SERÁ QUE VOCÊ AMA MESMO A SUA FAMÍLIA? - Episódio 517 – Fabio Flores

15:26
 
Compartilhar
 

Manage episode 330039568 series 2114479
Por Precisava Ouvir Isso and Fabio Flores - Especialista em Inteligência Sócio Emocional descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Hoje eu venho aqui te perguntar: Onde mora o seu afeto? Eu vejo com muita freqüência muita gente dizer que o que mais ama nessa vida é a família. Que a família é a coisa mais importante e que ela é a base da sociedade. São frases prontas que muitas vezes são repetidas sem o peso de afeto que talvez merecessem. E sabe por que eu estou te falando isso? Por que eu nos últimos tempos tenho me dedicado a pesquisar as redes sociais de quem faz postagens em defesa da família. E esta vontade nasceu em mim depois que eu vi uma contradição assustadora entre as postagens e a vida íntima de um vereador do Rio que está sendo acusado de ter assassinado o enteado dentro do apartamento depois de supostamente ter o agredido violentamente. Este vereador em público fazia postagens em defesa da família e no privado supostamente agredia a esposa fisicamente e torturava psicologicamente e teria sido responsável pelo assassinato do enteado. Que fique claro uma coisa... eu não estou dizendo que quem defende a família em público é violento com ela na vida privada. O que eu disse é que o caso desse vereador me chamou a atenção para uma contradição muito presente no cotidiano das relações afetivas. A questão é que onde está a nossa atenção aí mora o nosso afeto. Lembrando que afeto é tudo aquilo que me afeta ou que eu afeto. E neste sentido o fato que mais me chama a atenção nos perfis de redes sociais que eu visitei, depois de encontrar as postagens em defesa da família é que quase sempre a família era um conceito abstrato ou inexistente no próprio perfil de quem postou. Eu tomei como metodologia verificar as 10 últimas postagens dos perfis que eu visitava. E na imensa maioria das vezes nenhuma das 10 postagens tinha qualquer referência a família como um todo nem a nenhum membro em particular. Com freqüência eu encontrava postagens sobre política e religião, com menos freqüência sobre esporte e cultura, e bem raramente algum registro de momento desfrutado em família.

558 episódios