17 | Adélia Prado — Fatal | Poesia Brasileira

0:55
 
Compartilhar
 

Manage episode 328426885 series 3240894
Por Jéssica Iancoski descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Adélia Luzia Prado de Freitas, mais conhecida como Adélia Prado, é uma poetisa, professora, filósofa, romancista e contista brasileira ligada ao Modernismo. Sua obra retrata o cotidiano com perplexidade e encanto, norteados pela fé cristã e permeados pelo aspecto lúdico, uma das características de seu estilo único. Nasceu em 1935 em Minas Gerais.

►► Apoie pequenas editoras. Compre livros de autores independentes!
https://loja.tomaaiumpoema.com.br/
_________________________________

Adélia Prado — Fatal

Os moços tão bonitos me doem,
impertinentes como limões novos.
Eu pareço uma atriz em decadência,
mas, como sei disso, o que sou
é uma mulher com um radar poderoso.
Por isso, quando eles não me veem
como se dissessem: acomoda-te no teu galho,
eu penso: bonitos como potros. Não me servem.
Vou esperar que ganhem indecisão. E espero.
Quando cuidam que não,
estão todos no meu bolso.

_________________________________

Use #tomaaiumpoema
Siga @tomaaiumpoema

Poema: Fatal
Poeta: Adélia Prado
Voz: Neusa Doretto | @neusa_doretto
Seleção: Silvana Guimarães (Germina Literatura)
https://tomaaiumpoema.com.br

ATENÇÃO Somos um projeto social.
Todo valor arrecadado é investido na literatura.
FAÇA UM PIX DE QUALQUER VALOR
CNPJ 33.066.546/0001-02
ou tomaaiumpoema@gmail.com
Até mesmo um real ajuda a poesia a se manter viva!

#poesia | #poemas | #podcast

1649 episódios