o Povo, e os Sacerdotes eram santos, isso por terem sido “consagrados para o serviço de Deus”. Portanto, a palavra santo aqui tem simultaneamente os sentidos de privilégio e de responsabilidade. O privilégio é que os santos são eleitos por Deus e não estão mais debaixo da ira divina e, a responsabilidade, é que devemos ser instrumentos que representam Deus para mundo, a final, este era o objetivo das coisas e pessoas consagradas no AT. Prosseguindo, a saudação paulina revela tanto a obra de Deus quanto o resultado da mesma (vide vrs 2): Graça, indica a natureza da ação salvífica de Deus, e Paz, aponta para o fruto de tal ação. Temos paz para com Deus e uns para com os outros. Assim, este é o legado dos crentes, viverem em paz e com paz, abençoarem o mundo! No próximo encontro, faremos a exposição dos versículos 3 à 14. Acompanhe-nos pelas principais plataformas digitais. Visite nosso site: https://familiadosquecreem.com​.br​Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br...​Ouça nossas palavras: https://www.familiadosquecreem.com.br...​Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdi...​Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/familiadosq...​Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/familiadosqu...​Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/familiadqc

159 episódios