Empatia tem limite?

1:17:21
 
Compartilhar
 

Manage episode 302673479 series 57283
Por B9 descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Pode ser que você, Mamileiro e Mamilete, tenha tomado um susto ao ver o título desse episódio. Calma, não estamos abrindo mão do que somos e do que acreditamos. Mas depois de tanto tempo, tanta polêmica e tanta dificuldade que a gente tem enfrentado enquanto sociedade, o exercício da empatia muitas vezes fica mais fácil na retórica que na prática. A gente sabe - e defende - que empatia importa. Mas por que importa? Quando importa? Pra quem importa? E aliás, o que raios mesmo é essa tal de "empatia"? Sem pretensão de trazer respostas, trouxemos para a mesa duas mulheres que, por razões diferentes, nos ajudam a chegar às reflexões que precisamos fazer. Uma, se dedicou a compreender o efeito dos sentimentos - inclusive a empatia - em nosso cérebro. A outra, se tornou um fenômeno nacional ao cativar o país com seu exercício de empatia (quase) a qualquer custo. Sim, meu povo: Juliette e a neurocientista Claudia Feitosa-Santana batem esse papo com Cris Bartis e Ju Wallauer sobre a importância (e a possibilidade) de se pôr no lugar dos outros. _____ VEM FALAR DE VIDA Diagnóstico não é sinônimo de fim. Na verdade, é o ponto de partida de um novo capítulo: delicado, desafiador e complexo. E que demanda cuidado, atenção, escuta, disposição, energia. Já tá mais do que na hora de mudarmos nossa visão sobre doenças como o câncer de mama. Nos últimos anos, a medicina,a indústria farmacêutica e todos os agentes envolvidos em saúde inovaram e avançaram muito. Agora, a gente também precisa avançar. Ao contar histórias de diagnóstico e da convivência com o câncer de mama, esse podcast é um convite. Para falar de câncer, sim. Exames, procedimentos, tratamentos, informações. Mas, principalmente, de vida. "Vem Falar de Vida" é um movimento em prol do conhecimento, do acolhimento, do diálogo e do apoio entre as mulheres. Autoconhecimento e informação são peças-chave para superar o medo especialmente porque câncer de mama é tratável e, quanto antes for diagnosticado, maiores são as chances de cura - é possível buscar o tratamento mais adequado para cada momento da paciente, inclusive, diferentes terapias para cada perfil de doença. A Roche idealizou este movimento por entender que a luta não é só para salvar vidas. É pela busca da dignidade, da transparência e da quebra de estigmas e sentenças. E a soma de forças com outras instituições, empresas e agentes da sociedade pode fazer total diferença nessa trajetória. Por isso, vamos juntas, todas nós, falar de vida. De conhecimento. E de acolhimento. Acesse o site do Vem Falar de Vida e participe deste movimento. _____ PRIMEIRO CONTATO Primeiro Contato é o novo podcast B9 produzido em associação com Overloadr, que narra a história da relação do brasileiro com tecnologia no mundo pré-internet e da transição entre o mundo analógico e digital no país. Todas as terças, Henrique Sampaio conduz a audiência em uma jornada narrativa em busca de compreender como os computadores e games entraram nos lares dos brasileiros. Ouça agora e siga o Primeiro Contato em sua plataforma favorita ou acesse http://primeirocontato.b9.com.br. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda recebe toda semana um apanhado das notícias mais quentes do jeito que só o Mamilos sabe fazer. É só R$9,90 por mês! Corre ler, quem assina tá recomendando pra todo mundo. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS Mamilos é uma produção do B9 A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. O apoio à pauta e pesquisa foram de Hiago Vinícius e Jaqueline Costa. A edição foi de Victor Souza e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A identidade visual é de Helô D’Angelo. A curadoria nos programas de história é realizada por Déia Freitas. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza, Mattheus Guimarães e Jade Teixeira e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

424 episódios