5 de agosto | Devocional Diário CHARLES SPURGEON

2:59
 
Compartilhar
 

Manage episode 169724896 series 1335922
Por Filipe Castelo Branco and Ministério Fiel descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
5 de Agosto. Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. (Romanos 8.28) Em alguns assuntos, o crente está absolutamente certo. Por exemplo, o crente sabe que Deus está assentado junto aos passageiros na popa do barco, quando este balança muito. Ele crê que uma mão invisível está sempre no leme do mundo e que, não importando para onde a providência leve o barco, Jeová é quem o dirige. Este conhecimento tranquilizador prepara o crente para todas as coisas. O crente olha por cima das ondas furiosas; vê o Espírito de Jesus andando por sobre as águas e ouve a sua voz, dizendo: "Sou eu. Não temais!" (Marcos 6.50). O crente também reconhece que Deus é sábio. E, reconhecendo isso, permanece confiante de que em sua vida não pode haver acidentes nem erros. Nada que não deveria acontecer acontecerá. O crente pode dizer: "Se eu tiver de perder tudo o que tenho, será melhor perder do que possuir, se esta for a vontade de Deus. A pior calamidade é a coisa mais sábia e mais bondosa que poderia me acontecer, se Deus assim o ordenasse". "Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus." O crente sabe que estas palavras constituem a realidade. Todas as coisas têm cooperado para o bem dele. Drogas nocivas misturadas em proporções apropriadas produzem cura; os afiados cortes do bisturi limpam o corpo ulceroso e facilitam o restabelecimento. Por conseguinte, crendo que Deus governa todas as coisas, com sabedoria, e que produz o bem a partir do mal, o coração do crente sente-se em segurança. É capaz de enfrentar com tranquilidade cada provação, à medida que surgem. Em espírito de verdadeira resignação, é capaz de orar: "Envia-me o que desejares, meu Deus, contanto que sejas Tu quem o envias. De tua mesa, nunca deste um manjar desagradável a qualquer de teus filhos". Não digas, alma minha: Como pode Deus aliviar meus pesares? Lembra-te que a Onipotência tem servos em todos os lugares. Seu método é sublime; seu coração é um fiel aliado. Deus nunca está adiante de seu tempo e nunca está atrasado.

1176 episódios