#117 Desmatamento e falta de comida na mesa: TUDO A VER, com Argemiro Teixeira

55:52
 
Compartilhar
 

Manage episode 347457367 series 2649578
Por Vai Se Food descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Você conhece a relação entre desmatamento e falta de comida? De modo bem resumido:

  • Sem a evapotranspiração da floresta Amazônica (árvores jogam umidade na atmosfera), fenômeno conhecido como 'rios voadores', o fluxo e intensidade de chuvas diminuirá em toda América Latina. Os rios voadores são imensos volumes de vapor de água que vem do oceano Atlântico, se precipitam sob a forma de chuva na Amazônia – onde ganham corpo – e seguem até os Andes, encontrando a muralha rochosa presente nessa região, que os faz desviar e flutuar sobre a Bolívia, o Paraguai e os estados brasileiros de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo (às vezes alcançando até o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul)
  • Sem o Cerrado preservado, a falta de água castigará o Brasil todo: é no bioma que nascem oito das doze regiões hidrográficas brasileiras. Além disso, é no Cerrado que ficam três dos principais aquíferos do país: Bambuí, Urucuia e Guarani. A contribuição hídrica do Cerrado para a vazão da bacia do Paraná chega a 50%, para a bacia do Tocantins chega a 62% e é de 94% para a bacia do São Francisco; o Pantanal é totalmente dependente da água nascida no Cerrado; grande parte da energia consumida no Brasil é gerada com as águas do Cerrado. E o que permite que a água seja levada até os lençóis freático? Solo permeável (não-desmatado) e as raízes profundas da vegetação nativa. Sem água no subsolo e com menos água caindo do céu, o resultado é óbvio: lavouras secas e fome.
    Então sabe para quem interessa a preservação ambiental? Só para quem come e bebe água.. . E é para entender mais sobre tema vital que convidamos Argemiro Teixeira. Argemiro é Doutor em Análise e Modelagem Ambiental, Mestre em Meteorologia Aplicada, Engenheiro Florestal e um dos autores do estudo "Agronegócio brasileiro pode perder até R$ 5,7 bilhões por ano com desmatamento na Amazônia", resultado da parceria entre o Centro de Sensoriamento Remoto da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a Universidade de Bonn, na Alemanha.
Support the show

121 episódios