Vida em França - França: Convenção pelo Clima denuncia falta de ambição política

7:21
 
Compartilhar
 

Manage episode 292418231 series 1453327
Por France Médias Monde and RFI Português descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Dezenas de milhares de franceses saíram à rua este fim-de-semana para reclamar uma lei climática mais ambiciosa, numa altura em que a promessa do Presidente francês de um referendo, para consagrar a proteção climática na Constituição, parece ter sido afastada. A organização de um referendo foi uma das 146 propostas da Convenção Cidadã pelo Clima encarregada de propor medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Em entrevista à RFI, Vitor Costa denuncia falta de ambição política na luta contra as alterações climáticas." O mundo está a mudar e as políticas não estão a acompanhar, porque a economia se sobrepõe sempre ao ambiente". Angela Brito, que integrou o painel dos 150 cidadãos, conta que inicialmente todos acreditavam que tinham o poder de mudar as políticas ambientais do país. " O poder de pensar, de mudar as coisas que deram à população.... mas ao final de contas não foi isso. Foi um grande fiasco e é tristre. Foi assunto muito falado e agora já ninguém fala". Angela Brito não acredita na realização de um referendo, alegando que neste momento o chefe de Estado já está em campanha eleitoral. " Agora estão já a trabalhar para as eleições que vão ter em 2020. Acha que vão fazer um referendo agora? Não!". A lei do clima e resiliência foi aprovada por 332 deputados, com 77 votos contra, principalmente vindos da esquerda, e 145 abstenções. O texto deve chegar ao Senado já em Junho, voltando para aprovação final à Assembleia Nacional, antes do fim do verão. Com a aprovação deste diploma, a França impõe como objectivodeixar de comercializar veículos leves e pesados novos movidos a energias fósseis até 2040. Até 2022 a França vai ainda proibir as esplanadas aquecidas, impor a venda a granel de 20% dos produtos em estabelecimentos comerciais, com mais de 400 m2, e suprimir linhas aéreas domésticas sempre que o trajeto em comboio possa ser feito em 02h30.

255 episódios