# 22 | Rodas de leitura: o vampiro de Curitiba, de Dalton Trevisan

57:13
 
Compartilhar
 

Manage episode 332573734 series 3006720
Por Prosa Nova EduCultTech descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

O projeto Rodas de leitura: discussões sobre a masculinidade na Literatura, criado pela Prosa Nova e viabilizado por meio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice), é uma iniciativa de sensibilização dos jovens e adolescentes de escolas públicas para uma ressignificação da masculinidade e a criação de uma relação saudável entre os gêneros.
Dalton Trevisan é o tipo de escritor que vive da sua mitologia particular. Esquivo, arredio, invasor e perturbador. Age no silêncio por meio de suas neuroses e preferências mais íntimas. Boa parte dessa reputação do autor curitibano vem de sua obra mais imponente, O Vampiro de Curitiba, publicada pela primeira vez em 1965 e que rendeu o apelido que o acompanha há quase seis décadas. Nelsinho, o verdadeiro vampiro das araucárias, nada tem de Dalton, e também tudo tem. Essa simbiose só é possível porque Nelsinho é fruto da ficção e da fabulação. “Um herói literário é a soma de não sei quantas pessoas”, disse Dalton, em 1968, numa das raras entrevistas que concedeu. “O Nelsinho, o Delicado, é certo que sou eu. Mas eu sou também Gigi, Naná e Fifi. Eu sou João e sou Maria”. Como diria Franz Kafka: “eu sou minhas histórias”.

Este episódio foi gravado com os estudantes do Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba, no dia 09 de junho de 2022.

Leia tudo sobre o projeto neste link

33 episódios