Vida em França - Torre Eiffel mantém-se o "farol" de Paris e da França

7:45
 
Compartilhar
 

Manage episode 297652673 series 1453327
Por France Médias Monde and RFI Português descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
Durante mais de 250 dias, moradores e visitantes da capital francesa sentiram a estranheza de não puderam visitar a imponente Dama de Ferro, fechada primeiro devido às condições sanitárias, mas também importantes obras de renovação. Patrick Branco Ruivo, lusodescendente e director-geral da Sociedade de Exploração da Torre Eiffel, explicou esta reabertura. Com algumas condicionantes ligadas à pandemia, como a redução do número de visitantes por dia ou a apresentação do passe sanitário a partir de dia 21 de julho, Patrick Branco Ruivo, lusodescendente e director-geral da Sociedade de Exploração da Torre Eiffel, disse em entrevista à RFI que o farol de Paris e de França, está pronto para voltar a abrir-se ao Mundo. "É mesmo o momento para vir à Torre Eiffel, porque é um momento em que não vai haver muita espera. A partir do dia 21 de julho é preciso vir com o passe sanitário, ele será necessário para passar so controlos, antes de aproveitar a Torre Eiffel, a vista sobre Paris e passar um momento em família espectacular", disse Patrick Branco Ruivo. O monumento centenário vai reabrir com um novo espaço para as crianças, um espaço para almoçar ou jantar com uma vista invejável da Cidade Luz e animações durante o verão. Nas imediações da Torre Eiffel esta manhã, Rebecca, uma californiana de 35 anos veio tentar a sua sorte nesta reabertura, dizendo que a Torre Eiffel é algo a fazer pelo menos uma vez na vida. "É um símbolo de Paris para mim, é algo a fazer antes de morrer. Algo que se faz uma vez na vida, como ver as pirâmides no Egipto", disse a norte-americana em declarações à RFI. Rebecca está em Paris para umas férias, as primeiras desde a pandemia, e gosta de ver a cidade mais calma do que antes, embora refira que há menos coisas para fazer do que é habitual. Uma retoma ainda difícil de prever na sua plenitude, segundo, Patrick Branco Ruivo. "A Torre Eiffel é o farol de Paris e da França [...] Pensamos que a situação vai melhorar com o desenvolvimento da vacinação e isso é que vai dar as condições para termos de novo uma actividade normal. Vamos ter uma retoma com os turistas. As condições já são melhores que o ano passado. Estamos moderadamente optimistas. Achamos que em 2022 vamos começar a sair da crise", sublinhou Patrick Branco Ruivo Com 132 anos, tendo visto duas viragens de século, duas guerras mundiais, um Maio de 68, três républicas francesas e várias pandemias, a Torre Eiffel continua a ser um símbolo de Paris e da França, resistindo a todas as intempéries.

278 episódios