Selic deve subir em 2021; saiba como isso impacta os investimentos em renda fixa

14:33
 
Compartilhar
 

Manage episode 282008549 series 2735942
Por info@audio.ad and CNN Brasil Business descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

No último relatório Focus, o mercado previa a Selic -- a taxa básica de juros -- em 3% para este ano de 2021. Um aumento significativo em relação aos 2% mantidos no final do ano passado pelo Banco Central. Essa estimativa do mercado financeiro é baseada, sobretudo, na inflação.

A lógica é mais ou menos essa: com a alta da inflação, o Banco Central precisa subir o juro para tornar o crédito mais caro. Com o crédito mais caro, torna-se mais difícil contratar um financiamento ou empréstimo, por exemplo. Então, a demanda diminui e esse movimento tende a arrefecer a inflação. E pode não parecer, mas essa alta da Selic pode ser bem aproveitada pelo investidor.

Isso é o que explica Rodrigo Blanco Fernandes, analista de crédito da Santander Corretora, entrevistado do último episódio do podcast O que Eu Faço?. A previsão do Santander para a Selic, inclusive, fica um pouco abaixo das estimativas médias do mercado. O banco espera que o juro acabe o ano em 2,5%.

See omnystudio.com/listener for privacy information.

89 episódios