23 de novembro | Devocional Diário CHARLES SPURGEON

2:28
 
Compartilhar
 

Manage episode 169724786 series 1335922
Por Filipe Castelo Branco and Ministério Fiel descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
23 de novembro. Comunhão com ele. (1João 1.6) Quando, pela fé, nos unimos a Cristo, fomos colocados em uma comunhão tão completa, que nos tornamos um com Ele. Os interesses dele e os nossos se tornam mútuos e idênticos. Temos comunhão com Cristo em seu amor. Amamos o que Ele ama. Cristo ama os santos, nós também os amamos. Jesus ama os pecadores, nós igualmente os amamos. Ele ama a pobre raça humana, que perece; e almeja ver os desertos da terra transformados no jardim do Senhor; e nós também. Temos comunhão com Jesus em seus desejos. Ele deseja a glória de Deus; também nos esforçamos por esse mesmo alvo. Jesus deseja que os santos estejam com Ele, onde Ele está; nós também desejamos estar lá, com Jesus. Jesus deseja banir o pecado - e nós batalhamos sob a bandeira dele. Jesus deseja que o nome de seu Pai seja amado e adorado por todas as criaturas; nós oramos todos os dias: "Venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu" (Mateus 6.10). Temos comunhão com Cristo em seus sofrimentos. Não estamos pregados na cruz de nosso Senhor, para morrermos de forma cruel. Mas, quando Jesus é difamado, também o somos. Ê bastante doce ser repreendido por amor a Ele, ser menosprezado por seguir o Mestre, ter o mundo contra nós. "O discípulo não está acima do seu mestre, nem o servo, acima do seu senhor" (Mateus 10.24). Quanto a nós, temos comunhão com Ele em seus labores, ministrando aos homens através da Palavra da Verdade e ações de amor. Assim como Jesus, nossa comida e bebida é fazer a vontade dAquele que nos enviou e completar sua obra (ver João 4.34). Também temos comunhão com Ele em suas alegrias. Somos felizes na felicidade dele e nos regozijamos em sua exaltação. Crente, você já provou essa alegria? Não existe deleite mais puro nem mais inspirador que podemos conhecer, deste lado do céu, do que ter a alegria de Cristo enchendo o nosso coração. Sua glória nos aguarda para completar nossa comunhão, pois sua igreja se assentará com Ele em seu trono como sua amada noiva e rainha.

1311 episódios