Morning Call: mercados operam sem direção única após FED e Copom

14:06
 
Compartilhar
 

Manage episode 287762937 series 2874304
Por Filipe Teixeira descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

Os mercados asiáticos tambem reagiram bem às projeções do Federal Reserve para as taxas de juros permanecerem próximas de zero até 2023 e ao posterior comunicado de Jerome Powelle, encerrando a sessão de quinta feira no positivo, enquanto os futuros de ações dos EUA e os recém abertos mercados da Europa operam sem direção única
O índice Topix do Japão ultrapassou a marca de 2.000 pela primeira vez desde 1991, tornando-se o índice de ações que mais valorizou na Ásia em 2021. O indicador da Ásia-Pacífico da MSCI Inc. aumentou mais de 1%.
Nos EUA, o S&P 500 registrou novo topo histórico com o presidente do Fed, Jerome Powell, enfatizando que o banco central não aumentará as taxas de juros até que a economia dos EUA mostre evidências tangíveis de que se recuperou totalmente da Covid-19.
Os rendimentos dos títulos do governo do Japão aumentaram com um relatório do Nikkei de que o Banco do Japão está considerando ampliar a faixa de negociação em torno da meta de 10 anos, o que pode gerar preocupações sobre o aperto da política monetária.
Os investidores parecem estar um tanto tranquilizados pela ênfase renovada do Fed no apoio contínuo às políticas. Os mercados foram preparados para um tom mais hawkish, dada a melhoria nas perspectivas econômicas em meio à recuperação alimentada por estímulos ao longo de toda a pandemia. As preocupações com a inflação impulsionaram os rendimentos dos títulos de forma acentuada nas últimas semanas.
A reação do mercado sugere que os investidores estão satisfeitos com as explicações do Fed, ao menos por enquanto. No entanto, a inflação deve aumentar nos próximos meses, e o Fed pode precisar dar mais apoio ao mercado durante este provável pico de preços.
O Brasil registrou nesta quarta-feira um novo recorde diário de casos de covid-19, ao contabilizar 90.303 novas infecções, informou o Ministério da Saúde, cuja contagem total de contaminados pelo coronavírus saltou para 11.693.838.
A marca do dia supera os 87.843 casos registrados em 7 de janeiro, máxima anterior para um único dia no país.
Além disso, também foram notificados nesta quarta 2.648 novos óbitos em decorrência da covid-19 no Brasil, o que representa a segunda maior cifra para 24 horas desde o início da pandemia, ficando abaixo somente das 2.841 mortes reportadas na véspera.
Com isso, a contagem total de vítimas fatais da doença no país atingiu 284.775, de acordo com os dados do governo federal.
Support the show (http://wisir.com.br/planos)

419 episódios