#30 | Dispersão e fragmentação urbana com dados da grade estatística de população | José Diego Alves e Alvaro D'Antona

18:56
 
Compartilhar
 

Manage episode 294639939 series 2865439
Por Demografia UFRN descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

As questões urbanas no Brasil sempre foram alvo de intenso debate. Sobretudo a partir da metade do século 20, quando o país experimentou um importante fluxo de movimentos migratórios das áreas rurais para áreas urbanas. O que foi chamado por muitos autores como êxodo rural, moldou um padrão de urbanização excludente e associado a um processo de marginalização da população. Com isso, estigmatizou-se o papel do migrante no contexto desse processo de transição para uma sociedade urbana. Do ponto de vista da estrutura urbana e da dinâmica populacional, portanto, entender as idiossincrasias e características das cidades e regiões urbanizadas no Brasil é fundamental para compreender a sociedade. Mas com a diminuição do ímpeto da migração rural-urbana e a redução do ritmo de crescimento populacional, como está o processo de urbanização contemporâneo? Como as cidades médias e pequenas se encaixam nesse contexto?

No episódio 30 do Rasgaí, conversamos com José Diego Gobbo Alves e Alvaro D’Antona. O José Diego é geógrafo e doutorando em Ambiente e Sociedade na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Álvaro é economista, antropólogo e demógrafo, professor da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp e está vinculado aos programas de pós-graduação em Demografia e no mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. Falamos sobre o artigo que eles publicaram na Revista Brasileira de Cartografia em 2020 com o título: “Dispersão e fragmentação urbana: uma análise espacial com base na distribuição da população”. O texto apresentou uma metodologia baseada em métricas da distribuição espacial da população em uma grade estatística regular a partir dos dados do Censo Demográfico, potencializando o uso de dados demográficos de acesso público e gratuitos para o estudo dos processos contemporâneos da urbanização.

É possível saber mais sobre o tema também no e-book gratuito "Dispersão Urbana e Mobilidade Populacional: implicações para o planejamento urbano e regional".

--- Send in a voice message: https://anchor.fm/rasgai/message

36 episódios