Morning Call: semana marca decisões de política monetária ao redor do mundo

15:00
 
Compartilhar
 

Manage episode 287422313 series 2874304
Por Filipe Teixeira descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.

E a semana começa com a maioria dos mercados asiáticos em queda, junto dos futuros dos EUA, com as preocupações com a liquidez pesando sobre as ações chinesas e os rendimentos de referência do Tesouro negociados em torno da maior alta em um ano.

As ações chinesas despencaram à medida que dados mostrando aumento da atividade econômica e uma postura neutra de crédito de seu banco central, renovaram as preocupações sobre o aperto da liquidez.
A atividade econômica da China disparou nos dois primeiros meses do ano. Ao mesmo tempo, os números mostraram uma recuperação desigual com a forte produção industrial impulsionada pelas exportações, mas abaixo dos gastos do consumidor.
A Xiaomi subiu após uma suspensão temporária da proibição dos EUA, enquanto a Tencent Holdings caiu devido às expectativas de maior supervisão regulatória.

Os futuros do S&P 500 lutam para entrar no terreno positivo enquanto os futuros do índice Nasdaq operam com perdas de 0,5%. O S&P 500 fechou em alta na sexta-feira, auxiliado por altas nas ações financeiras e industriais.

Os rendimentos do Tesouro de dez anos ficaram acima de 1,6%, já que as vacinações e o estímulo fiscal de US $ 1,9 trilhão dos EUA mantêm os holofotes sobre o risco de inflação em uma economia em franca recuperação.

Os mercados estão preocupados com o aumento dos custos de empréstimos de longo prazo e o inerente risco de reflação (a ação de estimular a economia através do aumento do suprimento de moeda ou reduzindo impostos). A decisão do Federal Reserve no final da semana é uma das muitas aguardadas pelos bancos centrais em todo o mundo.

A secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, disse que os riscos de inflação nos EUA continuam moderados, apesar do estímulo do governo Biden. Uma forte recuperação da recessão da Covid-19 deve levar o presidente do Fed, Jerome Powell a elevar as taxas de juros em 2023, mas isso não deve aparecer em suas previsões esta semana, mostrou uma pesquisa da Bloomberg com economistas.
No front do vírus, os EUA estão relatando menos infecções, mas países da Índia à Itália estão vendo um ressurgimento de novos casos.
Por aqui, no ápice da pandemia no Brasil, o governo federal procura agora seu quarto ministro da Saúde. Pressionado pela explosão de mortes e internações por covid-19 e frustrações na campanha de vacinação, o presidente Bolsonaro decidiu trocar o comando da pasta ocupada por Eduardo Pazuello, de acordo com fontes da imprensa. Políticos que participam das conversas com o Planalto dizem que o general se inviabilizou como ministro.
A cardiologista Ludhmila Hajjar é uma das candidatas mais fortes para a vaga e se reuniu com Bolsonaro na tarde deste domingo, no Palácio da Alvorada. A médica tem postura favorável ao isolamento social como forma de combater o avanço do vírus e já criticou o uso da cloroquina, bandeiras que contrastam diretamente com o que defende o presidente desde o início da crise sanitária.

Support the show (http://wisir.com.br/planos)

426 episódios