2 de julho | Devocional Diário CHARLES SPURGEON

2:59
 
Compartilhar
 

Manage episode 169724930 series 1335922
Por Filipe Castelo Branco and Ministério Fiel descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
2 de Julho. Nele, o nosso coração se alegra. (Salmos 33.21) E uma grande bênção o fato de que os crentes podem se alegrar, mesmo nas profundas aflições. Embora os problemas possam lhes cercar, eles ainda cantam; e, como muitos pássaros, cantam melhor em suas gaiolas. As ondas podem rolar sobre eles, mas a sua alma logo sobe à superfície e contempla a luz da face de Deus. Eles têm, ao seu redor, uma flutuabilidade que mantém sua cabeça sempre acima da água, ajudando-os a cantar em meio a tempestade "Até agora o Senhor está comigo". A quem será dada a glória? Oh, a Jesus –tudo é feito por Ele. A aflição nem sempre traz consolação para o crente, mas a presença do Filho de Deus ao lado dele, na provação, enche o coração de alegria. O crente fica doente e triste, mas o Senhor Jesus o visita e prepara-lhe lugar de repouso. Ele pode estar morrendo e se reunindo as águas frias e paralisantes do Jordão até à altura do pescoço; Jesus, porém, coloca os braços ao redor dele e lhe diz: "Não tema, amado, morrer é bendito. As águas da morte têm a sua principal fonte no céu; não são amargas, e sim doces como néctar, pois jorram do trono de Deus". À medida que o crente moribundo atravessa, com dificuldade, a torrente, as imensas ondas o cercam, o coração e a carne lhe falham; mas ele ouve aquela mesma voz ecoar em seus ouvidos: "Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus" (Isaías 41.10). Quando o crente se aproxima das margens do infinito desconhecido e está quase temeroso demais para entrar no império das sombras, Jesus diz: "Não temais, ó pequenino rebanho; porque vosso Pai se agradou em dar-vos o seu reino" (Lucas 12.32). Assim, fortalecido e consolado, o crente não tem medo de morrer. Ele se mostra até disposto a partir, pois tem contemplado a Jesus como a estrela da manhã e anela contemplá-Lo como o sol em todo o seu resplendor. Na verdade, a presença de Jesus é todo o céu que desejamos. Ele é de uma vez "a glória de nossos mais brilhantes dias; o conforto de nossas noites".

1804 episódios