Como o atraso no Censo impacta o repasse de recursos a municípios?

45:15
 
Compartilhar
 

Manage episode 290665281 series 2584897
Por Centro de Liderança Pública descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
A pesquisa do Censo é realizada de dez em dez anos e serve de base para o planejamento e a aplicação das políticas públicas e investimentos, tanto do governo quanto da iniciativa privada.
Inicialmente previsto para 2020, o Censo já havia sido adiado por causa da pandemia da Covid-19. Agora, o Censo corre o risco de não ser realizado, principalmente por falta de verbas. Apesar do recurso previsto para o Censo em 2020 ser de R$ 3,4 bilhões, houve um corte de gastos no início deste ano e o valor foi reduzido para R$ 2,3 bilhões. Porém, o Orçamento de 2021, recém-aprovado, reduziu a quantia para apenas R$ 71 milhões.
A incerteza sobre a realização do Censo, que tem a possibilidade de ficar para 2022, pode minar as políticas públicas para os próximos anos. O principal impacto é nos municípios de pequeno e médio porte.
Neste episódio, o podcast Coisa Pública conversa com a Gabriela Lotta, professora e pesquisadora de Administração Pública e Governo da Fundação Getúlio Vargas (FGV); com o Kleber Castro, consultor de economia da FNP (Frente Nacional dos Prefeitos); e com o Fernando Galvão, ex-prefeito de Bebedouro (SP).
Apoie o Coisa Pública em: clp.org.br/doacao

49 episódios