#238 - "O Direito, o liberalismo e tudo o que não presta"

1:42:11
 
Compartilhar
 

Manage episode 301177438 series 2448469
Por Viracasacas descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Saudações pessoas! Nessa semana Carapanã e Gabriel Divan comentam a histórica mobilização indígena nacional no “Acampamento Luta pela Vida” e como a esdrúxula tese do Marco Temporal tem tudo a ver com a desgraça generalizada que se abateu no Brasil. O julgamento sobre a homologação da Terra Indígena Raposa Serra Sol foi o início de uma mobilização mais ampla de diversos setores conservadores, primeiro contra os povos indígenas e mais tarde contra o Brasil e os brasileiros. 2009 foi o ano no qual generais da ativa iam à TV contar lorotas sobre segurança nacional e Amazônia, recebendo muitos aplausos da oposição e ganhando capital político. O mais vocal deles hoje é peça fundamental do governo Bolsonaro. A tese do Marco Temporal é uma absoluta excrescência jurídica e sua manutenção coloca os povos indígenas em perigo. Não obstante, grandes veículos de mídia escolheram ignorar largamente as manifestações e reproduzir estudos “secretos” (sempre um eufemismo) e baboseiras sobre “insegurança jurídica” - chegando à repetir a tese ridícula de que os indígenas poderiam reivindicar Copacabana… O presidente do STF adiou o julgamento, o que acabou por quase desmobilizar os indígenas, e cá estamos. Falamos também sobre como qualquer VESTÍGIO de justiça fundiária sempre deixa as elites brasileiras apavoradas, uma vez que a apropriação de recursos públicos e a exploração ilegal de recursos naturais tem sido uma das principais formas de acumulação de riqueza pelos nossos senhores feudais. Como já disse uma figura ilustre “O Brasil tem um enorme passado pela frente”.

290 episódios