Cortes do Papo - Deltan, sobre condenação: "é inevitável concorrermos às eleições"

6:06
 
Compartilhar
 

Manage episode 337281496 series 1447580
Por O Antagonista descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Ainda durante o Papo Antagonista desta terça-feira (9), Deltan Dallagnol (foto) afirmou que o julgamento do Tribunal de Contas da União por diárias na Lava Jato não deve impedir sua candidatura a deputado federal.

"É inevitável concorrermos às eleições, não vejo como isso vai nos impedir", disse o ex-procurador, condenado a ressarcir mais de R$ 2,8 milhões e a pagar R$ 600 mil em multa junto com o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e o ex-chefe do Ministério Público no Paraná João Vicente Romão.

Deltan saiu em defesa de Janot, que será também candidato a um cargo no Legislativo. "Ele [Janot] não tem responsabilidade pelas prorrogações das operações —que não são automáticas. Ninguém tem a obrigação de prorrogar", disse o ex-membro do MP do Paraná.

Para ele, se não fosse o critério político na condenação de Janot, a culpa também deveria recair sobre a ex-PGR Raquel Dodge, que autorizou a operação a continuar existindo.

Janot também se defendeu das acusações feitas pelo TCU.

Cadastre-se para receber nossa newsletter:

https://bit.ly/2Gl9AdL​

Confira mais notícias em nosso site:

https://www.oantagonista.com​

Acompanhe nossas redes sociais:

https://www.fb.com/oantagonista​

https://www.twitter.com/o_antagonista​

https://www.instagram.com/o_antagonista

No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal:

https://www.youtube.com/c/OAntagonista

3075 episódios