USP Analisa #31: Para docente, divulgação científica é luta pública contra a desinformação

25:32
 
Compartilhar
 

Fetch error

Hmmm there seems to be a problem fetching this series right now. Last successful fetch was on November 30, 2020 11:55 (5d ago)

What now? This series will be checked again in the next day. If you believe it should be working, please verify the publisher's feed link below is valid and includes actual episode links. You can contact support to request the feed be immediately fetched.

Manage episode 275154332 series 2470282
Por Jornal da USP descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

A divulgação científica ganhou espaço e uma importância ainda maior com a pandemia da covid-19. A disseminação de informações falsas sobre a doença e possíveis tratamentos reforçou a necessidade de universidades e instituições de pesquisa se aproximarem da sociedade. Na USP Ribeirão Preto, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFRP) estabeleceu um canal de contato com a comunidade por meio das redes sociais. Para falar sobre essa iniciativa, o USP Analisa exibe nesta semana a primeira parte de uma entrevista com a professora da FCFRP, Carolina Aires.

Ela acredita que a difusão de informações relacionadas ao desenvolvimento da ciência é uma grande responsabilidade para os pesquisadores e uma espécie de luta pública contra a desinformação. “Contra a desinformação as nossas armas são falar do que a ciência é, do papel da ciência no mundo, do papel da ciência na evolução, no entendimento e no desenvolvimento de medicamentos, no contexto também de entender o que é uma doença, como é que ela se comporta, por que algumas populações são mais suscetíveis do que outras e por que a cura tão almejada por todos nós não é tão rápida. Todos esses são questionamentos válidos e eles podem ser embasados pela ciência”, diz ela.

Carolina diz que o envolvimento dos estudantes de graduação em iniciativas da faculdade ligadas à divulgação científica é fundamental para o desenvolvimento profissional. “A partir do momento em que o aluno também está envolvido nesse trabalho de desconstrução do pensamento mais técnico para um pensamento mais acessível, isso também acaba dando para o aluno ferramentas para ele se formar como farmacêutico. Por exemplo, na hora em que ele precisa conversar com um paciente para explicar como é que aquele medicamento funciona, ele tem que desconstruir a informação técnica que ele recebeu na graduação e entregar para o paciente de uma forma simples. E, na divulgação científica, a gente consegue fazer esse exercício de desconstrução”, explica ela.

Para saber mais novidades sobre o programa e outras atividades do IEA-RP, inscreva-se em nosso canal no Telegram.


USP Analisa
O USP Analisa Vai ao ar pela Rádio USP às quartas-feiras, às 18h05, com reapresentação aos domingos, às 11h30, e também está disponível nos principais agregadores de podcast. O programa é uma produção conjunta da Rádio USP Ribeirão Preto (107,9 MHz) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP. Apresentação e edição: Thaís Cardoso. Produção: João Henrique Rafael Junior. Coordenação: Rosemeire Talamone.

.

715 episódios