Morning Call: mercados operam em alta à espera de reunião da Opep+ e normalização do tráfego no canal de Suez

15:17
 
Compartilhar
 

Manage episode 288744971 series 2874304
Por Filipe Teixeira descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

As ações asiáticas encerraram no positivo, a exemplo dos futuros em Nova York (exceção ao índice Nasdaq que cai 0,5%), à medida que os investidores avaliavam o rápido progresso no processo de imunização em território americano contra os rumores ainda pouco esclarecidos, envolvendo a Archegos Capital Management.

As ações subiram na China e em Hong Kong, enquanto o índice Nikkei, do Japão, encerrou muito próximo da estabilidade, com ganhos liderados pelos bancos. A Nomura Holdings afirmou que ainda é muito cedo para estimar o impacto das perdas vinculadas a um de seus clientes dos EUA , identificado pela Bloomberg como Bill Hwang, chefe da conturbada empresa de investimentos, Archegos Capital Managem.
Os futuros dos EUA oscilam à medida que os investidores avaliam as exposições mais amplas de Wall Street, enquanto os mercados europeus operam com altas mais consistentes. Anteriormente, o Índice S&P 500 decolou com o anúncio do presidente Joe Biden de que 90% dos adultos serão elegíveis para a vacina Covid-19 no próximo mês.

Ainda nos EUA, os rendimentos do Tesouro de dez anos subiram para 1,74%, e os de cinco anos atingiram seu ponto mais alto em um ano.

Os investidores têm se concentrado na força da recuperação e nos riscos de inflação, à medida que os governos aumentam os gastos para estimular o crescimento. No final desta semana, o presidente dos EUA planeja lançar um novo programa de estímulo com uma inclinação para a infraestrutura.
Notícias positivas sobre as vacinas estão ajudando no apetite ao risco, com um estudo da Pfizer e Moderna, mostrando que suas doses preveniram eficazmente as infecções por coronavírus, disseram pesquisadores do governo dos Estados Unidos.

O petróleo opera em leve queda enquanto os traders aguardam pela reunião da OPEP + desta semana, com especulações de que novas preocupações com a demanda levarão o grupo a manter a produção sob controle. Enquanto isso, o Canal de Suez reabriu ao tráfego depois que o navio porta-contêineres, “Ever Given”, que o bloqueava foi enfim libertado.
Por aqui, o presidente Jair Bolsonaro oficializou nesta segunda-feira, seis trocas no governo: foram confirmadas as demissões do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e da Advocacia-Geral da União, José Levi, e a nomeação da deputada Flávia Arruda (PL-DF) como ministra da Secretaria de Governo, responsável pela articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso.

O ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, também foi demitido. Em seu lugar entrará o diplomata Carlos Alberto Franco França, ex-cerimonialista da Presidência.
No Ministério da Justiça, Bolsonaro trocou André Mendonça, que volta a comandar a AGU, seu antigo cargo, e colocou no lugar o delegado da Polícia Federal Anderson Torres.
As outras mudanças foram apenas de nomes que já integravam o governo e foram realocados: o general Walter Braga Netto assume o Ministério da Defesa e o general Luiz Eduardo Ramos vai para o seu lugar, na Casa Civil, abrindo a vaga para Flávia Arruda na Secretaria de Governo.
Support the show (http://wisir.com.br/planos)

424 episódios