037 - pirataria na pesquisa brasileira

1:40:09
 
Compartilhar
 

Manage episode 283103079 series 2510276
Por mimimidias descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Se você frequenta ou frequentou alguma instituição de ensino superior você deve ter sido apresentada à alguma copiadora universitária ainda no seu primeiro semestre de curso: aquela copiadora onde livros são clandestinamente copiados todos os dias e onde artigos e capítulos de livros são impressos às centenas. Práticas piratas estão na base do ensino superior brasileiro. Xerocar um livro ou um artigo na copiadora não é tão diferente de fazer o acesso pirata pela internet. Uma das lorotas que a gente ouve muito é que a “internet democratizou o acesso”. Quando a verdade completa é que a internet também escancarou a DESIGUALDADE do acesso. Sabemos exatamente onde estão as informações que precisamos para as nossas pesquisas, o problema é que para acessar esses textos de forma legal a gente precisaria desembolsar 20, 30, 50, 100 dólares. Você sabe com quantos artigos se faz um mestrado? Muito mais do que os que cabem em uma bolsa de 1500 reais.

Para esse problema: SciHub, plataforma que permite o acesso gratuito a artigos científicos publicados nas revistas mais relevantes do mundo. Mas nem tudo são flores, afinal de contas o SciHub é uma ferramenta PIRATA que a indústria da publicação tenta derrubar DIARIAMENTE. A conta do SciHub foi banida do Twitter agora, no início de 2021 e Alexandra Elbakyan, criadora da plataforma, teve sua pesquisa interrompida contra sua vontade e encontra-se em uma localidade desconhecida, porque teme por sua segurança. A mesma Alexandra Elbakyan foi listada pela Nature em 2016 como uma das dez pessoas mais importantes para a ciência.

Para conversar sobre o assunto recebemos depoimentos de várias pesquisadoras e pesquisadores brasileiros.

--

Nosso canal: https://www.youtube.com/mimimidias

Redes sociais do mimimidias: https://twitter.com/mimimidias/ https://instagram.com/canalmimimidias/ https://www.facebook.com/canalmimimidias/

Vem falar com a gente: https://twitter.com/claramatheus https://twitter.com/leo_bos https://twitter.com/tavosmm

44 episódios