PodFalar #143: O fim do empréstimo da prefeitura e a exploração política da caçada a Lázaro

29:38
 
Compartilhar
 

Manage episode 295980074 series 2431239
Por Rádio Sagres and Rádio Sagres 730 descoberto pelo Player FM e nossa comunidade - Os direitos autorais são de propriedade do editor, não do Player FM, e o áudio é transmitido diretamente de seus servidores. Toque no botão Assinar para acompanhar as atualizações no Player FM, ou copie a feed URL em outros aplicativos de podcast.
A decisão do prefeito de Goiânia Rogério Cruz (Republicanos) de desistir da renovação do empréstimo de R$ 780 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF), que banca boa parte das obras deixadas pelo ex-prefeito Iris Rezende, e o uso político da caçada a Lázaro Barbosa pelas matas de Goiás, que completou 17 dias nesta sexta-feira (25), estão neste episódio do PodFalar. A terça-feira (22) amanheceu com a notícia da desistência da Prefeitura de Goiânia de renovar o empréstimo com a Caixa. Resumidamente a história aconteceu da seguinte forma. O contrato foi assinado em 2019. O banco liberou R$ 242 milhões nos dois últimos anos do governo de Iris (2019 e 2020). Neste ano saíram mais 200 milhões, dos quais a prefeitura sob gestão de Rogério Cruz gastou até agora apenas R$ 89 milhões, restando em caixa R$ 111 milhões. Para usufruir dos R$ 338 milhões restantes, a prefeitura precisava prorrogar o contrato com a CEF. Aí entrou o recuo da prefeitura. O secretário de Governo, Arthur Bernardes, confirmou à TV Sagres, na quarta-feira (23), que o aditivo não seria assinado, deixando dúvidas sobre de onde virá o dinheiro para as obras já contratadas e empenhadas no orçamento de 2021. Bernardes conta com o saldo positivo do caixa da prefeitura, herança da gestão de Iris, e com a recursos da venda da folha de pagamento dos servidores, atualmente administrada pela CEF. Ex-secretário de Finanças na gestão do prefeito Paulo Garcia, Jeovalter Correia considera a mudança de rota de altíssimo risco fiscal. No segundo bloco, a exploração política da caçada ao bandido Lázaro Barbosa, foragido desde que matou uma família de quatro pessoas em Ceilândia (DF). Começou com um vídeo da deputada federal Magda Mofatto (PL) no sábado (19). Vestida com roupas camufladas e portando um fuzil, ela disse, dentro de um helicóptero pronto para decolar, para Lázaro se cuidar, alegando que como o governador Ronaldo Caiado não conseguiu prendê-lo, ela o prenderia. A repercussão foi tão negativa que no domingo a Magda gravou mais um vídeo para explicar que suas críticas não foram endereçadas aos policiais, mas ao governador. Para defender os homens das forças de segurança, os vereadores Sargento Novandir (Republicanos) e Romário Policarpo (Patriota) também soltaram a língua em discursos na Câmara de Goiânia. FICHA TÉCNICA Apresentadores do PodFalar: Rubens Salomão (@rubsalomao) Cileide Alves (@cileide.alves) Para acompanhar o PodFalar via streaming, clique aqui: www.sagresonline.com.br Siga a Rádio Sagres 730 nas redes sociais: Twitter: @sagres730 Instagram: @sagres730 facebook.com/Radio730 www.youtube.com/sagres730am

153 episódios