Morning Call: mercados globais operam sem direção única na véspera do feriado de Tiradentes

16:02
 
Compartilhar
 

Manage episode 290432194 series 2874304
Por Filipe Teixeira descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

As ações asiáticas fecharam em sua maioria no terreno negativo, em contraponto aos futuros em Wall Street, enquanto os investidores seguem de olho nos lucros corporativos da temporada de balanços e os recentes picos de novos casos de coronavírus em todo o mundo.
Os preços do petróleo subiram acima de US $ 64 o barril, justo no aniversário de um ano, que marcou a queda no preço da commoditie abaixo de zero.
As ações caíram principalmente na Ásia, com exceção da Coréia do Sul e Hong Kong, onde a gigante de entregas Meituan arrecadou US $ 9,98 bilhões com uma venda de títulos conversíveis.
A sétima sessão consecutiva de quedas do dólar norte-americano ajudou os preços do petróleo a subirem para seus níveis mais altos em um mês.
Os investidores seguem aguardando novos sinais de confirmação da recuperação do setor privado, à medida que a temporada de lucros ganha força nos EUA. O ponto positivo nos resultados mais recentes, foi o primeiro ganho de receita para a International Business Machines (IBM) em onze trimestres.
Mesmo com esta última retração nos principais índices e as últimas notícias sombrias sobre a disseminação da Covid-19, as ações globais seguem muito próximas de suas altas recordes.
Enquanto isso, o presidente da China, Xi Jinping, usou um discurso no "The Boao Forum for Asia Annual Conference 2021", para prometer cooperação nos desafios globais, desde a mudança climática até a pandemia, e pediu aos EUA e seus aliados que evitem “mandar nos outros”.
Por aqui, governo e Congresso Nacional selaram um acordo que pode elevar a mais de R$ 125 bilhões os gastos de combate à pandemia de covid-19 fora da meta fiscal e do teto de gastos, a regra que limita o avanço das despesas à inflação. No mesmo acerto, o governo cedeu à pressão dos parlamentares e deve preservar R$ 16,5 bilhões em emendas dentro do Orçamento a partir de cortes em suas próprias despesas de custeio e investimento.
O avanço das negociações veio na esteira de uma série de embates entre governo e Congresso em torno da sanção do Orçamento de 2021 e da demora no relançamento de programas emergenciais para atacar a nova onda mais agressiva de covid-19. "Ao final, quem tinha que ter tranquilidade conseguiu negociar para atender às necessidades orçamentárias e políticas do momento", disse o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL).
A meta hoje permite déficit de R$ 247,1 bilhões e poderia estourar com o lançamento dessas medidas. Já no caso do teto, essas despesas já ficam de fora por serem bancadas via créditos extraordinários.
Support the show (http://wisir.com.br/planos)

397 episódios