68: É a nova era. Tá com medo?

1:20:24
 
Compartilhar
 

Fetch error

Hmmm there seems to be a problem fetching this series right now. Last successful fetch was on March 11, 2022 21:53 (3M ago)

What now? This series will be checked again in the next day. If you believe it should be working, please verify the publisher's feed link below is valid and includes actual episode links. You can contact support to request the feed be immediately fetched.

Manage episode 221683761 series 1041827
Por Senso Incomum descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Guten Morgen, Brasilien! A nova era chegou. E os petistas estão com medo! O Holocausto parece que vai começar logo, os negros serão novamente escravizados, os gays morrerão em praça pública, os nordestinos serão deportados, as mulheres serão subjugadas pelos homens e pior: as pessoas vão comprar pistolas 9 mm e a nosso reino de paz com o estatuto do desarmamento, tão pacífico e tão pró-vida, vai acabar, disparando a criminalidade! Ohhhh! Ao menos, é isso que dizem as fanfics de esquerda, o mais novo e elevado gênero literário que a nossa cultura legou, após décadas de alfabetização via método Paulo Freire. É o que diz a imaginação coletiva dos ideologizados no Brasil, crentes de que não crêem, lendo apenas o que é permitido por seus ideólogos, com valores e referências cada vez mais umbigocêntricos. A eleição de Jair Bolsonaro gerou a maior crise de histeria coletiva da esquerda em sua história no Brasil. Até seria algo a ser levado a sério, se ao menos alguma coisa do conjunto de crenças de quem acredita na "volta da ditadura" fosse real. Simplesmente tudo o que acreditam a respeito do novo presidente é baseado em mentiras, distorções, hipérboles, siricuticos, declarações isoladas fora de contexto e maluquices afins. É curioso notar como a esquerda, perdedora nas urnas, e que vem perdendo espaço na cultura (e até no jornalismo e na Academia), só consegue tentar explicar o fenômeno Bolsonaro através das mesmas idéias, dos mesmos conceitos e do mesmo vocabulário de sempre, crendo que se repetir com bastante ênfase o que acabou de dizer vai gerar alguma novidade. Avessa ao conhecimento livre, sem o filtro do que é "permitido" pela ideologia, muitos caíram na esparrela do mainstream a respeito de Bolsonaro, sempre reduzindo sua atuação ao trinômio machista-racista-homofóbico (quase sempre depois reduzido no anátema "fascista"). E como sair desse buraco? A esquerda pode não gostar, mas vai ter de descobrir o que é essa tal de direita, e através de fontes diretas – não através do que outros esquerdistas dizem que a direita é, no maior disse que disse desde a invenção da fofoca. E podemos ser desagradáveis, mas estamos sempre certos. É melhor Jair se acostumando a ter de nos ouvir! A produção é de Filipe Trielli e David Mazzuca Neto, no estúdio Panela Produtora. A produção visual é de Gustavo Finger da Agência Pier, sobre imagem de Bene Barbosa. Guten Morgen, Brasilien!

115 episódios