Morning Call: em semana marcada por feriados, mercados globais permanecem próximos de suas máximas históricas

14:52
 
Compartilhar
 

Manage episode 293798965 series 2874304
Por Filipe Teixeira descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

As ações asiáticas encerraram de forma mista, enquanto os futuros em Nova York operam em alta, na contramão dos recém abertos mercados da Europa, após sinais de que a recuperação econômica da China pode estar se estabilizando e os investidores continuam a pesar os riscos de uma inflação global.
O Japão teve um desempenho inferior em meio à preocupação com um estado de emergência estendido para conter o coronavírus, às vésperas das olímpiadas. As ações caíram em Hong Kong e flutuaram na China, onde um indicador da indústria de manufatura sugeriu que o ímpeto de recuperação da economia pode ter atingido seu pico.
Os futuros dos EUA subiram depois que o S&P 500 conseguiu seu quarto avanço mensal consecutivo. Os rendimentos do Tesouro americano caíram abaixo de 1,60% na sexta-feira.
O Bitcoin foi negociado abaixo de US $ 35.000 após uma queda na sexta-feira, quando o presidente do Banco Central do Japão, Haruhiko Kuroda, alertou sobre a volatilidade do token e suas negociações especulativas.
Os mercados globais permanecem perto de suas máximas históricas, impulsionados pela recuperação econômica e pelas injeções de estímulo. A alta até agora superou as preocupações de que as pressões de preços poderiam forçar uma redução antes do esperado no suporte do banco central.
Mas os investidores continuam sensíveis ao risco, e o payroll desta semana pode prejudicar os mercados se mudar as percepções sobre a força da recuperação. Um relatório de índice de gerentes de compras na China mostrou que os custos de insumos para fabricantes saltaram para o maior nível em cerca de uma década.
Por aqui, com 950 novos óbitos por covid-19 notificados nas últimas 24 horas, o Brasil registrou neste domingo, 30, o terceiro dia seguido de alta na média móvel de mortes, com 1.844 registros. Desde o início da pandemia, 462.092 brasileiros morreram vítimas da doença, mostram dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa.
Nas últimas 24 horas, foram 41.705 testes positivos, fazendo o total alcançar a marca de 16.512.714 casos confirmados. A média diária, levando em consideração os últimos sete dias, é de 61.306, segundo dia de alta.
O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou neste domingo, 30, a 45.233.638, o equivalente a 21,36% da população total. Nas últimas 24 horas, 92.205 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal. Neste domingo, somente 22 deles atualizaram os dados.
Support the show (http://wisir.com.br/planos)

453 episódios