Fronteiras no Tempo: Historicidade #34 Ofensas verbais e conflitos na história

36:02
 
Compartilhar
 

Manage episode 274887866 series 1279306
Por Portal Deviante descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Neste episódio do Historicidade, o programa de entrevistas do Fronteiras no Tempo, conversamos com o Professor Doutor Deivy Ferreira Carneiro (UFU), sobre as ofensas verbais e os conflitos na História. O ato de ofender alguém com palavras ou xingamentos sempre esteve presente na atuação da justiça criminal, e hoje, por meio dos documentos produzidos na repressão a esses crimes, podemos entender o que significava esta ação, os conflitos que desencadeava e, ainda, vários outros aspectos da história cotidiana das sociedades passadas.

Nesta entrevista:

Entenda como o historiador trabalha com as fontes da justiça criminal e quais são os caminhos para compreender os conflitos e ofensas verbais naqueles documentos. Conheça os tipos de xingamentos estudados e porque alguns ofendiam mais do que outros. Surpreenda-se com a relevância que um ataque verbal poderia ter no início e/ou no desenrolar de um conflito e, ainda, saiba por que se fazia questão de que fossem punidos os que cometiam este delito. Por fim, reflita conosco sobre o papel da justiça criminal no contexto social e político brasileiro do século XIX e XX e em como a atuação dos seus agentes, em interação com a sociedade, ajudaram a conformar formas de comportamentos e valores.

Arte da Capa


Publicidade

Ajude nosso projeto! Você pode nos apoiar de duas formas:

PADRIM – só clicar e se cadastrar (bem rápido e prático)

PIC PAY – Baixe o aplicativo do PicPay: iOS / Android


Saiba mais do nosso convidado

Deivy Ferreira Carneiro

Currículo Lattes


Produção do convidado

CARNEIRO, Deivy F. A Microstoria italiana e os desafios biográficos na historiografia recente (1980-2000). Locus: Revista de História, v. 26, p. 211-234, 2020.

CARNEIRO, Deivy F.. Norbert Elias e a história da violência no Brasil. ArtCultura_Revista de História, Cultura e Arte Uberlândia, v. 19, p. 189-206, 2017.

CARNEIRO, Deivy F.. Micro-história e uma análise da relação entre a população e a justiça criminal. In: Maíra Vendrame e Alexandre Karsburg. (Org.). Micro-história: um método em transformação. 1ed.São Paulo: Letra e Voz, 2020, v. 1, p. 309-336.

CARNEIRO, Deivy F. Microanalise e o Leviata: uma homenagem a Antonio Manuel Hespanha.. In: Diego Nunes; Gustavo Ferreira Santos; Jonatan de Jesus Oliveira. (Org.). Linhas Juridicas do Triangulo: estudos em homenagem ao Professor Antonio Manuel Hespanha.. 1ed.Uberlândia: LAECC, 2020, v. 1, p. 37-57.

CARNEIRO, Deivy F.. Bares, jogatinas e cultura popular na Zona da Mata mineira (1854-19410. In: Cleber Dias; Maria Cristina Rosa. (Org.). História do Lazer nas Gerais. 1ed.Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2019, v. 1, p. 113-136.

CARNEIRO, Deivy F.. Micro-História, História do Crime e da justiça Criminal: um diálogo possível e desejado. In: Maíra I. Vendrame; Cláudia Mauch; Paulo Roberto S. Moreira. (Org.). Crime e Justiça: reflexões, fontes e possibilidades de pesquisa. 1ed.São Leopoldo: Editora da Unisinos, 2018, p. 33-66.

CARNEIRO, Deivy F.. Os usos da biografia pela micro-história italiana: interdependência, biografias coletivas e network analysis. In: Alexandre de Sá Avelar; Benito Bisso Schmidt. (Org.). O que pode a Biografia. 1ed.São Paulo: Letra e Voz, 2018, v. 1, p. 33-58.

CARNEIRO, Deivy F.. Apontamentos para uma História Eliasiana da violência no Brasil. In: Célia Nonata Silva; Francisco Linhares Fonteles Neto. (Org.). Discere criminum: crime, violência e poder – uma abordagem nacional. 1ed. Maceió: Imprensa Oficial Graciliano Ramos, 2017, v. , p. 111-144.

CARNEIRO, Deivy F. Uma Justiça que seduz? Ofensas verbais e conflitos comunitários em Minas Gerais (1854-1941). 1. ed. Jundiaí: Paco Editorial, 2019. v. 1. 368p .

CARNEIRO, Deivy F.; Bretas, Marcos Luiz ; Rosemberg, André . História, violência e criminalidade: reflexões temáticas e narrativas regionais. 1. ed. Uberlândia: Edufu, 2015. v. 1. 332p


Indicações bibliográficas sobre o tema abordado

GARRIOCH, David. Insultos verbais na Paris do século XVIII. In: BURKE, Peter & PORTER, Roy. História social da linguagem. São Paulo: Edunesp, 1997, p. 121.

FLYNN, Charles. Insult and society: patterns of comparative interaction. Port Washington / New York: Kennikat Press. 1977, p. 3-6.

LEACH, Edmund. “Aspectos antropológicos da linguagem: categorias animais e insulto verbal”. In: DA MATTA, Roberto (org). Edmund Leach. Coleção grandes cientistas sociais. São Paulo: Ática, 1983, p. 170-98.

BURKE, Peter. “L’art de l’insulte en Italie aux XVie et XVIIe siècles”. In: DELUMEAU, Jean. Injuries et Blasphemes. Mentalites: Histoire dês cultures et dês sociétés. Vol. 2. Éditions Imago, 1989

PITT-RIVERS, Julian. “Honra e posição social”. In: PERISTIANY, J. G. Honra e Vergonha: valores das sociedades mediterrânicas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, s/d.

WADDAMS, S. M. Sexual Slander in 19th century England: defamation in the ecclesiastical courts. 1815-1855. Toronto: University of Toronto Press, 2000.

SHOEMAKER, Robert. “The Decline of Public Insult in London 1660-1800”. Past & Present, n.169, November, 2000, p. 97-131.


Expediente

Arte da vitrine: Augusto Carvalho; Edição: Talk’nCast; Roteiro e apresentação: Beraba.


Como citar esse episódio

Citação ABNT

Fronteiras no Tempo: Historicidade #34 Ofensas verbais e conflitos na história. Locução Marcelo de Souza Silva, Deivy Ferreira Carneiro. [S.l.] Portal Deviante, 20/10/2020. Podcast. Disponível: http://www.deviante.com.br/?p=41201&preview=true


Redes Sociais Twitter, Facebook, Youtube, Instagram, SPOTIFY,


Contato E-mail: fronteirasnotempo@gmail.com


Madrinhas e Padrinhos

Alexandre Strapação Guedes Vianna, Alexsandro de Souza Junior, Aline Lima, Anderson O Garcia, Anderson Paz, André Luis Santos, Andre Trapani Costa Possignolo, Andréa Silva, Andressa Marcelino Cardoso, Artur Henrique de Andrade Cornejo, Bruno Scomparin, Carlos Alberto de Souza Palmezani, Carlos Alberto Jr., Carolina Pereira Lyon, Ceará, Cláudia Bovo, Eani Marculino de Moura, Eduardo Saavedra Losada Lopes, Elisnei Oliveira, Ettore Riter, Felipe Augusto Roza, Felipe Sousa Santana, Flavio Henrique Dias Saldanha, Iago Mardones, Iara Grisi, Isaura Helena, João Carlos Ariedi Filho, José Carlos dos Santos, Leticia Duarte Hartmann, Lucas Akel, Luciano Beraba, Manuel Macias, Marcos Sorrilha, Mayara Araujo dos Reis, Mayara Sanches, Moises Antiqueira, Paulo Henrique de Nunzio, Rafael, Rafael Alves de Oliveira, Rafael Igino Serafim, Rafael Machado Saldanha, Rafael Zipão, Raphael Almeida, Raphael Bruno Silva Oliveira, Renata Sanches, Rodrigo Raupp, Rodrigo Vieira Pimentel, Rubens Lima, Sr. Pinto, Wagner de Andrade Alves, Willian Scaquett, Willian Spengler e ao padrinho anônimo

2783 episódios