#73 – Drops: Brincar com pessoas contribuiu com a domesticação do cães

18:26
 
Compartilhar
 

Manage episode 274942393 series 2612594
Por Meu nome não é não descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

A Biology Letters publicou em setembro um novo estudo sobre comportamento canino, que pode explicar mais um ponto na domesticação dos nossos cães domésticos. O artigo The link between selection for function and human-directed play behaviour in dogs, escrito pelos pesquisadores Niclas Kolm , Hans Temrin , Ádám Miklósi , Enikő Kubinyi and László Zsolt Garamszegi, trata da ligação entre a seleção por função (ou seja, a seleção feita por humanos) e os comportamentos de brincar dos cães com pessoas. O tema também virou pauta de uma reportagem da National Geographic (Ancient wolves that played with humans likely evolved into today’s friendly dogs), escrita por Virgínia Morell, que revela alguns detalhes e opiniões dos pesquisadores.

O artigo faz uma análise a partir de dados genéticos de 89.352 cães do projeto Swedish Dog Mentality Assessment, além de testes de brincar feito com 132 cães de diferentes raças. Tudo isso para descobrir de onde vem o comportamento de brincar com pessoas e como ele se desenvolveu.

A boa notícia é que, realmente, os cães tiveram um ancestral que já gostava de brincar com pessoas na fase adulta – comportamento raríssimo entre os animais (brincar na fase adulta + brincar com pessoas). Mesmo com a interferência humana, por meio da seleção de raças, esse é um comportamento presente em todos os cães, mas que foi intensificado em raças que foram selecionados para o trabalho em conjunto com humanos. Os pesquisadores acreditam que o brincar foi fundamental na domesticação e por isso se desenvolveu nos cães atuais, aumentando inclusive a treinabilidade deles (devido ao prazer do jogo com o treinador).

Apresentação e Locução: Naiara Lima

Edição: Guto Leão

Vinheta: Henrique Inglez de Souza

Músicas neste Episódio:

BoogieBounce por Drew Banga (youtube.com/audiolibrary)
Palms Down por Blue Dot Sessions (www.sessions.blue)
Dash and Slope por Blue Dot Sessions (www.sessions.blue)
Highway 430 Blue Dot Sessions (www.sessions.blue)
Take Your Time por Dan Lebowitz (youtube.com/audiolibrary)

O post #73 – Drops: Brincar com pessoas contribuiu com a domesticação do cães apareceu primeiro em Meu Nome Não É Não.

79 episódios