#83 - Cérebro Simulado, Moral e Ética

 
Compartilhar
 

Manage episode 155475562 series 1157816
Por Bruno Sauce ; Fábio Pedruci ; Felipe Perina descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
No episódio desta semana comentamos sobre uma simulação de um cérebro, usando avançados conceitos de computação, biologia, psicologia etc. O que podemos esperar de "equipamentos" desse tipo? Teria ele a capacidade de aprender, e uma vez tendo aprendido algo, usá-lo a seu favor? O que faríamos caso um computador pedisse para não ser desligado? Como a moral e a ética pode nos ajudar? Tudo isso e muito mais!

Sugestão do Bruno: Livros de filosofia -


Citação do Fozzy:

"Quando meu marido morreu, porque ele era tão famoso e conhecido por ser um incrédulo, muitas pessoas vieram falar comigo (as vezes ainda acontece) e me perguntaram se o Carl mudou no final, e se converteu para uma crença no pós-vida. Eles frequentemente me perguntam se eu acho que o verei de novo. Carl encarou sua morte com coragem inigualável, e nunca buscou refúgio em ilusões. A tragédia é que sabíamos que nunca mais nos veríamos. Eu não espero ser reunida ao Carl. Mas a coisa incrível é que quando estávamos juntos, por praticamente 20 anos, nós vivemos uma apreciação vívida de quão breve e preciosa a vida é. Nunca trivializamos o sentido da morte fingindo que era qualquer coisa além de uma partida final. Cada momento que estávamos vivos, juntos, foi milagroso. Milagroso não no sentido inexplicável ou sobrenatural. Sabíamos que éramos beneficiários do acaso... Aquele puro acaso que podia ser tão generoso e gentil... Aquele que nos permitiu nos encontrarmos, como Carl escreveu de forma tão bela em Cosmos, você sabe, sobre a vastidão do espaço e do tempo...Que pudemos ficar juntos por 20 anos. Isso é algo que me sustenta e, para mim, muito mais significativo...
A forma como ele me tratava, e como eu o tratei, a forma como cuidávamos um do outro, da nossa família, enquanto ele viveu. Isso é muito mais importante que a idéia de que eu vá vê-lo novamente algum dia. Eu não acho que vou ver Carl, nunca mais. Mas eu o vi. Nós nos vimos. Nos encontramos no cosmos, e isso foi maravilhoso."
-Ann Druyan
(Clique com o botão direito para salvar)

25 episódios